Arquivo da categoria: 2012

[Cabine da Pipoca] Uma adaptação da obra de Nelson Rodrigues proibida e premiada

O filme lançado em 1973, dirigido por Arnaldo Jabor e que gerou uma situação extraordinária em seu lançamento, e com tanto sucesso foi representante oficial do Brasil no “Festival de Berlim”, enquanto nesse meio tempo o General Antônio Bandeira, chefe do serviço da censura, achou imoral, ordenando a proibição do longa. Mas foi novamente liberado, após ter conquistado o festival.

“Toda Nudez Será Castigada” é um longa baseado na peça de teatro homônima de Nelson Rodrigues, e conta a história de um homem puro que tinha tido apenas uma única mulher na vida e promete para seu filho que não teria outra, todavia Patrício dependente dele numa crise de desespero de Herculano mostra uma foto de Geni, uma cantora e prostituta.

Após embebedá-lo, Herculano vai até a zona e encontra Geni, onde passa a noite com ela.
Depois a renega por solidariedade, pois a prostituta havia dito que estava com um caroço no seio, alegando que sempre teve certeza que sua morte viria através de um câncer, até ai já era tarde demais, pois ambos estavam apaixonados.

Herculano leva Geni para viver em sua casa de campo, e seu irmão Patrício leva Serginho (filho de Herculano) para ver o pai e eles o encontra com a prostituta, o filho bastante aborrecido e chateado com a situação, vai até um bar e embriaga-se e briga com um cara qualquer, indo parar na delegacia. Lá ele foi estuprado por um ladrão boliviano.

Herculano culpa Geni, que quase vai embora, mas em uma visita deles a Serginho no hospital, ele diz que quer ver o pai casado com a puta.

No entanto, atendendo ao pedido do filho, Herculano se casa com a garota de programa, e Serginho passa a ser amante dela, traindo o ingênuo do pai.

Tempos depois, Patrício diz a Geni que viu seu filho fugindo com o ladrão boliviano, o que a deixa desesperada e acaba se matando, mas antes amaldiçoa Herculano, Serginho e toda a família.

Como todas as obras de Nelson Rodrigues, a obra fala da hipocrisia das famílias tradicionais. A primeira versão da adaptação foi gravada em 1973, e em 2012 a peça ganhou uma nova visão, com novo elenco e dirigido pelo renomado diretor de teatro Jorge Farjalla, em seu sétimo filme da série EnCURTAndo Nelson.

Assista o trailer da adaptação da obra de Nelson Rodrigues filmada em 2012:

Por Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Já ouviu Deap Vally? Bora?!

Na dúvida sobre o que escrever no post desta semana me peguei quase louco entre sites de música nacionais e internacionais e por mais que haja muita noticia interessante essa semana como as bem sucedidas voltas de Justin Timberlake e de David Bowie reafirmando seus lugares ao sol. Emílio Santiago que morreu entre tantas outras eu lembrei que sou um colunista de música num blog e que muito mais do que reproduzir ecos do que o povo gosta e do que a mídia propaga eu tenho a função de fazer minha parte no que diz respeito a ir além então aqui vai minha colaboração .

Há tempos atrás eu perambulava pelas listas da New Musical Express e me deparei com uma dupla que me deixou louco! O nome da dupla é Deap Vally.

Deap Vally é formado por Lindsay Troy (Guitarra e vocal) e Julie Edwards(Batera). Todas são da Califórnia, e a carreira delas já chama atenção por estarem conquistando pouco-a-pouco seu espaço sem ter lançado o primeiro álbum ainda. Sim, não tem álbum. Mas têm 3 excelentes singles que abriram as portas para fazerem tour pela Europa abrindo shows do The Vaccines até tomarem folego para fazerem shows sozinhas.

O primeiro single intitulado “Make My Own Money” já trouxe atitude e muito Girl Power.O single traz o B-side “Ain’t Fair” que é muito digno de atenção também!

O segundo single foi “End Of The World” lançado em Novembro de 2012.O clipe dirigido por James Marcus Haney mostra a dupla se divertindo em sua tour pela Europa.

O terceiro – e mais recente – foi o de “Lies” lançado em fevereiro desse ano.

Há sim planos para o lançamento do álbum de estréia mas quem precisa de pressa quando se está lançando bons singles e está com a agenda lotada de shows, né?

Ao meu ver a Deap Vally é um excelente exemplo de que criatividade ainda é super bem vinda no music business. Estamos em um momento de mudanças no mercado musical e nada mais interessante do que ousar reinventar antigas formas de divulgação pois ao final das contas o importante é que a música venha em primeiro lugar!
Creio que não vá levar muito tempo até que as meninas desembarquem em solo brasileiro e nos fazer pirar com seu som com influências de Blues e Hard Rock temperado com muito Girl Power!

E ai, curtiu?

[Caixa de Som] Gaby Amarantos é brega com orgulho!

Pra quem pensa que artistas de brega não conseguem ter sucesso fora dos estados do norte do país e/ou nos barzinhos “risca-facas” eu vus apresento Gaby Amarantos. Nascida no estado de Belém do Pará, esta carismática cantora de 34 anos lançou seu primeiro álbum em 2012 intitulado “Treme” e vem se destacando muito graças, não apenas ao carisma de Gaby, mas também pela qualidade da produção de suas músicas. SIM. São músicas que circundam a Mpb, o Carimbó e o Tecnobrega. E não pense que ela se intimida e/ou não se orgulha de ser brega. Se pra nós da região sudeste do país Brega é sinônimo de algo feio, fique sabendo que para artistas como Gaby ser brega é uma qualidade pra lá de positiva.


O álbum de estreia foi produzido por Luiz Félix Robatto e dirigido por Carlos Eduardo Miranda.
Em suas letras bem feitas Gaby mostra que tem referências e que está longe de ser algo fabricado, fake ou qualquer coisa que não seja autêntica. Os singles lançados para o álbum foram “Xirley”,”Ex-Mai Love”, “Chuva” e “(Ela Tá)Beba Loca”.

O clipe divertidíssimo feito para divulgar o single de  “Xirley” foi dirigido por Luan Rodrigues em nome da Produtora Greenvision! No clipe Gaby mostra a evolução entre dona de casa que quer ser famosa até a chegada ao estrelato. Tem que ser muito mal humorado pra não curtir o clipe. -Qualquer semelhança entre esse vídeo e “Come Into My World” de Kylie Minogue é méra coincidência.

Gaby já foi premiada no VMB da Mtv(Melhor Capa, Melhor Artista Feminino, Melhor Artista do Ano), no Premio Multishow(Novo Hit) e no APCA(Melhor Cantora).

Graças á personalidade de Gaby e sua visão artística é comum ve-la chamar atenção pelas roupas que usa. Essa característica já rendeu a ela apelidos como Lady Gaga da Floresta e Beyoncé do Pará. Mesmo que essas não sejam referências na música de Gaby ela se diverte com os apelidos que só comprovam o seu apelo pop!

Gaby não tem medo de expressar opiniões sejam elas pelo seu manequim ou pelas questões politicas que envolvem os negros, LGBTs, mulheres e índios.

Resumo da ópera : Gaby está na mídia e no top 10 do iTunes mostrando que tem muita gente boa fora do eixo sul-sudeste fazendo música popular de qualidade e que esses artistas talvez só não tenham mais projeção na mídia por falta de cuidados e de visão de carreira. Será Gaby um fenômeno musical que ajudará a evidenciar mais essa cena ou será um caso isolado? O que você acha?

[Cabine da Pipoca] Os melhores do Oscar 2013

A cerimônia de entrega do Oscar 2013, que foi realizada no último domingo (24) em Los Angeles, pela Academia de Artes e Ciências Cinematográfica de Hollywood, e contou com a presença das celebridades que brilharam no cinema em 2012, como o ator e diretor Ben Affleck, que dirigiu o longa “Argo”, Ang Lee que dirigiu “As aventuras de Pi”, Anne Hathaway e Hugh Jackman de Os Miseráveis e o favorito da noite, “Lincoln”, de Steve Spielberg, que estava indicado em 12 categoria e a presença ilustro da primeira-dama Michelle Obama, que participou da premiação via skype, direto da Casa Branca, Washington, DC, entregando o prêmio mais esperado da noite, que foi o de Melhor Filme, que “Argo”, acabou ganhando, desbancando os favoritos da categoria, “As Aventuras de Pi” e “Lincoln”.

Mas não é porque o filme “As aventuras de Pi”, não ganhou o prêmio mais esperado da noite, que eles saíram sem nada, pois o filme foi um dos recordistas da noite, levando para casa quatro estatuetas (direção, fotografia, trilha sonora original e efeitos visuais), logo atrás veio “Argo”, com três estatuetas, as de melhor filme, roteiro adaptado e edição e “Os Miseráveis”, de Tom Hooper, que conquistou as estatuetas de atriz coadjuvante, mixagem de som e maquiagem e “Lincoln”, que estava na liderança, com 12 indicação e era o favorito dos críticos, acabou levando apenas dois, o de melhor ator e direção de arte.

Neste Oscar, houve até mesmo empate entre categorias, algo raro de se acontecer na premiação e os dois longas que acabaram dividindo o prêmio de melhor edição de som, foram, “007 – Operação Skyfall” e “A Hora Mais Escura”. Um empate como esse só ocorreu duas vezes na premiação do Oscar, uma foi em 1968, no prêmio de melhor atriz, que ficou com a Katharine Hepburn e Barbra Streisand e em 1995 na categoria de melhor curta-metragem, quem levaram a estatueta foram os curtas, “Franz Kafka’s It’s a Wonderful Life” e “Trevor”.

Nesta premiação do Oscar de 2013, deve de tudo, presença da primeira-dama, participação do ursinho Ted, que subiu ao palco com Mark Wahlberg, que contracena no filme junto com ele, para a entrega do prêmio de Edição de Som, que acabou dando no empate de “A hora mais escura” e “007 – Operação Skyfall”, a Jennifer Lawrence, caindo nas escadarias, quando foi subir ao palco para buscar seu prêmio de melhor atriz, pelo filme de “O Lado Bom da Vida” , apresentação dos musicais, Chicago, Dreamgirls e Os Miseráveis e apresentação de música, mas esperada e favorita da cerimônia, a inglesa Adele, que ganhou a estatueta de melhor canção original.

Veja abaixo o vídeo da primeia-dama Michelle Obama, anunciando o prêmio mais esperado da noite, que foi o de melhor filme do ano, que acabou ficando com o longa do ator e diretor, Ben Affleck, que já ganhou moral, logo no primeiro filme que dirigiu, pois além de ganhar a prêmio mais esperado do noite, foi anunciado pela primeira-dama dos Estados Unidos.

Confira abaixo a lista dos vencedores do Oscar de 2013:
Filme
“Argo”
Diretor
Ang Lee (“As aventuras de Pi”)
Ator
Daniel Day-Lewis (“Lincoln”)
Atriz
Jennifer Lawrence (“O lado bom da vida”)
Ator coadjuvante
Christoph Waltz (“Django livre”)
Atriz coadjuvante
Anne Hathaway (“Os miseráveis”)
Filme estrangeiro
“Amor” (Áustria)
Roteiro original
Quentin Tarantino (“Django livre”)
Roteiro adaptado
Chris Terrio (“Argo”)
Animação
“Valente”
Documentário em longa-metragem
“Searching for a sugar man”
Documentário em curta-metragem
“Inocente”
Fotografia
“As aventuras de Pi”
Edição
“Argo”
Trilha sonora original
Mychael Danna (“As aventuras de Pi”)
Canção original
“Skyfall”, de “007 – Operação Skyfall” – Adele (música e letra)
Efeitos visuais
“As Aventuras de Pi”
Edição de som
“A hora mais escura”
“007 – Operação Skyfall”
Mixagem de som
“Os Miseráveis”
Melhor curta-metragem
“Curfew”
Curta-metragem de animação
“Paperman”
Figurino
“Anna Karenina”
Design de produção (Direção de arte)
“Lincoln”
Maquiagem e cabelo
“Os Miseráveis”
Por: Priscila Visconti (trazendo os melhores momentos e os premiados do Oscar 2013)

OBC Awards 2012

Mais um ano chega ao fim, com alegria e realizações, perdas e tristezas, assim resume-se 2012.

Ano de surpresas e novidades, perdas de personalidades que deixarão saudades, e na previsão apocalíptica não amedrontou nenhuma idade.

Aos livros que lemos, aos filmes que assistimos, remete-se a tudo que vivemos e aos amores que tivemos.
E neste ano que nos despede, guardamos apenas as boas lembranças, com carinho, afeto e esperança, de 2013 possamos brindar com alegria e bravura, mas nunca deixando a ternura.

Visando aos momentos retrospectivos de 2012, a equipe de O Barquinho Cultural escolheu os melhores deste ano. Os hits, as leituras, as personalidades, etc.

Então se liga, que segue abaixo a segunda edição do ‘OBC Awards’:

Livro: 50 Tons de Cinza – E L James
Autor: Maurício de Souza
Novidades: Tecnológicas: Samsung Galaxy SIIIO

Atriz: Kristen Stewart
Ator: Andrew Garfield
Filme: As Vantagens de Ser Invisível
Programa de TV: Carrossel

Parceria Musical: Rihanna e Chris Brown
Banda: One Direction

Show do Ano: Rolling Stones 50 Years
Álbum: Tudo Tanto – Tulipa Ruiz
DVD: Diogo Nogueira ao vivo em Cuba
Cantora: Gaby Amarantos
Cantor: Justin Bieber


Hit na Web: Gangnam Style – Psy
Música do Ano: Ai Seu Eu te Pego – Michel Teló


E no próximo ano, continuamos mais cult, mais pop, mais perto de você, aproximando o mundo cultural da sociedade da razão.
Feliz Ano Novo à todos os navegantes e amigos do OBC e até 2013!
Staff
O Barquinho Cultural

Cabine da Pipoca

A menos de uma semana de 2013, você já pôde perceber que a equipe do Barquinho Cultural está em clima de retrospectiva, trazendo o que mais agitou e tornou-se notado neste ano que se encerra. Não diferente, o Cabine da Pipoca encerra a última postagem do ano com a mesma proposta. Trago, então, o TOP 4 das publicações mais acessadas da editoria.
Em quarto lugar está o longa iraniano A Separação (The Separation). Fugindo aos padrões hollywoodianos, a trama conquistou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2011 e o Globo de Ouro na mesma categoria. Ainda, conquistou o prêmio Urso de Ouro de melhor filme e nas categorias melhor ator e atriz. A história gira em torno da separação entre o casal iraniano Simin e Nader, devido à vontade da esposa em viajar com  sua filha Termeh. 
 Diferente do que estamos acostumados aqui no Cabine da Pipoca, propus um especial, tendo em vista que essa editoria é a única que se aproxima do teatro brasileiro. Não pude deixar passar a oportunidade de sugeri-los Namíbia, não!, nossa terceira colocada.  A peça de Aldri Anunciação (que também atua na montagem) traz uma hipótese um tanto curiosa, não menos pertinente ou de fácil imaginação. Imagine se, de repente, a União resolve que todos os descendentes de negros oriundos da África devam voltar ao seu lugar de origem, como sendo uma medida reparadora por terem vindo à força ao Brasil. A partir daí, a peça se desenvolve e prende por completo a atenção do espectador, trazendo uma reflexão muito presente na contemporaneidade. Namíbia, não! recebeu o Prêmio Braskem e o R7 de melhor texto e está em cartaz no evento Nova Dramaturgia da Melanina Acentuada, no Teatro de Arena – SP, até 17 de fevereiro de 2013. 
Voltando ao mundo dos cinemas, preciso assumir que poucas animações despertam em mim a vontade de assisti-las. Recentemente, consegui assistir àquela que incitou minha curiosidade e esta foi a segunda publicação mais acessada do ano. Hotel Transilvânia é a animação mais gostosa de assistir de todos os tempos. Para início de conversa, já começa pela tribo – se assim posso chamar – em torno da qual gira a história: uma família de vampiros, com amigos monstros, daqueles arrepiantes de halloween. O filme é feito pra criança, o que é facilmente notável pelos diálogos simples, pelas piadas da história, pelo comportamento das personagens e, principalmente, pela moral da história. Boa dica para o descanso dos pimpolhos no fim da tarde. 
Por fim, ganhando a medalha Tripulante de Ouro, estão Emma Watson, Ezra Muller e Logan Lerman em As Vantagens de Ser Invisível. Recém-saída de Harry Potter, a queridinha de Hogwarts estrela junto a dois garotos a adaptação do livro homônimo de Stephen Chbosky. No longa, a personagem de Lerman, Charlie, é transferido pra uma nova escola e lá ele tem dificuldade de interagir com seus colegas por causa da timidez. Comum entre a camada infanto-juvenil da sociedade, os conflitos não param por aí. 
Com todo esse sol, é difícil ficar em casa ou ir a qualquer outro lugar que não seja praia. No entanto, caso queira mudar os planos do dia, você já sabe o que fazer. 
Até a volta, feliz ano novo!

Quem FunFarrou, Funfarrou, quem não Funfarrou, agora só em 2013!

Foto: Vitória Frate

No último sábado (22), aconteceu em São Paulo, no Cine Joia, a última FunFarra de 2012. A festa estava bastante animada, com muita gente bonita e divertida, que dançou e cantou até o dia raiar.

Nas pick ups quem embalou a farra foram os DJs Pedro Nescheling, Matheus Puerta e Beto Artista, que colocou a galera para curtir até de manhã. Ao som do pop, rock, indie e eletrônico, ninguém ficou parado, na última Funfarra do ano.


Confira algumas fotos do que rolou na festa:

Foto: Vitória Frate

Foto: Vitória Frate

Foto: Vitória Frate
Foto: Vitória Frate

Foto: Vitória Frate

A próxima Funfarra já está marcada, será no dia 5 de janeiro, no Rio de Janeiro, então para quem for passar o Reiveillon na capital fluminense, poderá curtir a primeira festa de 2013 por lá, e começar o ano em grande estilo e muita animação.

Foto: Vitória Frate

Para mais informações, acesse o site oficial da Funfarra e saiba onde e como adquirir seus convites.

[Caixa de Som] P!nk – The Truth About Love

Conhecida pela atitude autêntica e muitas vezes com altas doses de Girl Power e rebeldia P!nk lança seu sexto álbum e mostra q a maternidade não a fez ser menos P!NK e que provavelmente a deixou ainda mais apaixonada pela vida.


“The Truth About Love”(2012) fala sobre amor de diferentes pontos de vista e em diferentes fases. O álbum começa com a deliciosa “All We Are We Are”, cresce com “Blow Me (One Last Kiss)”, encontra calma com a intocável “Try” e segue nos apaixonando e divertindo tanto em faixas engraçadas e irônicas como “Slut Like You”, “How Come You’re Not Here” e “Walk Of Shame” e nos embala em momentos cheios de emoção como “The Great Scape”,”Beam Me Up” e “Just Give Me a Reason”. Essa ultima vem da parceria de P!nk com Nate Rues conhecido pela faixa “We Are Young”-Ficou linda demais e merece virar single-.

Duetos foi algo q P!nk fez mais neste álbum do que em qualquer outro pois além de trabalhar com Nate Rues a cantora também fez parcerias com Eminem na animadíssima “Here It Comes The Weekend” e com a Ex- Lily Allen e atual Lily Rose Cooper(?) na faixa “True Love”.Mas não deixemos de lado as faixas “The Truth About Love” e “Where Did The Beat Goes” que ajudam o álbum a ser sensacional.

Ou seja… P!nk voltou da maternidade com um álbum que traz um tema q não era tão presente na discografia da cantora e por isso merece ainda mais atenção.Pra quem curte a mistura inteligente q ela faz enquanto transita entre Rock,Pop e R&B vai amar o álbum.-Eu to mais do que viciado e vc? Ouça e tire suas conclusões!

[Caixa de Som] A Reunião de Lady Gaga e seus Little Monsters em SP

Olá pessoas e Little Monsters!

No último domingo a cantora Lady Gaga desembarcou em São Paulo para a segunda performance de sua tour Born This Way Ball e não deixou a desejar.

https://i2.wp.com/blogdapan.com.br/jpbelem/wp-content/uploads/gaga-Brasil.jpg

Com público estimado de 50 mil pessoas Lady Gaga mostrou porque merece ser o fenômeno que é.Ao longo de mais de 2 horas de show a Mother Monster cantou e tocou mais de 23 músicas tendo “Queen” inclusa a pedido dos fans. Lady Gaga interagiu bastante com o publico se declarando tão apaixonada por SP quanto ficou pelo RJ , recebeu presentes, dançou e cantou AO VIVO mostrando que tem o que é necessário para ter longevidade na carreira.

Todas as músicas foram cantadas em coro pelos Little Monsters presentes no estádio do Morumbi. Gaga cantou seus singles e grande parte de seu ultimo álbum intitulado “Born This Way” além de “Princess Die” que provavelmente estará em seu, já aguardado, próximo álbum intitulado “Artpop”.
Alguns fans subiram no palco a pedido da cantora que os levou ao backstage após o show.

Falando em Little Mosters essas criaturas foram um show a parte!
Nunca em um show eu vi tantas figuras produzidas. Como Lady Gaga tem um vasto catalogo de looks os fans tiveram uma boa fonte de onde beber pra montar o figurino para o show.Sim o publico é predominantemente composto por LGBTs e mulheres que acompanharam seus respectivos amigos gays que inclusive levaram bandeiras gays ao show para celebrar junto com gaga que; “São belos da forma que são,Deus não cometeu erros,estão no caminho certo pois nasceram assim!”(trecho de “Born This Way”).

A passagem de Gaga por SP deixou um sabor de quero mais em relação aos próximos lançamentos da cantora e de sua próxima tour não apenas para quem já é “Little Monster” declarado mas também para aqueles que foram ao show por gostar de uma música ou outra.
– Parabéns Mother Monster!

Após meses de reclamações e a venda abaixo do esperado a T4F acabou usando de estratégias para conseguir fazer com que os ingressos não ficassem empacados tendo feito promoções tanto em sites de desconto quanto liberando 2 ingressos para quem comprasse 1 e até parcelamento em 10x.

Não, isso não quer dizer que Lady Gaga não é bem vista pelos brasileiros, isso mostra que os ingressos de shows no Brasil estão a preços absurdos. Isso se agrava quando lembramos que em três semanas Madonna e sua MDNA tour desembarcarão no Brasil – Tour essa que também está sofrendo por vendas abaixo do esperado devido ao valor inflacionado dos ingressos.

Agora é esperar pra ver quais serão os próximos capítulos escritos na carreira de Lady Gaga, pois até o momento o saldo é MUITO positivo!

Por The Freaky

[Caixa de Som] Os 6 Clipes de Lady Gaga que você precisa assistir!

Olá Pessoas!

Após um bom tempo de espera e expectativas heis que Lady Gaga chega ao Brasil pela primeira vez para apresentar sua segunda turnê mundial intitulada “Born This Way Ball” para fans do Rio, São Paulo e Porto Alegre e mesmo que todos estejam comentando sobre o desespero da T4F para se livrar dos ingressos a tempo o foco aqui será os 6 clipes mais interessantes de Lady Gaga ,afinal há tempos um artista não causava tanto impacto no cenário pop mostrando tantas referências e atitude. Seja nas músicas com letras instigantes, no imenso catalogo de roupas, na variedade de cores e cortes usadas no cabelo, por suas ideias libertárias ou por sua loucura MUITO BEM PENSADA, Lady Gaga definitivamente já está escrevendo muito bem sua história e deixando ,desde já, sua marca no mundo atual. Bora conferir os clipes pra tentar entender o porque ela é tão interessante?
Bora!

https://i2.wp.com/thiagomarzano.com.br/blog/wp-content/uploads/2012/10/GagaTerry03.jpg


1. Just Dance
Just Dance foi o primeiro single de Gaga lançado em 2008 e que a ajudou a ser apresentada ao mundo. O clipe não é extra produzido e provavelmente seja por esse motivo que ele é tão interessante!

2. Paparazzi
 Gaga já estava ganhado fama quando lançou o clipe de Paparazzi. No clipe Gaga já começa a ganhar destaque pela produção dos clipes que já continham referências a diversas figuras do cinema e sociedade.

3. Bad Romance
Provavelmente a música mais tocada de Gaga foi o carro chefe do EP The Monster Fame lançado em Novembro de 2009. O clipe tem figurinos de Alexander McQueen e tudo mais que um bom clipe de pop deve ter… coreografia, figurino impecável, uma cantora com um BAITA corpo e cantando muito!

4. “Telephone” com Beyoncé
Quem achava que Gaga estava caprichando na produção dos videoclipes ficou de queixo caído ao assistir “Telephone”.A música feita em parceria com Beyoncé.Muito mais do que  videoclipe “Telephone” é um curta metragem que dá continuidade ao clipe de “Paparazzi”.

5. “Born This Way

O clipe de 7 minutos com introdução a lá Start Wars foi muito aguardado e gerou muita polêmica por alguns apontarem semelhanças entre a estrutura da música com a de “Express Yourself” de Madonna lançada em 1988. A letra de “Born This Way” fala sobre se aceitar não importando cor de pele, nacionalidade ou sexualidade. Essa música é a música que mostra o quão Gaga estava definitivamente empenhada com as questões referentes a homofobia e bullying muitas vezes ,sofrida por seus fans na faixa de idade de 13 á 20 anos.
Essa é a faixa-título do 2º Long Play de Gaga que fala inteiramente sobre encontrar sua identidade. Com o lançamento deste álbum  Gaga perdeu alguns fans e também fidelizou ainda mais alguns outros tantos pois ela deixara de falar sobre festas e sexo pra fazer letras mais profundas como “Judas”, “Hair”, “Bad Kids” por exemplo.

6. “Lady Is a Tramp” com Tony Bennett
Mostrando que não é somente a gostosinha do pop Lady Gaga fez participação no álbum Duets 2 de Tony Bennett saindo completamente do que seria sua “zona de conforto” para cantar Jazz. O dueto saiu brilhante uma vez que Gaga já cantava/tocava Jazz antes de ser conhecida como Lady Gaga ou seja, Gaga mostrou versatilidade de forma natural. Teria isso sido aprendido com Madonna, Elton John e David Bowie?


Bom, após essa enxurrada de Lady Gaga eu só posso desejar BOM SHOW a quem for ou bom final de semana pra quem for fazer outra coisa no final de semana que se aproxima.
The Freaky