Arquivo da tag: autoral

[Caixa de Som] Shakespeare’s: Pop-rock autoral e original, em amor à arte

10645199_1476716669267486_2069263349097899345_n

O que acontece quando três amigos, amantes da arte se juntam para trabalhar e propagar este dom artístico?

Claro, que não poderia sair algo ruim, pois aquele que vive a arte 24 horas por dia, só visa em enriquecer e transcender sua música e seu ofício aos quatro ventos nesta grande bola chamada Planeta Terra.

10494796_1440447212894432_7988049727838745249_nAndré De Luca (Cajon), Gustavo Nunes (Violão) e Zé Junior (Voz) são três atores que querem viver de arte e ser feliz com o que fazem, buscando crescer cada dia mais e levar música para todas as pessoas possíveis.

Tudo começou quando Zé Junior alucinado por música queria montar uma banda, então ele convidou alguns amigos, isso foi em 2010, porém por intermédio de alguns imprevistos pessoais e profissionais, o grupo teve que dar uma parada, mas o sonho de Zé ainda estava prescrito, e ele regressou em um trio acústico, formando assim a Shakespeare’s. Porém, os testes para caçar novos integrantes ainda continua, afinal quando o projeto flui rápido, as boas vibrações navegam pela rede e a galera busca agregar a ideia.

Uma união de três garotos, um de cada canto do Brasil que se conheceu na cidade do Rio de Janeiro, que por intermédio de trabalhos paralelos surgiu mais do que um grupo, mas uma amizade musical e fraternal. Fazendo o que gostam e se entregando de corpo e alma a essa paixão, que é a música, a interpretação, a arte.

10489651_1440640649541755_6624198348642709772_n

Confiram um pouco do primeiro single que os meninos publicaram na web, e que já tem quase sete mil visualizações:

E para mostrar que os meninos não estão neste mundo a passeio, eles convidam a todos para votar na Banda Shakespeare’s que está participando do concurso junto com outras bandas, no concurso que irá abrir o Show da Virada no dia 31 de janeiro, na Avenida Paulista.

Quem puder firmar seu voto [AQUI], nesta banda que traz canções autorais, originais e com temas atuais, sem aspas e com muito carisma, alegria e simpatia.

Para conhecer mais sobre a Shakespear’s acesse os canais oficiais do grupo na web, e fiquem ligados nas novidades deste futuro do pop/rock nacional.

Facebook | Instagram | Youtube

 

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Banda Vexus: Superar os obstáculos é alcançar a independência

10592623_682755835135911_6832764703582256938_n

Todos sabemos a cena independente não é um caminho fácil para trilhar, há sempre os percausos durante percorrer, e muita gente querendo se dar bem as custas do talento alheio. Todavia, aqueles que conseguem ganhar destaque neste meio, sabe sobre essas controvérsias, e aprende a levantar e superar as dificuldades e obstáculos que aparecem.

Como a banda paulistana “Vexus”, que o próprio nome já diz tudo sobre superações, já que o significado é uma variação do verbo “vexar”, originário da palavra “vexare” de origem latina, com o significado de “superar todos os obstáculos”.

A banda está junto há 12 anos, com influências de grupos renomadas10306396_655040777907417_2627348280648724406_n da cena pop e rock nacional e internacional, como Bon Jovi, Metallica, Live, Iron Maiden, Nickelback, RPM, Capital Inicial, Roupa Nova, Legiao Urbana, entre outros, eles estão lançando seu segundo álbum de inéditas, totalmente autoral.

Intitulado “Novo Tempo”, o disco foi produzido por Tito Falashi, e traz canções que remetem ao cotidiano, relacionamentos, amores e amizade, com letras fortemente relacionadas a conscientização social e humana, muita escassa em muitas músicas hoje em dia.

A Vexus é formada pelos músicos Marcelo Bachega (vocalista) e Valter Dream (baterista), ambos fundadores da banda, contam ainda com Maestro Carlos Henrique Ferreira (guitarras e violões) desde meados de 2009 e recentemente com Jui (baixo).

15766_680579215353573_7239785119124262091_n

Confira abaixo um pouco do som da Vexus, e curta um pouco do pop-rock alternativo e original, que ultimamente apenas encontramos no cenário independente.

Para mais informações sobre a banda, ou para ouvir o novo compacto na íntegra, acesse o site oficial da Vexus.

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] A emoção sintoniza a Banda Trivas

1391962_651710574869013_234803323_n

Íamos falar sobre  o centenário do Dorival Caymmi,  mas como o compositor, músico, instrumentista e artista completaria 100 anos é só no dia 30, então deixamos para a próxima semana, e nesta falaremos de uma banda que presa muito sua origem autoral, influenciado pelo pop e rock nacional, a pauta hoje é sobre a Banda Trivas.

A Banda Trivas está na estrada desde 2008, sempre buscando almejar seu objetivo, que é emocionar as pessoas e fazer música de coração.

Trivas é formada pelos músicos Larissa Rodrigues (vocal e violão) e e Rui Assis (bateria), ambos residentes do bairro da Parada Inglesa, zona norte de São Paulo. Músicos que tem mais música em comum um ao outro, mas buscam prestígio em sua carreira, mostrando toda sua sonoridade pop e rock influenciada pelos principais grupos nacionais ou internacionais do gênero, entre eles estão U2, Roupa Nova, Cazuza, entre outros.

O grupo têm se apresentado em bares, festas e eventos, desde o lançamento do primeiro álbum independente da banda, lançado no Café Piu Piu, “Sorrindo Pra Mim”, produzido por Luciano Oliveira (produtor da banda), no Estúdio Ponto Som localizado no estado do Paraná.

No disco há diversas músicas, todas autorais, composta pelos próprios integrantes da banda, e também pelo amigo e parceiro da Trivas, o músico Rubens Plinta. As letras são marcantes e as melodias abordam direto na alma, trazendo temas e histórias rotineiras de situações vividas pelos músicos ou por alguém próxima à eles, sempre trazendo emoções e realizações em seus projetos, visando incentivo à cultura e ao desenvolvimento autoral de cada individuo.

1385826_648657595174311_957629912_n

Confira abaixo o primeiro videoclipe homônimo ao álbum abaixo:



Para mais informações, acesse as redes da Trivas e conecte-se com a banda: Site | Facebook | SoundCloud | Youtube

Por: Patrícia Visconti