Arquivo da categoria: Hebe

Cabine da Pipoca

Divulgação

Manhã de sábado, estava com sono, tinha acabado de fazer minha parte da faxina de casa até que alguém brinca no facebook que o Niemeyer tava se mostrando imortal, já que até a Hebe Camargo tinha morrido e ele não. De pronto me assustei com a informação: como assim a Hebe morreu?

Procurei em portais de notícia, na busca do twitter e nada de encontrar algo consistente. Achei que era brincadeira até que um desses jornais tradicionais informaram, por meio de um tweet, a morte da comunicadora e que em breve traria mais informações. Depois de um, dois, três, quatro, até que todos os jornais e revistas conhecidos publicaram a mesma coisa, ainda que sem muitas informações. Até aí, eu achava que não passava de uma brincadeira, logo iriam desmentir isso. Quando os grandes veículos noticiaram o falecimento de Hebe Camargo e até o Jornal Hoje anunciou… Bom, pensei: é verdade.

A televisão brasileira deu adeus a uma das mais queridas e carismáticas personalidades do mundo da comunicação. Hebe tinha muitos talentos, foi apresentadora de televisão, cantora, atriz e humorista. Uma das suas primeiras encenações foi em 1970, na telenovela da TV Record As Pupilas do Senhor Reitor, como Magali. Oito anos depois, em 1978, gravou uma participação em O Profeta, telenovela da Rede Tupi. Em 1980, participou de Cavalo Amarelo, telenovela da Rede Bandeirantes, durante a cena do enterro de um dos personagens. Finalizando sua atuação em novelas, Hebe participou, em 2009, de Amigas e Rivais, telenovela do SBT, emissora pela qual estava contratada nesse período.

No cinema, Hebe atuou em Zé do Periquito, filme de 1960, dirigido por Mazzaroppi. Neste, ela explorou seu lado cantora e encenou alguns números musicais. Emprestou sua voz para uma personagem de Dinossauro (2000), a Baylene; atuou em Coisas de Mulher (2005) e em 2009 contracenou com Xuxa, Luciano Szafir, Sasha Meneghel, Angélica, Luciano Huck e Fafi Siqueira em Xuxa em O Mistério de Feiurinha, como a Rainha-mãe.

Hebe deixará saudade, mas, como dizem, quem é rainha nunca perde a majestade.
(08/03/29 – 29/09/12)

[Total Flex] Hebe, a rainha da TV brasileira!

Nascida em 8 de Março de 1929 Hebe Maria de Camargo Ravagnani, mais conhecida como HEBE, é um ícone no que diz respeito a entretenimento em nosso país.
Começou cedo a cantar na dupla que formou com a irmã e duas primas chamada de Do-Ré-Mi-Fá e mais tarde formando uma dupla com a irmã Stella Monteiro chamada Rosalinda e Florisbela. Nessa mesma fase gravou um álbum em homenagem a Carmen Miranda e nessa época ficou conhecida como “estrelinha do samba” e posteriormente como “a estrela de São Paulo”.

                                              https://obarquinhocultural.files.wordpress.com/2012/10/2574a-hebe-camargo-trajetoria_f_005.jpg

 Após um bom tempo se dedicando a música, Hebe resolveu se dedicar ao que a tornaria mais conhecida e reconhecida, o radio e a TV.

Hebe ajudou a fundar a televisão no Brasil.Na década de 50 ela protagonizou o programa “Rancho Alegre” na Tv Tupi.Em meados da década de 50 Hebe realizou o primeiro programa feminino da TV Brasileira, O Mundo é Das Mulheres onde passou a apresentar até 5 programas por semana.Nos anos 60 Hebe foi para a TV Continental e 6 anos mais tarde foi pra TV Record onde apresentou o dominical chamado “Programa Hebe” e foi a partir disso que Hebe passou a ser reconhecida como uma grande entrevistadora!

  https://i2.wp.com/msalx.claudia.abril.com.br/2012/09/29/1828/7FSxd/hebe-camargo-silvio-santos-selinho-famosos.jpeg

 Em meados dos anos 80 Hebe foi contratada pelo SBT onde ficou por 26 anos, se tornando assim, o maior ícone da TV brasileira e grande entrevistadora.Em 2010 Hebe assinou contrato com a Rede TV onde passou a apresentar o programa “HEBE” nas noites de terça-feira com o mesmo formato já apresentado no SBT. Em 27 de setembro de 2012 Hebe confirmou via Twitter que havia assinado contrato para voltar ao SBT.
Na tarde do dia 29 de setembro foi noticiado que Hebe havia facelido aos 83 anos vitima de uma parada cardiaca enquanto dormia em sua casa.Foi o fim de uma batalha contra um câncer raro descoberto em 2010 cujo tratamento foi acompanhado por todo o país que torceu e celebrou a cada alta que Hebe recebia do hospital, sempre com um sorriso no rosto, que foi e sempre será uma de suas marcas registradas.

                                https://obarquinhocultural.files.wordpress.com/2012/10/efe0b-20090306200243_69606_large_hebe-camargo-rosas.jpg

 Não sei dizer ao certo quantos selinhos ela deu no programa e nem quantos foram os convidados que sentaram no sofá mais famoso do Brasil mas uma coisa é certa, Hebe ganhou o Brasil não apenas por seu tempo de carreira mas também pela positividade e  parixão pela vida que existia dentro dela  e era emanada através de seu sorrisoo e espontaniedade.Seu nome ainda irá ecoar por décadas já que ela é um ícone de mulher,profissional e pessoa publica!