Arquivo da categoria: diversidade

[Total Flex] Projeto Via Brasil fomenta o intercâmbio da cultura brasileira

2014 será o ano do Brasil, além dos eventos que acontecerão aqui em nosso país, que somará visibilidade por todo o Planeta, o país ainda será homenageado em outros países no mundo, como por exemplo, o intercâmbio da cultura brasileira, que acontecerá ao longo deste ano no Wexner Center, galeria de arte contemporânea da Universidade de Ohio (Estados Unidos), que está realizando uma iniciativa interdisciplinar intitulada Via Brasil.

O projeto visa apresentar a diversidade cultural da nação brasileira, promovendo uma troca internacional da universidade com a arte e cultura do Brasil. Além do mais, o Wexner Center há uma gama integrada que abrange diversos nichos da nossa cultural, como exposições, filmes, vídeos, educação, juntamente com programações complementares do departamento de artes cênicas, tendo por fim, promover a compreensão e apreciação da arte contemporânea brasileira.
A mostra exposta ao projeto é um resultado de quase três anos de pesquisa e viagens de curadores da universidade, passando pelas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Belo Horizonte, entre outros lugares, conhecendo o trabalho de artistas, curadores e críticos brasileiros. Uma investigação da cultura brasileira atual, através de uma perspectiva de costumes, mostrando uma ampla e vasta programação cultural no Brasil.
Para mais informações acesse o site do Ministério da Cultura, e confira os editais a serem apresentados durante o projeto.

Caixa de Som

O Rock in Rio começou no último fim de semana em extremo êxito e com algumas desavenças musical.
No primeiro dia do festival, a cantora Claudia Leitte se apresentou no palco mundo sob alguns protestos da galera fã de rock and roll, argumentando de que o evento não é uma micareta para rolar apresentações de axé. Porém, essa declaração causou indignação a cantora, levando-a comparar os roqueiros a Hitler.

“Não gostar de Axé é normal! Anormal é achar-se superior porque conhece John Coltrane ou porque adora o Metallica. Procurem no Google sobre a história de um ariano que se achava superior aos judeus…Há tanto por fazer. E pessoas com voz ativa, com acesso à internet, manifestam-se como se fossem melhores que as outras porque curtem o LED ZEPPELIN… Hein?’ Artistas internacionais vêm pra cá, mostram a bunda, atrasam-se por 2 horas pq estão dando uma festinha no camarim, não conseguem conciliar a respiração com o canto, não preparam espetáculos para o nosso povo, desafinam, enfim, pouco se importam conosco, querem beijar na boca, ir à praia e tomar nossa cachaça, e nós, que pagamos caro para assistir aos seus “espetáculos” em nossa terra, aplaudimos a tudo isso. Ah! É Rock! É Pop! É bom!”, disse Leitte.


Agora diga-nos uma coisa, para que discriminar estilos e gêneros musicais se vivemos em um país democrático e multicultural?
A culpa não foi de Claudia Leitte e nem dos roqueiros, mas sim dos organizadores do evento, pois sabendo da distância entre os gêneros musicais, eles poderiam organizar um palco destinado ao axé, onde haveria também outros artistas e cantores deste tipo de música. Afinal, o Rock in Rio tem a ideologia de expandir, unir vários estilos musicais de todo mundo e levar a alegria, independendo da sua banda favorita, ou seja, é um festival para os amantes da música, sem discriminação ou ridicularização de gostos distintos.
Por que vocês já imaginaram o que seria da pop music, se todos gostassem do rock and roll?
E olha que os fãs da música pop não é de hoje que sofre com intervenções em festivais, pois sempre que rola algum por aqui no Brasil e fazem um dia exclusivo ao estilo, a pop music, sempre acaba dividindo seu dia com artistas de axé, pagode e até mesmo forró, mas como o próprio estilo já diz, ser pop é ser sociável e compreensível a qualquer nuance musical, e não ser um forever rebel e julgar porque você não curte.
No entanto, não importa o seu estilo musical, você tem que saber respeitar o seu semelhante com seus gostos e defeitos, assim como as pessoas devem te respeitar pela mesma maneira.
É isso ai pessoal, hoje (29/Setembro), retoma a maratona de apresentações no festival com show incríveis e imperdíveis para qualquer gosto musical.
Segue abaixo a agenda para o Rock in Rio pro dia de hoje:

Palco Mundo: 
18h50 – 19h40: Concerto Sinfônico Legião Urbana com Orquestra Sinfônica Brasileira
20h – 21h: Janelle Monáe
21h40 – 22h40: Ke$ha
23h10 – 00h20: Jamiroquai
1h10 – 03h30: Stevie Wonder

Eletrônica Rock in Rio 2011:
Masters At Work – ´Little´ Louie Vega & Kenny ´Dope´ Gonzales (Nova Iorque)
Mario Fischetti (Brasil)
DJ Zegon (Brasil)
Mary Olivetti (Brasil)

Sunset Rock in Rio 2011:
14h30 – 15h20: Curumin + Marcelo Jeneci
15h50 – 16h50: Afrika Bambaataa + Paula Lima
17h45 – 18h45: Joss Stone (convidada especial)
21h – 21h40: Baile do Simonal com Diogo Nogueira + Davi Moraes
Rock Street Rock in Rio 2011:
– Scott Feiner & Pandeiro Jazz – Tocará em três jam sessions de meia hora (14h30; 15h30; 16h30)
– Mark Lambert e Orquestra Rádio Swing – Tocará em três jam sessions (das 17h45 às 18h30; de 19h as 19h30 e das 19h50 às 20h20)
– Arnaldo Brandão (Apresentações das 21h10 às 22h)
– Saxophonia (Apresentações das 14h às 20h)
– Steven Harper (Apresentações das 18h30 às 21h10)
– Alan Pratt (Apresentações das 15h às 21h10)
– River Country Trio (Apresentações das 15h às 21h10)

Para informações sobre os outros dias do evento acessam o site oficial e vejam as demais atrações do festival.
Agora confira abaixo o vídeo de ‘Your Love is My Drug‘, da Ke$ha, uma das apresentações mais aguardadas na noite de hoje.
Afinal, o amor deve ser sempre prioridade em qualquer situação ou momento de sua vida!

E para quem não vai estar no Rock in Rio nos últimos quatro dias do evento, poderá acompanhar pelo portal Música OnLine Records, o maior site de música do Brasil.

Até mais…