Arquivo da categoria: singles

[Caixa de Som] Gustavo Prafrente: Voz, violão e poesia

Foto por: Júlia Rocha
Aos 27 anos de idade a revelação do rock nacional Gustavo Prafrente apresenta um som intimista e delicado em seu segundo álbum, com lançamento previsto para início de 2014, também de forma independente como seu primeiro projeto.
Com batidas power-trio para apresentar suas novas canções, acompanhados por Juliano da Costa (Primos Distantes) na bateria e Fernão Spadotto (Assopro) no contra baixo estreando junto com Prafrente, que empunha sua guitarra e juntos criam uma sonoridade própria.

Mesclando momentos calmos, onde o cantor deposita voz e poesia, e depois com outros aonde o trio cria uma dinâmica sonora, fortalecendo a essência musical e criativa deste disco.
Uma música para ouvir e esquecer do mundo, refletindo sua origem e vitalizando a musicalidade encontrada na cena alternativa nacional e internacional, de forma poética e original, em que a voz e o violão são os instrumentos fundamentais do show.
Confira o videoclipe da música “Quando sinto falta de você amor” que foi lançado no início deste ano.

Gustavo anda realizando diversas apresentações pelo Brasil, na quarta-feira (27), ele fez show no Baixo, situado na região central de São Paulo, promovendo seu novo trabalho. Para saber mais sobre a agenda do músico, fiquem ligados no Facebook dele, já que Prafrente está sempre conectado compartilhando novidades sobre seus novos projetos.Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] A Diva das Divas da Música

Esse especial é uma homenagem póstuma, mas não visando tristezas e lamentações pela perda de nossos ídolos querido, afinal essa pessoa homenageada não tinha nem vocação para isso.

Rosalinda e Florisbela, dupla caipira em que Hebe formou com sua irmã Stella

Hebe Maria Monteiro de Camargo Ravagnani, ou simplesmente Hebe Camargo, começou sua carreira na música, primeiro cantando com sua irmã e primas, no grupo Do-Ré-Mi-Fá e depois, já na adolescência formando uma dupla Rosalinda e Florisbela,  com sua irmã Stella Monteiro de Camargo Reis.
Mas foi na carreira solo que Hebe ganhou êxito em sua carreira. Cantando e imitando a cantora Carmem Miranda, com temos de sambas e boleros em boates e rádios na cidade de São Paulo.


A TV estava chegando no Brasil e Hebe lançava seu primeiro single, “Oh! José” juntamente com “Quem Foi que Disse” em um compacto de 78 rotações, mas depois disso abandonou a carreira musical para se dedicar mais a sua carreira no rádio e na televisão, mas sempre mantendo elos musicais, mesmo que involuntariamente.
Hebe foi convidada para participar da primeira transmissão na Rede Tupi, para cantar o hino da emissora, criado pelo empresário Assis Chateaubriand, situada na capital paulista no bairro do Sumaré (para se familiarizar com o ambiente atual, onde hoje é o prédio da MTV), mas a cantora e apresentadora não pode comparecer, por motivos pessoais (ela faltou para namorar) e foi substituída por sua amiga e também cantora e atriz, Lolita Rodrigues.

Hebe fez diversas parcerias com ícones da música da época, além de revelar diversos cantores que sentaram em seu sofá desde a época da Jovem Guarda, na década de 60.
Época em que consolidou a artista como referência em entrevistadora no país, fazendo com que ela passasse por diversas emissoras.
Mas a música sempre foi seu foco maior, Hebe gravou oito discos,  sendo eles, Hebe e Vocês (1959), Festa de Ritmos (1961), Hebe Camargo (1966), Maiores Sucessos (1995), Pra Você (1998), Como é Grande o Meu Amor Por Vocês (2001), As Mais Gostosas da Hebe (2007) e Hebe Mulher (2010).
Em 2009, a dama da TV Brasileira participou da gravação do CD e DVD “Elas Cantam Roberto Carlos”, em ela cantou o sucesso “Você não sabe”.


Inspirada nessa volta à música, Hebe volta aos estúdios e grava o seu primeiro DVD, “Hebe, Mulher e Amigos”, contando com participações de diversos cantores, como o baiano Gilberto Gil, que cantou junto a música “Esperando na Janela”.

Hebe era mais que uma mera cantora, apresentadora ou atriz, ela era uma artista completa que se entregava de corpo e alma, sempre com carisma e entusiasmo, trazendo risos e alegria não só para àqueles que o cercavam, mas para centenas de lares brasileiros.
Confira um trecho de uma das últimas entrevistas hilária do trio parada dura, em que Hebe concedeu ao Jô Soares, junto com suas amigas e confidentes, Lolita Rodrigues e Nair Belo, no ano 2000.

Por: Patricia Visconti