Arquivo da categoria: exposição

[Total Flex] Mostra fotográfica revela novos talentos no próximo domingo em São Paulo

Foto: Greg Testo

São Paulo é uma cidade  multicultural, com expressões distintas e variadas por diversos cantos da megalópole. Além de a ver público para vários espetáculos, sendo música, exposição, poesia, literatura, artes e fotografia. 

E falando em fotografia, acontecerá no próximo fim de semana, no Hostel Alice, no bairro mais cultural de São Paulo, a sempre Vila Madalena, na zona oeste da capital, a primeira mostra dos novos talentos da fotografia paulistana – “Fotoarte – os olhos de quem vê“. 

Uma exposição que vai além de mostra de fotos, pois será uma vitrine de revelação dos novos talentos e olhares sobre arte paulistana, em uma exposição de artistas e amigos que apresentam a arte da cidade para o mundo. Além do mais, as peças serão vendidas em um bazar por valores bastante acessíveis.
Haverá também apresentação da banda de pop-rock nacional, PrásKbças Music, mostrando um pouco de seu novo projeto e mostrando um pouco da essência da música popular brasileira.
Serviço

FotoArte – Os olhos de quem vê

Data: 28/Julho/2013
Horário: 14h
Local: Hostel Alice
End.: Rua Harmonia, 1275 – SP/SP
Entrada Franca
Facebook da mostra: facebook.com/expofotoarte 

[Total Flex] Mário de Andrade além das palavras

Mário de Andrade foi mais do que um autor modernista, ele teve uma ação forte e expressiva na política cultural, principalmente quando o escritor foi secretário de cultura do Estado de São Paulo.

O poeta democratizou o acesso à cultura, proteção do patrimônio histórico, valorização do folclore, educação infantil – o trabalho do autor de Macunaíma se estendeu de forma inovadora em várias vertentes.

Baseado nisso, o programa Ocupação irá retratar durante todo o mês de julho esse lado da vida do escritor, cronista, música, pesquisador da cultura e expoente da Semana de 1922, onde será reunido documentos, fotografias, canções populares, entre outros itens do acervo pessoal do autor.

Além da exposição, o site do Ocupação irá lançar uma seção especial com um conteúdo exclusivo sobre Mário de Andrade.

A exposição começou no último dia 28 de junho e vai até 28 de julho, no Itaú Cultural, na Avenida Paulista, região central de São Paulo e a entrada é gratuita.

Confira um pouco sobre a biografia do Mário de Andrade:

Mário Raul de Moraes Andrade (São Paulo SP 1893 – idem 1945). Poeta, cronista e romancista, crítico de literatura e de arte, musicólogo e pesquisador do folclore brasileiro, fotógrafo. Conclui o curso de piano pelo Conservatório Dramático e Musical de São Paulo em 1917. Nesse ano, sob o pseudônimo de Mário Sobral, publica seu primeiro livro de versos, Há Uma Gota de Sangue em Cada Poema. Conhece Oswald de Andrade (1890 – 1954) e assiste à exposição modernista da pintora Anita Malfatti (1889 – 1964).

Em 1918, escreve em A Gazeta como crítico de música e no ano seguinte colabora em A Cigarra, O Echo e continua em A Gazeta. Trabalha assiduamente na revista paulista Papel e Tinta em 1920. Nessa época freqüenta o estúdio do escultor Victor Brecheret (1894 – 1955), de quem compra um exemplar do bronze Cabeça de Cristo. Em 1921, escreve para o Jornal do Comércio a série Mestres do Passado, contra o parnasianismo e colabora com a revista Klaxon, em 1922. Integra o Grupo dos Cinco com Tarsila do Amaral (1886 – 1973), Anita Malfatti, Oswald de Andrade (1890 – 1954) e Menotti del Picchia (1892 – 1988).

Um dos idealizadores da Semana de Arte Moderna, em fevereiro de 1922, na ocasião do evento lê seus poemas no palco do Theatro Municipal de São Paulo e é vaiado. Nesse ano, lança seu segundo livro, Paulicéia Desvairada, um marco na literatura moderna brasileira. Leciona história da música e da estética no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo. Em 1923, compra uma câmera fotográfica Kodak e exerce a atividade de fotógrafo até 1931. Realiza com Olívia Guedes Penteado (1872 – 1934), Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral e outros, uma viagem de estudos às cidades históricas mineiras com o objetivo de mostrar o interior do país ao poeta franco-suíço Blaise Cendrars (1887 – 1961), em 1924.

O livro de ensaios A Escrava que Não É Isaura, de 1925, discute algumas tendências da poesia modernista, e firma seu autor como um dos principais teóricos do movimento modernista. Em 1927 viaja pela região amazônica, e, no ano seguinte, pelo Nordeste brasileiro, registrando em fotos as paisagens, a arquitetura e a população dos locais visitados. Também fotografa paisagens de São Paulo, em especial da região central, e cenas na fazenda de Oswald e Tarsila. Lança o romance Amar, Verbo Intransitivo em 1927. Passa a escrever para o Diário Nacional, órgão do Partido Democrático – PD, ao qual se filia. Nesse jornal publica a maior parte de sua produção, entre críticas, contos, crônicas e poemas, até 1932. Em 1928, lança Macunaíma, Herói sem Caráter e Ensaio Sobre Música Brasileira; em 1929, Compêndio da História da Música; em 1930, Modinhas Imperiais e, em 1933,  Música, Doce Música. Sempre interessado pela música erudita e popular, busca promover pesquisas de nacionalização da música brasileira.

De 1933 a 1935, é crítico do Diário de São Paulo. Em 1935, funda, com Paulo Duarte, o Departamento Municipal de Cultura de São Paulo, do qual se torna o primeiro diretor. Nesse cargo, cria a Discoteca Pública, hoje Discoteca Oneyda Alvarenga. No ano seguinte, participa da elaboração do anteprojeto da criação do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Sphan. Em 1937, como diretor do Departamento, convida o casal Lévi-Strauss para ministrar um curso de etnografia. Cria, com Dina Lévi-Strauss, a Sociedade de Etnografia e Folclore, e se torna seu primeiro presidente. Organiza o Congresso de Língua Nacional Cantada. É eleito membro da Academia Paulista de Letras.

De fevereiro a julho de 1938, envia um grupo de pesquisadores ao Norte e ao Nordeste do Brasil. Batizada de Missão de Pesquisas Folclóricas, a expedição por ele idealizada grava, fotografa, filma e estuda uma grande diversidade de melodias cantadas no trabalho, em festas e rezas. Em 1938, transfere-se para o Rio de Janeiro, onde dirige o Instituto de Artes da Universidade do Distrito Federal, além de ocupar a cátedra de história e filosofia da arte. Retorna a São Paulo em 1941. Como técnico da seção paulista do Sphan, viaja por todo o Estado realizando pesquisas. Com outros intelectuais, contrários ao regime ditatorial do Estado Novo, funda em 1942 a Associação Brasileira de Escritores – Abre, entidade que luta pela redemocratização do país. Colabora no Diário de S. Paulo e na Folha de S. Paulo. No salão de conferências da Biblioteca do Ministério das Relações Exteriores ministra a célebre conferência “O movimento modernista”, incluída no livro Aspectos da Literatura Brasileira, de 1943.

Obras publicadas:

Há uma Gota de Sangue em Cada Poema, 1917
Pauliceia Desvairada, 1922
A Escrava que Não É Isaura, 1925
Losango Cáqui, 1926
Primeiro Andar, 1926
O clã do Jabuti, 1927
Amar, Verbo Intransitivo, 1927
Ensaios Sobra a Música Brasileira, 1928
Macunaíma, 1928
Compêndio Da História Da Música, 1929 (Reescrito como Pequena História da Música Brasileira, 1942)
Modinhas Imperiais, 1930
Remate de Males, 1930
Música, Doce Música, 1933
Belasarte, 1934
O Aleijadinho de Álvares De Azevedo, 1935
Lasar Segall, 1935
Música do Brasil, 1941
Poesias, 1941
O Movimento Modernista, 1942
O Baile das Quatro Artes, 1943
Os Filhos da Candinha, 1943
Aspectos da Literatura Brasileira 1943
O Empalhador de Passarinhos, 1944
Lira Paulistana, 1945
O Carro da Miséria, 1947
Contos Novos, 1947
O Banquete, 1978 (Editado por Jorge Coli)
Dicionário Musical Brasileiro, 1989 (editado por Flávia Toni)
Será o Benedito!, 1992
Introdução à estética musical, 1995 (editado por Flávia Toni)

Serviço

MARIO DE ANDRADE NO ITAU CULTURAL

Data: 28/junho a 28/julho
Local: Itau Cultural
Endereço: Avenida Paulista, 149
São Paulo – SP
Horário: Ter a Sex 9 as 20h | Sab, Dom e feriados das 11 as 20h
Entrada Franca
Mais informações: AQUI

[Dica Cultural] Embarque no Rock and Roll

Para aqueles que não foram viajar no feriado e são usuários do metrô em São Paulo, poderão conferir uma exposição sobre o Rock And Roll.

O Projeto Encontros destaca a história das principais figuras, dos principais festivais e ainda o público poderá conferir as capas de LPs que marcaram épocas.

Uma viagem ao tempo contando a história e as diferentes vertentes do gênero, desde a década de 1950 até hoje.

Além de shows de bandas “covers” de grandes ícones do rock, como Elvis e Beatles, exibições de filmes e apresentações teatrais.

Ficou curioso em conhecer e conferir essa exposição, então reúna a família, os amigos e todos os amantes do Rock And Roll e vão curtir um pouco sobre um dos gêneros mais populares do mundo.

Serviço

Projetos Encontros
Local: Nas estações Paraíso, Corinthians – Itaquera e Arthur Alvim
Quando: 1 a 31/ Outubro
Mais informações: Facebook do Projeto
(atualizado diariamente, anunciando a programação do evento).
Site

[Total Flex] Elvis no Brasil

Depois da exposição da Marilyn Monroe que aconteceu de março a abril, na Cinemateca Brasileira, na Vila Mariana em São Paulo, agora chegou a vez do rei do rock and roll desembarcar em solo paulistano.

Elvis Presley mesmo depois de sua morte a 35 anos atrás, é um dos poucos artistas que continua com um legado forte em comover e movimentar fãs de todo mundo e para recordar e matar a saudades do eterno rei do rock, um shopping na capital paulista, estará promovendo uma exposição contando toda a vida de Elvis.
Quem visitar o evento terá a oportunidade de conhecer, um pouco mais sobre sua infância e juventude, sua entrada no exército dos EUA, seus primeiros sucessos, casamento, dentre outras curiosidades.
A Exposição “The Elvis Experience”, está no Shopping Eldorado, na Avenida Rebouças, 3.970, Pinheiros, São Paulo e vai de 5 de setembro a 5 de novembro, das 10h às 22h, com ingressos de  R$ 20 a R$ 200 reais e os ingressos podem ser comprados pela WEB, pelo site da Ingresso Rápido.
Porém antes de encerrar a exposição em São Paulo, em outubro, a mostra será complementada com o “Elvis Presley in Concert”, show no qual músicos que tocavam com o rei interagem ao vivo com imagens dele em um telão. As apresentações, que vêm tendo ingressos esgotados, acontecem no Rio, em Brasília e em São Paulo, onde uma quarta sessão acaba de ser confirmada, no dia 13/10, no Via Funchal (ingressos de R$ 500 a R$ 1.200). 
Assista abaixo um release do que será a Exposição “The Elvis Experience – Brasil”:


Isso ai pessoal, muito rock and rock para todos…
Boa semana e bom feriado para todos

[Total Flex] A história de um campeão

A 18 anos atrás o Brasil perdia seu ícone mais famoso da Fórmula 1. As manhãs de domingo deixava de ser esperançosas, para serem tristes e sem graça, pois perdíamos nosso tri-campeão Ayrton Senna.
E para reviver e recordar todos esses momentos, lembranças e conquistas do atleta, realiza-se uma mostra histórica na capital paranaense.
Um resgate histórico do maior campeão brasileiro, com fotos, vídeos, artigos pessoais e algumas ferramentas tecnológicas para interação com o público.
Troféus, roupa, capacete, carro e revivência daquelas manhãs de domingo em que esperávamos ansiosos frente a televisão, para assistir e vibrar junto ao nosso Senna, ouvindo o seu tema da vitória, que nos emocionava a cada conquista do piloto.

SERVIÇO

Senna Emotion

Local: Centro Cultural Sistema Fiep – Av.Cândido de Abreu, 200 – Centro – Curitiba PR
Ingressos: Entrada Franca
Data e Horário:  09 de agosto a 09 de setembro.
De Quarta a Domingo, das 10h às 19h.
Estacionamento: Disponível somente nos finais de semana – Gratuito

Em uma mesa touchscreen o público pode ver todos os circuitos que o piloto correu na Fórmula 1
Telefone:  0800-6480088    
Site oficial: www.sennaemotion.com.br
E-mail: sesicultura@sesipr.org.br
Restrições: É proibido o uso de cigarro e derivados em ambientes fechados públicos ou privados no Estado do Paraná, inclusive fumódromos (Lei Antifumo)
Estacionamento: Não tem

[Total Flex] Artista Plástico brasileiro inaugura sua própria galeria

Quem não se lembra do movimento pop art, criado na década de 1950 no Reino Unido e nos Estados Unidos.Um movimento em que massificava a cultura popular capitalista, e sua principal expressão eram as cores inusitadas, diversos materiais utilizados e objetos do cotidiano visto como arte, em formas bem diversificadas do comum.
E um paulista de São José dos Campos está revivendo todo este movimento em sua própria galeria. Isso mesmo, o artista plástico Valter de Morais, inaugura neste sábado, 11, sua própria galeria no The Point de Pompano Beach, na Flórida.
Valter ganhou o concurso da ONU pelo ano internacional da Paz, em 1986, além de ficar conhecido por pintar o retrato da princesa Anne, irmã do príncipe Charles, que se encontra no Palácio de Buckingham, em Londres.
Foi professor, colunista sobre humor e arte para a revista Brazilian Times e até vendeu seus quadros pelas ruas de Marlboro.

Só na década de 90 que o artista ganhou confiança para trabalhar em projetos maiores, como a produção da logomarca de uma empresa, o rótulo de uma garrafa de vodca e expôr sua marca em uma das vaquinhas da Cow Parade NY 2000.
Hoje Valter já expôs suas obras em diversos países, como Estados Unidos, Havaí, Brasil, Paris, Alemanha, Austrália, Inglaterra e Canadá, e agora inaugura sua própria galeria em Miami.

Serviço

Inauguração da Morais Art Gallery
Sábado, dia 11 de agosto, 19h
Local: The Point, 418 N Federal Hwy Pompano Beach Florida 33062 USA

Para os Batmaníacos de plantão!

Neste sábado O Barquinho Cultural traz uma dica especial para os fãs do Batman. Já que o último filme da trilogia foi tão aguardado pelos fãs e já bateu recordes nas bilheterias mundiais, não poderíamos ficar de fora dessa. Então se você mora no RJ, ou até se estiver de visita, não perca tempo e confira de perto uma exposição organizada por fãs para os fãs!!
A exposição reúne vídeos, painéis, músicas, desenhos, reportagens, material publicitário, e itens de colecionador, como bonecos, figurinos e até tampinhas de refrigerante, dos fil­mes Batman, Batman — O Retorno, Batman Eternamente, Batman Begins e Batman O Cavaleiro das Trevas.
O evento chamado deA sombra do Morcego foi organizado pelo grupo de fãs do herói Batmania Rio. A exposição é gratuita e não tem fins lucrativos.
A exposição está sendo um verdadeiro sucesso até entre as pessoas que não costumam ver os filmes do Homem Morcego. Tanto que mereceu destaque numa matéria divulgada pelo site “Cinema Com Rapadura. Para conferir a matéria e algumas fotos, basta clicar AQUI.
Até 10 de agosto
das 10h às 18h
Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho (Castelinho do Flamengo)
Praia do Flamengo, 158
Outras informações na fanpage do evento: https://www.facebook.com/ASombraDoMorcego 
 
 
No próximo sábado eu volto com mais dicas culturais pros cariocas de nascimento e pros cariocas de coração! Até lá, muito juízo na cabeça e divirtam-se! É hora de zarpar…
 
 

Thiaguinho é um dos destaques da 19ª edição da exposição agropecuária de Itaguaí

Itaguaí, a 70km do Rio de Janeiro, se transforma, mais uma vez, na terra dos peões, pagodeiros, axezeiros e até roqueiros, na 19ª edição de umas das maiores exposições agropecuárias do Estado, que acontece no município da região metropolitana até domingo. Cerca de 100 mil pessoas são esperadas por dia na Expo Itaguaí, para conferir as atrações gratuitas do evento, como o pagode de Thiaguinho (hoje).
Foto: Divulgação

Fora dos palcos tem rodeio, salão do automóvel, feira de artesanato, oficinas de sustentabilidade, exposição sobre Chico Anysio e até pista de patinação no gelo — atração que chega à cidade pela primeira vez. A ideia da escolha das atrações é agradar a todos os públicos.

Entre as atrações mais esperadas está o show de Thiaguinho, que acaba de cair na estrada com sua carreira solo e encerra os festejos no domingo.

MESTRE DO HUMOR

Entre as inúmeras atrações da Expo Itaguaí, uma delas, sem dúvida, ganha destaque: a 1ª Mostra de Arte de Chico Anysio, também com entrada gratuita, assim como tudo no evento. Filho do artista, o também humorista André Lucas, é quem vai comandar a mostra.
Na exposição e homenagem que apresenta a trajetória do maior ídolo do humor brasileiro, Chico Anysio (1931-2012), nome artístico de Francisco de Paula Filho, o público poderá ver uma mostra exclusiva e com objetos pessoais, acervos de livros, discos, caricaturas, entre outros. Os fãs poderão conferir ainda os figurinos dos principais personagens representados durante sua carreira.

EXPO ITAGUAÍ
Parque de Eventos de Itaguaí, Rua do Trapiche s/nº, Centro, Itaguaí (7688-1884). A partir das 10h. Grátis. Livre.

SHOWS
Domingo: Thiaguinho, às 22h.

Semana que vem a gente volta com mais atrações especiais pros cariocas e visitantes. Vamos navegar em buca do bom e velho Rock! Beijos em todos os corações que estão curtindo esse friozinho de Julho!!

[Plantão OBC] Centenário de Nelson Rodrigues ganha mostra em São Paulo

No ano do centenário do jornalista e dramaturgo Nelson Rodrigues, o Itau Cultural juntamente com o Auditório do Ibirapuera, realiza uma série de debates, exposições e espetáculos em celebração ao autor.
Polêmico, contraditório, contundente, Nelson Rodrigues nasceu em Recife e mudou-se ainda criança para a cidade do Rio de Janeiro. Começou como repórter policial no jornal de seu pai, “A manhã”, sendo propenso uma vasta experiência em relatar suas peças sobre a sociedade.
Grande representante da literatura teatral da sua época, apesar de mostrar bastante polêmica em peças consideradas pela crítica como, imorais e obscenas.
Nelson Rodrigues também escreveu crônicas esportivas, mostrando sua paixão pelo futebol.
Tudo e muito mais, você poderá encontrar na exposição, que tem como curadora sua própria filha, Sonia Muller.

Serviço

Ocupação Nelson Rodrigues
Itaú Cultural
quinta 21 de junho a domingo 29 de julho
terça a sexta 9h às 20h
sábado domingo feriado 11h às 20h

[indicado para todas as idades]
entrada franca

Mais informações >> itaucultural.org.br