Arquivo da categoria: Humor

[Cabine da Pipoca com tudo novo] A comédia francesa invadindo OBC

Salve salve galerinha fãs da sétima arte da cultura, estamos começando a nossa editoria de cinema na quinta-feira, mas não é porque esquecemos de algum texto ou estamos adiantando pauta, pelo contrário, agora cinema aqui na nossa embarcação, será toda as quintas-feira, por isso podem anotar na agendas de vocês.
Falando em mudanças, por aqui no O Barquinho Cultural, já passaram diversas pessoas, algumas fazem faltam, como a fofa foquinha Estela Marques (Estelinha), outras pessoas nem tanto e alguns que só apareceram para avacalhar e ‘zoar’ com as editorias do site, mas estamos com colunista novo por aqui, ele não irá publicar ‘quase’ todas as semanas, pois ele já tem seu site sobre cinema e também seus afazeres do dia-a-dia.
O novo colunista que adentra em nossa embarcação é o paulistano Fabio Astaire, um virginiano que adora cinema, fotografia, viajar e conhecer novas culturas e pessoas. Com o olhar clínico para as artes visuais e quase um bom entendedor de cinema, ele embarca com a gente trazendo lançamentos, trilhas sonoras, histórias, entre diversas coisas da sétima arte.

Para começar a estadia do Fábio aqui no OBC, ele trouxe para gente um filme francês, em sua época que estava no auge de sua independência, Playtime – Tempo de Diversão (1967). O filme apresenta uma forma bem humorada a interação social com a modernidade e ainda acrescentar o turismo em seu país como principal tema de reflexão.
Playtime é o quarto filme escrito e dirigido por Jacques Tati, do qual continua a atuar como seu adorável personagem Monsieur Hulot em suas inusitadas aventuras pela cidade de Paris. Num período em que o cinema francês está no auge de sua independência, ele também aproveita o movimento para expressar seu ponto de vista critico ao discutir de forma bem humorada a interação social com a modernidade e ainda acrescentar o turismo em seu país como principal tema de reflexão.
Tati não se importa com interpretação dramática de seus personagens, mas sim com sua movimentação transeunte entre prédios e ruas aos passos de Hulot. Um pacato e desajeitado senhor, no estilo Charles Chaplin, que se perde em engraçadas situações provocadas por sua interação lacônica.
A trama, que se inicia amena e se agita gradativamente até perder o controle, basicamente apresenta o turista americano não tão interessado em conhecer uma cultura diferente da sua. Os grandes centros turísticos são substituídos por uma metrópole aglomerada de arranha-céus construídos apenas para oferecer o consumo de produtos inúteis importados. Por outro lado, os franceses vivem neste ambiente provido de seus trabalhos e se generalizam entre meios de transporte lotados e monótonas casas salvas por aparelhos de televisão.
Onde todos são cinza, o que chama atenção são as fachadas do comércio em neon e o bom humor do protagonista ao administrar de forma desastrosa seus conflitos com os mais diversos tipos de figuras até lhe sobrar tempo para um tímido romance. Sua genialidade é evidente ao transformar extensas cenas num caos social, quando cada quadro pode mostrar mais de um ponto de vista pra deixar qualquer expectador tão confuso quanto parece.
Apesar de ser um longa de 1967, seu questionamento nunca foi tão atual quanto no momento presente. Primeiramente ele ironiza a sociedade influenciada por um mercado tecnológico proposto a solucionar todos os pequenos problemas sem a real necessidade. Por conseqüência, muitas coisas banais são feitas sem que as pessoas percebam a realidade condicionada. É como curtir um congestionamento de carros em outro país com a ideia de brincar num carrossel surreal.
Título original:  Playtime
Diretor:   Jacques Tati
País: França
Categoria: Comédia
Ano:  1967
Atores:   Jacques Tati, Barbara Dennek, Rita Maiden, France Rumilly, France Delahalle, Valérie Camille, Erika Dentzler, Nicole Ray, Yvette Ducreux, Nathalie Jem, Jacqueline Lecomte, Oliva Poli, Alice Field, Sophie Wennek, Evy Cavallaro
Avaliação:   9,0
Sinopse:   O senhor Hulot (Jacques Tati) tem que se encontrar com um oficial americano em uma versão high-tech de Paris, mas acaba por se perder no meio do labirinto urbano que a moderna e fria arquitetura causou. Seguindo uma excursão turística de americanos, ele anda pela cidade procurando traços de humanidade e cor em uma metrópole futurista e cinzenta.
Confira abaixo o trailer de ‘Play Time – Tempo de Diversão”, de Jacques Tati (1967):


Isso ai pessoal até semana que vem com mais Cabine da Pipoca, mesmo se o Fabio não tiver texto algum para nos enviar, nos estaremos aqui, sempre apostos, publicando algum lançamento ou especial da arte cinematográfica para toda a nossa tripulação.
Por Fabio Astaire [Cinema Com]

[Cabine da Pipoca] Marco Dutra traz de volta o terror ao cinema nacional

Depois de realizarem o curta “Um Ramo” e o drama “Trabalhar Cansa”, o diretor Marco Dutra – confira aqui a entrevista que o diretor concedeu para OBC em 2013 – e o ator Marat Descartes voltaram a trabalhar juntos no longa “Quando Eu era Vivo”.

Baseado no livro “A Arte de Produzir Efeito Sem Causa”, de Lourenço Mutarelli, estreou na última semana o longa-metragem “Quando eu era Vivo”. Dirigido por Marco Dutra, e na atuação conta com artistas de peso, como o experiente Antônio Fagundes, além do parceiro de Dutra em produções cinematográficas, Marat Descartes, Sandy Leah, Gilda Nomacce, Kiko Bertholini, Tuna Dwek, Helena Albergaria.
O filme traz de volta a cena de terror as produções nacionais, causando até um certo estranhamento, já que ultimamente o cinema brasileira apenas retrata longas de comédia, que em 2013 renderam as maiores bilheterias no país.
“Quando eu era Vivo” traz uma exploração já treinada pelo diretor Marco Dutra, como nos curtas-metragens de horror, O Lençol Branco (2004), parceria com Juliana Rojas, sua fiel e escudeira parceira, além do mais, Dutra buscou inspirações em outras produções do gênero na cena nacional, entre eles estão Walter Hugo Khouri (de As Deusas e Estranho Encontro) e, claro, José Mojica Marins, o Zé do Caixão (de À Meia Noite Levarei Sua Alma e Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver).
O longa traz o clima o terror, o suspense e o humor, deixando a obra mais leve e descontraída, mas mantendo a essência das produções realizadas por Dutra. Contando com momentos realmente aterrorizantes, conduzidos com precisão pelo diretor, até mesmo, brincando com alguns ditos e adornos populares.
O roteiro foi escrito por Dutra e Gabriela Amaral Almeida, mostra as nuances do longa, e quão a música se tornou imprescindível a trama, já que em algumas cenas a cantora Sandy aparece cantando e dando um foco fundamental ao filme.

SINOPSE:
Após o fim do casamento e a perda do emprego, Júnior (Marat Descartes) retorna à casa do pai (Antonio Fagundes). Mas esta não é mais a casa de sua infância. Seu quarto agora é habitado pela jovem inquilina Bruna (Sandy Leah) e todo o ambiente lhe parece inóspito e opressor. No quartinho dos fundos, Júnior encontra objetos estranhos que pertenciam à sua mãe, incluindo uma misteriosa mensagem criptografada. Certo de que a compreensão da mensagem é a chave para entender melhor seu passado e seu presente, Júnior desenvolve uma obsessão pela história da família, ao mesmo tempo em que acontecimentos sombrios passam a fazer parte da rotina da casa.
Assista abaixo o trailer do filme “Quando Eu era Vivo”:

Mais informações:FACEBOOK Por. Patrícia Visconti

[Total Flex] "Gluglu" Yeeh yeeh" – O novo espetáculo de humor de Sérgio Mallandro chega à São Paulo

‘Tamô na área’ com mais um Total Flex nesta quarta-feira, trazendo o melhor do entretenimento para toda a tripulação de O Barquinho Cultural, que nesta semana, assim como de algumas semanas atrás está com bastante humor, pois no próximo dia 16 de agosto, chega no Teatro Fernando Torres, na região do Tatuapé, o espetáculo com o humorista mais ‘gluglu yeeh yeeh’ de todo planeta, sim, é ele, Sérgio Mallandro.

Mallandro já é um ícone da cultura trash dos anos 80, divertindo a plateia revivendo seu passado, desde sua estreia na televisão com o apresentador Silvio Santos, passando por suas participações na TV Globo com a apresentadora Xuxa Meneghel e Chico Anysio, na Escolinha do Professor Raimundo.
O espetáculo foi sucesso absoluto no Rio de Janeiro e em São Paulo, e visto por mais de 500 mil pessoas no Rio e em julho de 2012, o humorista apresentou para um público de cinco mil pessoas em apenas duas sessões realizadas em um único dia, em Curitiba.
Com os bordões “gluglu” e “yeeh yeeh”, Sergio Mallandro diverte a plateia, dança no palco e conta muitas histórias com outros famosos.Desde o retorno de Mallandro aos palcos, através do stand up, ele tem cativado uma plateia jovem e adulta, divertindo o público com seus famosos bordões, dançar e além de contar muitas histórias.
Como a história do encontro com o Chico Buarque e Ben Jor num avião, o filme que fez com Xuxa (no qual era o príncipe) e uma série de aventuras vividas com mulheres bêbadas. Há, ainda, uma simulação da Porta dos Desesperados, com a participação do público, e dicas de paquera para que um rapaz chegue junto e consiga conquistar uma garota só no papo.
O espetáculo “Sem Censura” protagonizado pelo humorista Sergio Mallandro terá sua única apresentação no dia 16 de agosto  às 21h no Teatro Fernando Torres, a partir das 23h30, no Teatro Fernando Torres, em São Paulo, capital.
Ficha técnica:
Elenco: Sérgio Mallandro
Produção e Realização: ET Eventos
Assessoria de Imprensa: TRY Comunicação
Serviço:
Sem Censura com Sérgio Mallandro
Local: Teatro Fernando Torres
Endereço: Rua Padre Estevão Pernet, 588 – Tatuapé (Esquina Com Rua Serra do Japi) – próximo aos metros Tatuapé e Carrão
Telefone: (11) 2227-1025
Temporada: única apresentação dia 16/08
Quando: Sexta-feira
Horário: 23h30
Valor: R$ 80,00 inteira (R$40,00 meia)
Duração: 70 minutos
Gênero: Stand up Comedy
Estacionamento: Parceria com estacionamento no valor de R$ 20,00 durante o espetáculo.
Quantidade de lugares: 687
Censura: 14 anos
Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br   
Vendas pelo telefone: Ingresso Rápido – 4003-1212
Bilheteria: Aberta de terça a domingo das 14h às 20h e nos dias de espetáculos até o início da montagem.

[Total Flex] Humor trollado chega ao teatro Anhembi Morumbi

A E.T Eventos apresenta o novo espetáculo “Trollando” que é no formato americano “The Roast” e conta com o elenco fixo, João Pedro Santos, Rafael Marinho e Fábio Gueré, além de convidados que uma vez por mês haverá uma celebridade que será ‘trollada’ pelos humoristas e a primeira personalidade a participar é Isis Gomes, vice campeã da fazenda de verão da Rede Record e capa da revista masculina Sexy em abril deste ano. Atualmente participa do programa “A Praça é nossa” do SBT.

O projeto planeja iniciar o espetáculo com um aquecimento de cerca de 10 minutos de Stand up comedy com cada humorista, e após isso iniciar a “Trollada” onde um mestre de cerimônia fará a leitura de um breve currículo da personalidade, o alvo da noite e apósisso entrega o palco para que os humoristas, em forma de revezamento, inicie em suas considerações sobre a celebridade.

No final de todo o processo a celebridade “Trollada” terá direito de resposta podendo assim fazer uso da tribuna para se defender e fazer também suas considerações sobre os humoristas presentes.

O novo estilo de humor que chega à São Paulo traz muitas risadas e diversão à sua plateia na última sexta-feira do mês de julho, 26, às 23h59 no Teatro Anhembi Morumbi, na Zona Leste de São Paulo.

Sobre o elenco:

JOÃO PEDRO SANTOS (O PATRÍCIO): João Pedro Santos, mais conhecido como “O Patrício.  Formado em teatro, João Pedro, é membro fundador do CQC de Portugal, no ano de 2008, onde fez o Repórter Inexperiente e reportagens de rua até o fim do programa, quando saiu do ar.

Em 2010 atuou como apresentador do programa de viagens Brazil Amazing Tour – Nordeste do Brasil. Realizou em São Paulo o show Do Brasil a Portugal, que inicialmente ficaria apenas um mês em cartaz, porém devido ao sucesso ficou em cartaz durante 6 meses. Em 2013 ficou em cartaz na cidade de São Paulo com o espetáculo chamado “Dieta a Portuguesa”. Além disso participa do Quadro sobre notícias bizarras no programa Mulheres. A partir de julho está no projeto “Trollada” idealizado pela ET Eventos.


FÁBIO GUERÉ: Fábio Güeré é humorista, improvisador, mestre de cerimônias, historiador, redator, e vozista. Entrou para o mundo do humor em meados de 2003 quando adicionou a suas palestras motivacionais e comportamentais, boas doses de sarcasmo, bom humor e jogos de improvisação teatral.

Fábio Güeré tem seu humor baseado no sarcasmo aplicado no cotidiano social, mostrando ao publico a verdadeira forma de vida que cada um leva, deixando claro, que não há limites para o humor.

RAFAEL MARINHO: Rafael Marinho iniciou sua carreira no humor em Fortaleza, mas foi em São Paulo que se especializou no gênero de stand up comedy. Em abril de 2008 foi considerado pela Revista ‘Época São Paulo’ (Ed. Globo) um dos grandes talentos da nova geração do humor em São Paulo, em matéria ao lado de Rafinha Bastos, Carol Zoccoli e Danilo Gentili. Com tiradas que vêm se destacando nas noites paulistanas, sua presença é cada vez mais frequente nos palcos do humor em todo o país.

Serviço:
Trollada
Local: Teatro Anhembi Morumbi
Endereço: Av. Dr. Almeida de Lima, 1176- Brás/Mooca
Telefone: 2872-1457
Temporada: No dia 26/07 (Sexta-feira)
Horário: 23h59
Valor: R$ 40,00 inteira (R$20,00 meia)
Duração: 70 minutos
Gênero: Stand up Comedy
Estacionamento: Parceria com estacionamento no valor de R$ 12,00
Quantidade de lugares: 750
Censura: 14 anos
Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br

Por Priscila Visconti [repórter trollada pela editora-chefe]

[Total Flex] "Comédia Império, o show" reestreia em julho no Teatro Bibi Ferreira

A quarta-feira aqui em nossa embarcação já está sendo marcada por contos e comédia, pois sempre há um espetáculo de humor diferente aos nossos navegantes. E nesta semana não será diferente, já iremos apresentar uma reestreia no Teatro Bibi Ferreira, que por êxito da temporada passada regressa ao teatro apresentando um humor de cara limpa, sem figurino ou adereços.

Ao fim da apresentação, os jovens humoristas, trazem o quadro chamado “Távola Redonda”, onde os quatro se reúnem no palco para comentar com piadas as notícias divulgadas durante toda a semana, tornando assim cada apresentação atualizada e diferente.

Humberto Rosso, Martchola, Pedro Casali e Tiago Carvalho retornam com o espetáculo de stand-up “Comédia Império, o show”, desta vez no Teatro Bibi Ferreira. A temporada que conta com textos inéditos, inicia no dia 05 de julho com apresentações sempre sextas-feiras às 23h59 e fica até 30 de agosto.

Uma apresentação de 90 minutos com muita graça, inteligência, onde os quatros humoristas se revezam no palco abordando temas de diversos nichos sociais, desde de suas vidas pessoais a manchetes de suma relevância na mídia durante toda a semana, tornando assim cada apresentação atualizada e diferente.

Sobre o elenco:

Humberto Rosso – É estudante de cinema, comediante e músico. Suas piadas ácidas envolvem desde sua família a religião. Teve seu trabalho divulgado no programa “Tudo é Possível” da Rede Record, no “Prêmio Multishow de Humor”. Recentemente, fez show no Bar Comedians Club e participou do Festival Risológico em Curitiba.

Márcio Donato – Mais conhecido como Martchola é o mestre de cerimônia do grupo. Possui uma grande versatilidade por abordar variados temas e recentemente, fez show na Argentina em “La Casa de Sr. Duncan” e “The Cavern Pub”.

Pedro Casali – É ator, publicitário, dublador e comediante. Este caiçara simpático de Ilhabela é filho de argentino e faz piadas com tudo. Com essas características não lhe faltam material para arrancar boas risadas do público. Improviso e originalidade fazem parte de suas apresentações.

Tiago Carvalho – É comediante. Não é ator, nem cineasta. Seu texto aborda coisas extremamente pessoais, fazendo com que sua própria família resulte em boas piadas. Teve seu trabalho recentemente divulgado no “Altas Horas” da Rede Globo, Bar Comedians Club e participou do “Festival Risológico” em Curitiba.

Serviço:

Comédia Império, o show
Local: Teatro Bibi Ferreira
Endereço: Rua Brigadeiro Luis Antônio, 931
Temporada: 05/07 à 30/08
Quando: Sextas-Feiras
Horário: 23h59
Ingressos: R$ 50,00  (meia: R$ 25,00)

Capacidade: 300 lugares
Telefone: (11) 3105-3129
Censura: 14 anos
Duração: 75min

Estacionamento: Parceria com estacionamento na Av. Brigadeiro Luis Antônio, 759 – valor R$ 10,00.
Gênero: Stand up Comedy

Ficha técnica:
Humberto Rosso, Márcio Donato (Martchola), Pedro Casali e Tiago Carvalho.
Produtor: Márcio Donato (Martchola)
Assessoria de Imprensa: TRY Comunicação

[Total Flex] Adeus, Márcio Ribeiro!

Na madrugada desta quarta-feira (29), o ator e humorista Márcio Ribeiro, 49 anos, faleceu devido a complicações cardíacas, ele estava na capital federal fazendo um show e passou mal na tarde de terça-feira (28), foi internado na UTI do Hospital Regional, mas não resistiu e acabou falecendo às 5h30 da manhã. O corpo do ator será velado e sepultado em São Paulo.

Ele era conhecido pelo programa X-Tudo da TV Cultura e também por atuar em novelas como A Favorita e em programas, como Os Caras de Pau, ambos na Globo, foi um dos fundadores do primeiro clube de stand up comedy em São Paulo, o Clube da Comédia.
O ator, comediante e redator há mais de 20 anos. Conhecido nacionalmente por apresentar o programa infantil X-Tudo na TV Cultura por 5 anos, Marcio também fez cinema e teatro tendo inclusive ganho os prêmios de melhor ator no Festival de Gramado (Kikito), Festival de Brasília (Candango), Rio Cine Festival (Sol de Prata) e o prêmio Guarnicê (Festival de cinema do Maranhão).
Participou da novela Malhação, da TV Globo, e do programa Uma escolinha muito louca no papel de Hugo, um motorista. É o criador do grupo de humor Comédia Ao Vivo.
Márcio Ribeiro deixará muitas saudades e fará muita falta nos palcos e na televisão, pois ele descobriu novos talentos do humor, mesmo já com a saúde debilitada, ele não perdia o bom humor, pois fazia piada até mesmo com seus problemas, sendo ele pessoal ou de saúde, ele foi um grande
artista e será sempre lembrado por todos seus fãs e admiradores de seu trabalho.
Assista abaixo um vídeo das últimas entrevistas que ele concedeu ao programa de Tv, “Agora É Tarde”, do Danilo Gentili, da Band:


Por Priscila Visconti

[TOTAL FLEX] Comédia Made in Pará

Comediantes, paraenses, norte, Brasil, São Paulo…

Vocês devem achar que estou ficando doida, relacionar tantas palavras sem conectividade alguma. Porém, se enganam aqueles que pensam assim, pois essas expressões resumem a um espetáculo que estreia no próximo dia 10 de maio, no Teatro Anhembi. Estou falando do primeiro grupo de Comédia Stand-up originado no norte do Brasil, o “Em Pé na Rede”.
Uma apresentação que aborda situações do cotidiano de maneira cômica, e simples, com apenas um microfone nas mãos e muita coragem para falar da rotina de um maneira sátira e cômica ao mesmo tempo.
O grupo iniciou suas performances em junho de 2008, apresentando-se em shows em diversas capitais brasileiras, seja no grupo, ou shows solos, somando uma vasta experiência no nicho do humor.
O espetáculo começa no dia 10 de junho e se estende até 28 de junho, com apresentações todas às sextas-feiras, às 23h59. O show “Em Pé na Rede” inicia a temporada em uma performance divertida e atual, como um balde de água fria no estresse da semana, dando um upgrade para você entrar no fim de semana revigorada e com aquele alto astral.

Sobre o elenco:

OSMAR CAMPBELL: Iniciou sua carreira em junho de 2008, em Belém-PA, criando o “Em Pé Na Rede”, o primeiro grupo de comédia stand-up e improvisação do norte do Brasil. Já participou de programas televisivos como “Tudo É Possível” (Record), “Praça É Nossa” (SBT) e “Fantástico” (Rede Globo). Fez parte do primeiro time de humoristas da “Maratona do Humor”, em 2011. Na internet, trabalhou como roteirista da série “Fora do Ar” do blog Jacaré Banguela e no Multishow, escreve para o diário Mundo Canibal Tv. Atualmente, possui o espetáculo solo “Estamos Conversados” para apresentações em teatros e eventos corporativos. São Paulo-SP.

MURILO COUTO: É ator e comediante. Começou com comédia stand-up em Belém-PA com o grupo “Em Pé Na Rede” e em 2009 se tornou convidado fixo do grupo “Comédia Em Pé”(RJ). Começou na TV na novela “Malhação” (Rede Globo) e hoje em dia faz parte do elenco fixo do “Agora É Tarde” (Band).

VICTOR CAMEJO: É ator e roteirista. Começou com comédia stand-up em Belém-PA com o grupo “Em Pé Na Rede”. Em 2012 se mudou para São Paulo e é roteirista do “Agora É Tarde” (Band).
DAVI MANSOUR: É fundador do primeiro grupo de stand upcomedy do Norte do País o Em Pé Na Rede, já participou de vários de programas de TV como Tudo é Possível da Record, nos quadros maratona do humor e concurso de stand up comedy (no qual foi finalista). Mesa vermelha do Agora é Tarde da Band. Na globo participou do Altas Horas. Fez parte do Elenco da SBT na Praça é Nossa, de festivais de humor como Risológico, e virada cultural do interior Paulista. Foi curador do Primeiro festival de stand up comedy do Norte do País o RisoNorte. Está em cartaz com o seu solo “Faz me Rir!” pelo Brasil, já apresentado em cidades como Brasília, Belém, Boa Vista, Rio de Janeiro e São Paulo.

ROMINHO BRAGA: Comediante paraense desde os 18 anos, na metade de 2008, com mais quatros amigos, formou o grupo “Em Pé Na Rede”, o primeiro grupo de stand-up do norte do país.Na Tv, já participou programas humorísticos nacionais como; “A Praça É Nossa” (SBT) e “Tudo É Possível” (Record) onde participou de 2 quadros de muito sucesso “o Melhor Comediante Stand Up do Brasil” e “maratona do humor”, além de participar dos mais importantes espetáculos de stand-up, como “Comédia Em Pé” (RJ), “ImproRiso” (SP), entre outros. Em 2011 participou do maior festival de humor da América Latina, o “Risadaria”.


Serviço:

Em Pé Na Rede 

Local: Teatro Anhembi Morumbi
Endereço: Av. Dr. Almeida de Lima, 1176- Brás/Mooca
Telefone: (11) 2872-1457
Temporada: 10/05 à 28/06 – Às Sextas-feiras
Horário: 23h59 Valor: R$ 40,00 inteira (R$20,00 meia)
Duração: 70 minutos
Gênero: Stand up Comedy
Estacionamento: Parceria com estacionamento no valor de R$ 12,00
Censura: 14 anos
Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br
*não haverá apresentação no dia 21/06.

[Total Flex] Humor, responsabilidade social e música são as atrações de maio no Centro Cultural Wurth, em São Paulo

Maio tá chegando, e junto com ele São Paulo traz inúmeras atrações de palestras, teatros, shows e musicais por todo canto da cidade, como por exemplo no Centro Cultural Wurth traz sempre eventos especiais.
Neste mês o centro cultural  trará apresentações inéditos, divertidos e de grande sucesso, para o público infantil e adulto, além de palestras sobre responsabilidade social aos empresários.

Iniciando o mês, o público que curte a Turma do Chaves na telinha, poderá conferir nos fins de semana dos dias 11 e 12 de maio esse espetáculo que dispensa comentários, já que o sucesso da TV já dita o que ele representa para seu público fiel a quase 30 anos.

Com trapalhadas de uma história contada de em forma de paródia, inspirada na obra de Roberto Gómez Bolaños, a nova geração de atores de A Turma do Chaves Brasil revive as piadas clássicas temperadas com brincadeiras atuais.

Na sexta-feira, no dia 17, acontece a primeira de um Ciclo de Palestras Corporativas – CCW 2013, como tema nesta edição de estreia, “Responsabilidade Social – A Relação do Terceiro Setor e das Empresas: parcerias vantajosas para o negócio e para a sociedade“.

O evento é direcionado aos profissionais que trabalham na área, ou que tenham interesse a esse assunto específico e tão priorizada nos dias atuais.

Wandreza Ferreira, gerente de Responsabilidade Social Corporativa e Sustentabilidade da Nextel será a palestrante do evento e abordará a relação entre setores distintos, além de visar em benefícios sociais e estratégias de negócio.

Já nos dias 18 e 19, o espaço será reservado à comédia, como os humoristas Renato Tortorelli e Alexandre Porpetone, que apresentam o show de humor “Boa Noite Amigos“, junto com outros dois comediantes do programa Galera Gol da Transamérica, trazendo muita graça e interpretações de personagens, como famoso Cabrito Tevez, interpretado por Porportone no programa “A Praça é Nossa”, no SBT.

Na sequência, o centro cultural traz um tributo a Paul McCartney, com o show “Paul Mc Cartney Brazilian Tribute Act”, a primeira banda cover do país, reconhecido e elogiada até mesmo pelo ex-Beatle.
Finalizando o mês de maio e agenda do Centro Cultural Wurth, que traz uma novidade no segmento teatral como o espetáculo “Gálatas“, uma adaptação de uma passagem bíblica para divertir e emocionar o feriado de Corpus Christi.

Gálatas” apresenta o texto original de uma forma leve e alegre que traduzem os dias atuais, mas sem perder a essência. Com musicistas em cena, o apóstolo Paulo de Tarso e seus companheiros de viagem são representados como “mochileiros” que percorrem as cidades levando as “boas novas”, ou seja, o evangelho de Cristo.

Interessante essa adaptação bíblica curtir e se divertir no feriado, hein? Além é claro dos outros eventos que estão bastante divertidos e para que toda a família possa aproveitar o mês de maio com muita cultura e diversão.

Programação 

A Turma do Chaves

Data: Dias 11 e 12 de Maio
Horário: Sábado às 17h e Domingo às 16h
Gênero: Infantil
Classificação: Livre
Duração: 60 minutos
Valor: R$ 30,00 inteira – R$ 15,00 meia
Direção e Adaptação: Mileine Aliaga
Elenco: Alexandre Batel (Seu Barriga), George Dias (Seu Madruga), Mileine
Aliaga (Dona Florinda), Nando Fox (Chaves), Rodrigo Lovato (Profº Girafales),
Sara Marcolino (Dona Clotilde), Talita Lima (Chiquinha), Thiago Benevides
(Nhonho) e Victor Cassoni (Quico)
Sonoplastia e Iluminação: Lucas Dallas
Realização: Turma do Chaves Brasil
Produção Local: Loucos por Teatro

Ciclo de Palestras Corporativas CCW 2013
Data: Dia 17 de Maio (sexta-feira)
Horário: das 8h30 às 11h30
Tema: Responsabilidade Social – A Relação do Terceiro Setor e das Empresas:
parcerias vantajosas para o negócio e para a sociedade
Palestrante: Wandreza Ferreira, gerente de Responsabilidade Social Corporativa
e Sustentabilidade da Nextel
Valor: R$ 90,00 com coffee break incluso
Vagas limitadas!
Informações e Inscrições: eventos@wurth.com.br ou (11) 4612-8100

Boa Noite Amigos
Data: Dias 18 e 19 de Maio
Horário: Sábado às 21h e Domingo às 20h
Gênero: Comédia/Humor
Classificação: 16 anos
Duração: 80 minutos
Valor: R$ 40,00 inteira – R$ 20,00 meia
Elenco: Renato Tortorelli e Alexandre Porpetone
Direção: Renato Tortorelli e Alexandre Porpetone

Paul Mc Cartney Brazilian Tribute Act
Data: Dia 25 de Maio
Horário: Sábado às 21h
Gênero: Show
Classificação: Livre
Duração: Aproximadamente 100 minutos
Valor: R$ 40,00 inteira – R$ 20,00 meia

Gálatas
Data: 30 de Maio e 01 de Junho (quinta-feira e sábado)
Horário: Quinta às 16h e sábado às 18h
Gênero: Comédia
Classificação: 6 anos
Duração: 50 minutos
Valor: R$ 15,00 (preço único – convites JÁ à VENDA)
Direção geral: Fabiano Moreira
Direção musical: Rebello Alvarenga
Direção de produção: Mpmidia
Produção executiva: Maná Consultoria
Elenco: Alexandre Paro, Fernando Araújo, João Alves e Lilly Oliveira
Musicistas: Luana Chacon – Viola; Natália Bueno – Cello; Thaís Casemiro -Violino

Serviço

Centro Cultural Wurth

Rua Adolf Wurth, 557
Jd. São Vicente – Cotia – SP
Telefone: (11) 4612-8100
Site: www.centroculturalwurth.com.br

Ingressos

BALCÃO DE ATENDIMENTO
Local: Shopping Granja Vianna – Piso L1 – entre a Livraria Saraiva e a loja Fast Shop
Endereço: Rodovia Raposo Tavares, Km 23 – Cotia – São Paulo.
Horário de funcionamento: 5ª a domingo, das 10h às 22h ou em dias de espetáculo, a partir de 1 hora antes da apresentação.
Pelo site: www.ingresso.com

Agora que vocês já anotaram essas dicas para aproveitar muito bem o mês de maio, vou indo nessa, caçando mais novidades nessa metrópole cheia de cultura espalhada pelos seus teatros luxuosos ou então, por seus becos e ruelas.
Até mais, pessoal!
Patrícia Visconti

[HUMOR] Big Brother Brasil 13

Estávamos curtindo nossas férias numa boa, desde querido comediante do nosso ‘Barquinho’ nos enviou seu novo vídeo de humor, falando nada mais, nada menos, do que o BBB 13.

Como podemos acompanhar pela programação da rede Globo, mais uma temporada daquele programa “maravilhoso” (só que ao contrário) está de volta, em sua versão verão 2013.

Confira a crítica que Mateus Caniceiro fez sobre o programa abaixo:

Por Mateus Caniceiro