Arquivo da tag: cinema

[8 Bits] 35 anos de Pac-Man: Ou o famoso “Come Come”

l8gP5DT

Nosso querido personagem icônico completou esses dias exatamente 35 anos no ultimo dia 22 de Maio de 2015!

Estamos falando de nada mais e nada menos que o querido Pac-Man, ou como alguns já ouviram e por zoeira ainda repetem: Come-Come.

E próximo à seu aniversário tão bem comemorado, logo menos, em 23 de Junho no Brasil, terá a estréia do Filme Pixels, um dia antes da estréia americana. No elenco, temos o famoso Adam Sandler e Peter Dinklage, que todos conhecem por ser Tyrion Lannister da série “Game of Thrones”.

No enredo, eles têm de salvar a Terra de aliens que usam personagens de games como armas para destruir a cidade. O filme tem até de quebra o próprio criador de Packman, Toru Iwatani protagonizando o filme!

E você? Vai comemoar o aniversário do Ilustre Pac Man como?

Assista abaixo 15 curiosidades sobre o maior ícone dos videogames:

Por: Daniel Barris

[Cabine da Pipoca] Cinemateca Brasileira realiza retrospectiva cinematográfica ao ar livre

glauber-rocha-2

As décadas de 50, 60 e 70 o Brasil estava borbulhante de novas ideias e projeções na cena artística do país, movimentos era criados e artistas eram consagrados. Principalmente porque o Brasil passava por um época de transição social, da população da zona rural para a zona urbana, e a indústria se consolidava na sociedade.

Oscar Niemeyer e Lucio Costa davm um novo ar à arquitetura nacional, João Guimarães Rosa, publicava o “Grande Sertão: Veredas” e João Cabral de Melo Neto, “Morte e Vida Severina”, e no teatro, Vinicius de Moraes estreava “Orfeu da Conceição”, com músicas de Tom Jobim, enquanto João Gilberto lançava o disco, “Chega de Saudade”.

Uma época onde a arte era renovava e renascia a cada ano, com algumas influências extremamente nacionais, mostrando o tempero e jeitinho brasileiro, só nós temos.

Desta leva de novos artistas, escritores e poetas, surgiu um grupo de cineasta influenciados pelos filmes Rio 40 graus, de Nelson Pereira dos Santos e O grande momento, de Roberto Santos, pela nouvelle vague, e atentos à movimentação cultural que acontecia, começa a dar forma ao Cinema Novo. Um ápice da cinematografia moderna brasileira, uma nova linguagem dos filmes, e gravações com equipamentos mais leves dos que os habituais.

Desde então, novos facetas foram surgindo e mostrando uma nova maneira de projetar películas no Brasil, entre eles estão, Glauber Rocha, Paulo César Saraceni, Carlos Diegues, Joaquim Pedro de Andrade, Leon Hirszman, Gustavo Dahl, David Neves, entre outros, realizaram obras-primas do cinema brasileiro moderno.

E assim, essas obras são cultuadas e assistidas até hoje, como um marco e referência ao cinema – de qualidade -atual. Baseado nessa propagação deste movimento, a Cinemateca Brasileira, em parceria com a Unifesp, apresenta uma sessão especial de uma das obras-primas de nosso cinema.

Várias películas retomam as telonas com apresentação gratuita na Cinemateca Brasileira. E o longa-metragem deste sábado (23), a partir das 20h30, é a obra de Glauber Rocha, “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, de 1964.

Tragam suas esteiras, cangas, almofadas e sacos de dormir, cobertores, etc, pois será uma sessão especial ao ar livre curtindo clássicos de movimentos artísticos históricos do Brasil.

A Retrospectiva Cinema – Mostra e Exposição começou no dia 30 de abril e vai até, 14 junho, sempre no mesmo horário e no mesmo lugar. Apenas, a exibição de um filme diferente.

SERVIÇO

c0976_-_p_ster_deus_e_diabo_na_terra_do_solRetrospectiva Cinema – mostra e exposição
Cinemateca ao ar livre: Deus e o Diabo na Terra do Sol

Data: 23/ maio/ 2015
Horário: 20h30
Local: Cinemateca Brasileira
End: Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino/ SP.
Entrada Franca
Mais info: www.cinemateca.gov.br

Por: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] Projeto revela novas caras do cinema nacional

diretor-de-cinema-paSr1

Todo mundo deve ter uma oportunidade, afinal ninguém chega lá em cima porque conquistou tudo sozinho, apesar nem conseguimos atingir nossa meta se formos egoístas e recusarmos o apoio daqueles que só querem nos ajudar.

Visando neste apoio, o Portal Tela BR, em parceria com a Rede Cinemark, criou o projeto “Brasil em Cartaz”, que tem em suma divulgar novos cineastas e novas leituras do cinema nacional, que anda em extensão e nos porões e garagens borbulham os roteiros cinematográficos.

As inscrições começam nesta sexta-feira (15), essa já é a quarta edição do projeto,. Neste neste ano os inscritos devem contar uma história sobre como a água pode mudar a vida de pessoas e lugares.

O vencedor do concurso será premiado com um kit cineasta (Câmera Canon 60D 18MP + Lente 18-135mm + Cartão de memória de 16GB + Bolsa), além de ter o seu curta-metragem exibido nas salas de cinema da Rede, em todo país, até alcançar a marca de 1 milhão de espectadores. O objetivo é incentivar novos talentos e o desenvolvimento da produção cinematográfica nacional.

Para participar, os candidatos devem inscrever vídeos de qualquer gênero (animação, documentário ou ficção) com duração mínima de 30 segundos e máxima de um minuto, a partir do tema: “Água, me dá um balde aí!”. Desenvolvido em parceria com a Rede Cinemark, o concurso é uma realização do Portal Tela BR, que promove a formação audiovisual e é mantido pelo Instituto Buriti.

Para saber mais sobre o concurso e também, baixar a ficha de inscrições, basta acesse o Portal Tela BR, ler o regulamento e colocar a ideias criativas em prática, para quem sabe um dia, ter sua película exibida em todo Brasil.

A inscrições se encerram no dia 15 de junho.

Por: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] Mad Max 4 volta às telonas com novo Max Rockatansky

mad-max_bfue.1920

Nesta semana no Cabine da Pipoca, vamos fala de um lançamento atual, que tantos outros veículos já falaram ou vão falar ainda, que do filme de ação, que a continuação da saga de Mad Max.

O filme que foi dirigido por George Miller, se passa na Austrália, em que um membro de uma gangue de motociclistas Crawford “Nightrider”, escapa de sua custódia policial roubando um Especial de Perseguição, embora inicialmente ele consiga escapar de seus perseguidores novatos, o melhor em perseguição, Max Rockatansky envolve Nightrider em uma perseguição em altíssima velocidade, que resulta na morte de Nightrider e sua acompanhante em um violento acidente.

A história do filme começou na década de 80, com o ínicio de sua trilogia, mas muitos se falava de continuação, mas não havia projetos concretos, a volta de tarzer Mad Max, para as telonas, surgiu no começo do anos 2000, no ano de 2003, em que Mel Gibson e George Miller, resolveram que estavam prontos para continuar a gravar a continuação da trilogia, que foi grande sucesso em anos atrás. Foi então que começou as gravações de Mad Max 4.

Mas no meio do percusso, teve alguns problemas, como as dificuldades de filmar na Austrália, acabou adiando a produção, fazendo com que o ator principal saísse do filme, mas depois de 10 anos, as gravações voltaram as filmagens, mas agora com Tom Hardy e Charlize Theron como atores principais.

Mad Max foi sucesso de bilheteria da época e foi creditado por uma abertura em produções de cinema na Austrália, sendo também notável por seu um dos primeiros filmes australianos a ser filmado com uma lente widescreen anamófica, tendo duas sequências de Mad Max 2 : The Road Warrior em 1981 e Mad Max Beyond Thunderdome em 1985 e agora 2015, o quarto filme da saga, Mad Max: Fury Road, que teve lançamento nesta semana, com o ator Tom Hardy, como Max Rockatansky.

Mad-max-6_zps88226f54Sinopse

Em um futuro não muito distante e pós apocalíptico, a Lei e Ordem da Austrália começam a ruir. Um membro de uma gangue de motociclistas Crawford “Nightrider” Montizano escapa de sua custódia policial roubando um Especial de Perseguição (Holden Monaro). Embora inicialmente ele consiga escapar de seus perseguidores novatos, o melhor em perseguição, Max Rockatansky envolve Nightrider em uma perseguição em altíssima velocidade, que resulta na morte de Nightrider e sua acompanhante em um violento acidente.

A gangue de motociclistas de Nightrider, liderados por Toecutter e Bubba Zanetti chega em uma cidade vandalizando propriedades, roubando combustível e aterrorizando a população. Max e o oficial Jim “Goose” prendem um jovem protegido de Nightrider Johnny “The Boy” Boyle, quando Johnny, muito drogado e incapaz de pilotar sua moto, fica para trás após a gangue violentar um jovem casal. Quando não aparece testemunhas para seu julgamento, os tribunais arquivam seu caso e Johnny é liberado.  Um furioso Goose ataca Johnny e ambos são contidos por outros policiais e trocam juras de vingança entre si. Depois que seu advogado arrasta Johnny para longe, o capitão Fred “Fifi” McPhee diz a seus oficiais que façam o que for preciso para pegar as gangues, mas tudo dentro da legalidade.

Pouco tempo depois Johnny sabota a motocicleta de Goose, que trava em alta velocidade e joga Goose pra fora da estrada. Goose escapa ileso mas sua moto fica bastante danificada. Ele pega uma camionete emprestada para levar sua motocicleta de volta. No entanto Johnny e Toecutter estão esperando Goose em uma emboscada. Johnny lança  um tambor de freio no pára-brisas do carro em que Goose está o fazendo sair da estrada e capotar. Toecutter instrui Johnny a jogar um fósforo aceso na gasolina que
vaza do carro onde Goose está preso. Johnny inicialmente recusa e Toecutter verbalmente e fisicamente insiste e Johnny joga o fósforo aceso nos destroços do carro,  que irrompe em chamas.

Goose é gravemente queimado. Depois de ver seu corpo queimado no hospital, Max se desilude com a Força Policial. Preocupado com que pode acontecer a ele se continuar trabalhando para a MFP – e que ele está desfrutando da insanidade – Max diz a seu Capitão Fifi que está renunciando à MFP. Fifi, no entanto, o convence a tirar férias  antes de tomar sua decisão final.

Enquanto no litoral, a esposa de Max, Jessie e seu filho pequeno fogem da gangue de Toecutter, que tentou estuprá-la. Ela foge, mas a gangue encontra- os em uma fazenda remota onde ela e Max estão hospedados. Eles atropelam Jessie e seu filho quando eles tentam escapar deixando seus corpos esmagados no meio da estrada. Max chega tarde demais para salvá-los.

3033642-poster-p-1-first-look-mad-max

Mais informações

Direção
George Miller

Produção
Doug Mitchell
P.J. Voeten
George Miller

Roteiro
George Miller
Brendan McCarthy
Nico Lathouris

Elenco
Tom Hardy
Charlize Theron
Nicholas Hoult
Hugh Keays-Byrne
Zoë Kravitz
Rosie Huntington-Whiteley

Gênero
Ação
Aventura
Ficção científica

Música
Junkie XL
Hans Zimmer (produção musical)

Cinematografia
John Seale

Edição
Jason Ballantine
Margaret Sixel

Companhia produtora
Village Roadshow Pictures

Distribuição
Warner Bros

Mais informações acesse as paginas de Mad Max, na Web

Site | Facebook | Twitter

Assista o trailer do filme abaixo

Por Priscila Visconti

[Cabine da Pipoca] Velozes e Furiosos continua surpreendendo os fãs

FastFurious02

As filmagens de Velozes e Furiosos 7 (Fast and Furiosos 7) acontecia quando o mundo do cinema sofreu com a perda do ator Paul Walker (vítima de um acidente de carro em 2013), fazendo com que muitos se perguntassem se o filme seria mesmo lançado e como seria sem um de seus principais astros. E não só saiu como também fizeram uma bela homenagem para Paul.

Como já vem acontecendo na franquia, o foco do enredo do longa não são as corridas de rua, como nos primeiros filmes da série. Nesse, a trama se baseia na vingança de Ian Shaw (Jason Statham) após os acontecimentos de Londres, em que seu irmão foi derrotado pela família de Dominic Toretto (Vin Diesel). Logo nas primeiras cenas, o embate é apresentado intensamente, quando Ian envia um pacote para a residência Toretto e explode a casa de nº 1327.

Dominic também descobre que Ian foi responsável pela morte de Han (Kung Kang), em Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio, o terceiro da série.

Com a ficha limpa, Dominic e sua equipe recebem a ajuda do Sr. Ninguém (Kurt Russel) para derrotar Ian, enquanto Hobbs (Dwyane Johnson) é atacado pelo vilão.

Então acontece uma das melhores cenas do longa, quando os carros caem de um avião, resgatam a hacker Ramsey (Nathalie Emmanuel), que é de grande importância para o decorrer do filme e responsável pela criação de um programa que pode deter Shaw, como pode encontrar qualquer pessoa em qualquer lugar do planeta.

Dominic Toretto e Brian O’Conner roubam um Lykan HyperSport (carro avaliado em US$ 3,4 milhões) de um príncipe árabe. Como o carro está na cobertura de um prédio, e Ian aparece, Dominic simplesmente mostra a força do motor Twin Turbocharger, 770 cavalos e 3.746 cilindradas, e atravessa dois prédios. Uma pena que no final, o carro despenca e se torna um punhado de ferro retorcido no chão de Dubai.

Saiba-quais-os-carros-que-Paul-Walker-e-Vin-Diesel-pilotarão-em-Velozes-e-Furiosos-6-4-800x450

O filme é empolgante do começo ao fim, com ótimas cenas de luta, até entre as musas Michelle Rodriguez (Letty Ortiz) e Ronda Rousey (Kara, uma das guardas do príncipe árabe). A parte cômica não poderia faltar e não seria de outro se não Roman Pearce (Tyrese Gibson). Mas a parte mais aguardada era a homenagem da equipe a Paul Walker, que emocionou os fãs e com certeza fará falta a franquia, mas também ao cinema em geral. R.I.P Paul Walker.

Assista o trailer abaixo:

Por: Rodrigo Bocatti, do Redação do Entretenimento

[Cabine da Pipoca] Saiu o primeiro trailer de Batman vs Superman: A Origem da Justiça

10441357_1567000570241479_5031086940082272208_n

Semana passada foi a vez de Os Vingadores, aqui no OBC, já que nesta semana, quinta-feira (23), estreou o filme nos cinema em todo o Brasil, agora é a vez dos heróis da DC Comics, aparecer aqui na Cabine da Pipoca, com o filme Batman vs Superman: A Origem da Justiça, que tem previsão de estreia em março de 2016, mas que os fãs tiveram a honra de serem contemplados com o primeiro trailer do longa.

A direção é de Zack Snyder e os fãs já podem acessara página oficial do filme no Facebook e acompanhar as novidades sobre a produção.

10460681_1593447477596788_5953791548771069875_nO elenco do filme conta com Henry Cavill, repetindo seu papel como Superman/Clark Kent; Ben Affleck atuando como Batman/Bruce Wayne; e Gal Gadot como Mulher-Maravilha/Diana Prince e ainda participam também Jesse Eisenberg como Lex Luthor e Jeremy Irons como Alfred. O filme também traz de volta as estrelas de
“O Homem de Aço”: Amy Adams, Laurence Fishburne e Diane Lane.

A história é de Chris Terrio a partir de um roteiro de David S. Goyer. Charles Roven e Deborah Snyder são os produtores, com Benjamin Melniker, Michael E. Uslan, Wesley Coller, David S. Goyer e Geoff Johns como produtores executivos e a história do filme é baseada nos personagens de Superman, criados por Jerry Siegel e Joe Shuster, no Batman, criados por Bob Kane e na Mulher-Maravilha, criada por William Moulton Marston, que aparecem nas histórias em quadrinhos publicadas pela DC Entertainment.

11156132_1593447464263456_7212647819734828956_nBATMAN VS SUPERMAN: A ORIGEM DA JUSTIÇA
Elenco: Henry Cavill, Ben Affleck, Gal Gadot, Jesse Eisenberg, Jeremy Irons, Holly Hunter, Callan Mulvey, Tao Okamoto, Amy Adams, Laurence Fishburne e Diane Lane
Gênero: Ação, Aventura
Diretor: Zack Snyder
Data de estreia: 24 de março de 2016

Mais informações
Site | Facebook

Confira o primeiro trailer abaixo BATMAN VS SUPERMAN: A ORIGEM DA JUSTIÇA

Por Priscila Visconti

[Cabine da Pipoca] Os Vingadores: Era de Ultron estreia na próxima semana no Brasil

vingadoresavengers

Hoje é dia de cinema aqui em nossa embarcação, e essa vai para os fãs da Marvel, em especial para quem gosta da liga mais poderosa e querida não só em Nova York, mas também em todo o mundo, Os Vingadores.

Como já sabemos que na próxima semana, dia 23 de abril, estreia o filme aqui no Brasil, apesar que lá nos Estados Unidos, só vai estrear no dia 1º maio, mas a ansiedade de esperar até maio era tanta, e graças a Comic Con Experience, do ano passado, conseguimos esse privilégio de ter essa estreia, antes mesmo dos países norte-americano.

Os Estúdios Marvel tem a honra de apresentar o segundo filme de Os Vingadores: Era de Ultron, a épica sequência de um dos maiores filmes de super-heróis de todos os tempos, com Tony Stark, tentando reiniciar um programa de manutenção de paz, as coisas não dão certo e os super-heróis mais poderosos da Terra, incluindo Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro, terão que passar no teste definitivo para salvar o planeta. Mas com o aparecimento do vilão Ultron, a equipe dos Vingadores tem a missão de neutralizar seus terríveis planos. Alianças complicadas e ação inesperada pavimentam o caminho
para uma aventura épica global.

Os Vingadores: Era de Ultron é estrelado por Robert Downey Jr., que retorna como Homem de Ferro, ao lado de Chris Evans como Capitão América, Chris Hemsworth como Thor e Mark Ruffalo como Hulk. Ao lado de Scarlett Johansson como Viúva Negra e Jeremy Renner como Gavião Arqueiro, e com o apoio de Samuel L. Jackson como Nick Fury e Cobie Smulders como agente Maria Hill, a equipe precisa se reunir para derrotar James Spader como Ultron, um vilão tecnológico terrível que busca a extinção da raça humana.

No caminho, eles terão que enfrentar dois misteriosos e poderosos novatos, Wanda Maximoff, interpretada por Elizabeth Olsen, e Pietro Maximoff, interpretado por Aaron Taylor-Johnson, e encontrar um velho amigo em uma nova forma quando Paul Bettany se torna o Visão.

O filme foi escrito e dirigido por Joss Whedon e produzido por Kevin Feige, Vingadores: Era de Ultron da Marvel é baseado na popular série de revistas em quadrinhos da Marvel “The Avengers”, publicada pela primeira vez em 1963 e prepare-se pois será uma aventura cheia de ação quando Os Vingadores retornarem em Vingadores: Era de Ultron da Marvel na próxima semana dia 23 de abril de 2015.

os-vingadores-2-a-era-ultron

Sinopse
Os super-heróis Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Thor (Chris Hemsworth), Hulk (Mark Ruffalo), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) retornam mais uma vez para proteger o planeta, quando Tony Stark (Robert Downey Jr.) tenta construir um programa de manuntenção da paz que não dá certo.

Com a ajuda de Nick Fury (Samuel L. Jackson) e a agente Maria Hill (Cobie Smulders), o grupo de super-heróis tem de derrotar Ultron (voz de James Spader), um terrível e perigoso vilão tecnológico, que quer destruir a raça humana. No embate, eles contam com a ajuda de Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Mercúrio (Aaron Taylor-Johnson) e Visão (Paul Bettany).

Informações
Gênero: Ação e aventura
Classificação indicativa: 12 anos
Data de lançamento no Brasil: 23 de abril de 2015
Duração: 150 min
Elenco: Robert Downey Jr., Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Chris Evans, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Aaron Taylor-Johnson, Elizabeth Olsen, Paul Bettany, Cobie Smulders com James Spader e Samuel L. Jackson como Nick Fury
Diretor: Joss Whedon
Produtor: Kevin Feige
Produtores executivos: Louis D’Esposito, Alan Fine, Victoria Alonso, Jeremy Latcham, Patricia Whitcher, Stan Lee, Jon Favreau
Escrito por: Joss Whedon

MARVEL STUDIOS
Site da internet e celular: marvel.com/avengers
Curta no Facebook: https://www.facebook.com/avengers
Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/avengers

avengers

Trailer do Filme Os Vingadores: Era de Ultron

Por Priscila Visconti
(Só mais uma doida pela Marvel e ansiosa para assistir esse filme.)

[Cabine da Pipoca] O Sal da Terra – A história do fotográfo Sebastião Salgado

10959491_383042545190690_8901502857781254985_n

Já era para termos publicado, mas a falta de tempo e a correria do dia-a-dia, nos empacava no caminho, mas aqui estamos, falando do documentário de grande fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado, que estreou no mês de março, nos cinemas em todo o Brasil.

O Sal da Terra, foi dirigido pelo seu filho Juliano Salgado e Wim Wender, que também fez a produção do documentário, junto com Lélia Wanick Salgado, David Rosier, Julia de Abreu, Fakhrya Fakhry, Andrea Gambetta e Christine Ponelle.

10392507_392542804240664_3682901735076140090_nO documentário trata da história de Sebastião Salgado e de suas aventuras fotográficas, viajando ao redor do mundo, seus passos de uma humanidade sempre em mutação e testemunhando alguns dos principais eventos da nossa história recente, conflitos internacionais, a fome e o êxodo. Ele agora embarca na descoberta de territórios imaculados, da flora e da fauna selvagem e de paisagens grandiosas como parte de um enorme projeto fotográfico. Uma homenagem à beleza do planeta.

Antes de Wenders ingressar na equipe do documentário, Juliano, já havia feito algumas cenas de seu pai em ação, registrando várias imagens da jornada do fotógrafo.

Com a chegada do cineasta alemão, o documentário passou a ter um olhar mais pessoal e profundo, embora as sequências filmadas por Juliano, também foram bastante importantes, mas Wenders buscou mais ligação com a obra do fotógrafo, pois focou em tomadas preto e branco, já que Salgado, prefere fazer suas fotos assim também,
mas ele também retratou ambientes de trabalho, colhendo depoimentos com a câmera em close.

O filme não possui um formato quadrado, pois tem uma narração de Wenders, outra mais discreta de Juliano e ainda os depoimentos, que são tão longos e reflexivos que acabam assumindo também a forma de narração.

Assista abaixo o trailer do documentário “O Sal da Terra”:

Mais informações sobre o documentário:

8155f6dafec21498b92203c8bbe45496

O Sal da Terra (The Salt of the Earth)
Ano: 2014
Duração: 110 min

Estrelando
Sebastião Salgado

Direção
Wim Wenders
Juliano Ribeiro Salgado

Produção
Wim Wenders
Lélia Wanick Salgado
David Rosier
Julia de Abreu
Fakhrya Fakhry
Andrea Gambetta
Christine Ponelle

Roteiro
Wim Wenders
Juliano Ribeiro Salgado
David Rosier

Produzido
David Rosier

Música
Laurent Petitgand

Lançamento
França – 15 de Outubro de 2014
Brasil – 12 de Março de 2015

Prêmios
Prêmio Especial na mostra Un Certain Regard no Festival de Cannes 2014

Mais informações
Site | Facebook | Twitter

Por Priscila Visconti

[Cabine da Pipoca] Azizam apresenta um Irã distinto e poético, do que aquele mostrado pela mídia Ocidental

1484695_868211709905643_2406986852172500361_n

O Irã ou “Irã de Persis” – “terra dos persas”, como os historiadores o chamava, devido aos escritos históricos por eles mesmos.

Uma terra que já foi o principal poder cultural e político dominante na região, além de apresentar ao mundo durante a Idade de Ouro Islâmica diversos cientistas, acadêmicos, artistas e pensadores influentes.

Já hoje é uma potência média e regional, possuindo uma relevante influência na segurança energética internacional e na economia mundial através de suas reservas fósseis, além de ter a maior oferta de gás natural e a quarta maior reserva petrolífera no mundo.

O país é altamente multicultural e inclui grupos éticos e linguísticos por todo o país, e também na região islâmica.

Visando em toda essa evolução, mas pensando no lado poético, as diretoras de cinema Andrea Mendonça e Mirelli Fernandes projetaram o documentário, “Azizam Filme”, retratando essa pluralidade na visão de duas brasileiras (Andrea Mendonça e Mirelli Fernandes Rosa) e duas iranianas (Roya Fallahi e Sara Najar), mostrando outro lado que a grande mídia ocidental não pauta, desmistificando alguns conceitos e expressando um novo olhar ao continente.

Pois, assim como no ocidente, as mulheres islâmicas são livres e independentes para ir e vir quando bem entendem, independente dos costumes e vestimentas que usem. Apenas retrata a uma visão cultural, que para o mundo ocidental é um pouco estranho e distante, mas é extremamente normal no Oriente Médio.

Todavia, a equipe tem um empecilho para dar continuidade na produção, principalmente por ser independente e não conter verbas federais, estaduais ou municipais. Então, eles contam com o apoio das mentes abertas e distintas, que vivem fora da caixa que nos empurra para a alienação.

Para saber mais sobre o projeto acesse a página oficial do projeto, onde há mais informações sobre o documentários e também sobre recompensas para os futuros apoiadores.

Assista abaixo o teaser do longa-metragem:

Mais info: Facebook

Por: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] Nome: O ego e a solidão nunca estiveram tão presentes!

10632868_376787659189598_1081530905205320781_n

A vida de um jornalista nem sempre é linda como muitos pensam ser, principalmente aquele típico personagem das redações, onde convive com vaidade, poder, socialização, solidão e fantasia. Uma rotina árdua e de perseverança diária, para não enlouquecer e cair desta luta.

Baseado nisso, o jornalista e diretor, Franthiesco Ballerini, roteirou a trama “Nome”. Um curta-metragem que traz um jornalista e crítico de música erudita, que alimenta sua vaidade em suas matérias publicadas, e desde então é considerado um grande nome entre os críticos, mas que em alguns momentos sua autoestima é acobertada, fazendo-o com que ele olhe ao redor e conheça uma nova e insuportável realidade.

No elenco, a presença do ator Germano Pereira  como protagonista do curta, como personagem ‘Nome’.

Uma realidade tão plausível no meio jornalístico, que muitos podem não acreditar, mas com a rotina íngreme a mente humana acaba deslumbrando-se no ego e invocar na solidão.

10947209_351708565030841_6626043005788798033_n

Para conhecer mais sobre esse projeto de Franthiesco e também ajudar a apoia-lo, acesse a fanpage do curta no Facebook e confira o teaser abaixo.


O projeto será filmado no final de abril e teremos cinco meses para finalização, estando pronto por volta de agosto.

Por: Patrícia Visconti