Arquivo da tag: escritora

[Cantinho Literário] Jojo Moyes desembarca no Brasil

Nesta semana quem desembarca no Brasil para agradecer o carinho de seus fãs e também divulgar seu novo livro, lançado em fevereiro desde ano é a escritora britânica Jojo Moyes, que já levou milhões de pessoas às lágrimas com seus livros, como o best-seller Como eu era antes de você, que foi a obra mais vendida no Brasil. Continuar lendo [Cantinho Literário] Jojo Moyes desembarca no Brasil

Anúncios

[Cantinho Literário] Outlander – A série de romances da escritora Diana Gabaldon

url
Nessa semana vai ser uma dica, que vi através do perfil da Thati Teixeira, do Blog da Thati, uma amante literária lá do nordeste, que sempre posta várias dicas e resenhas super legais, como essa dica que repasso a toda a nossa tripulação, que é o primeiro livro de uma série de oito livros, escrito pela norte-americana Diana Gabaldon.

O livro é Outlander – Nas Asas do Tempo, que é um romance que acontece na Escócia no século XVIII e XX e a história central gera em torno da protagonista Claire Beauchamp Randall, uma mulher de personalidade forte, que luta para se manter em um mundo de homens violentos e busca seu amor verdadeiro, enquanto viaja pelo tempo.

Claire foi separada de seu marido Frank pouco depois da lua-de-mel, quando ele foi convocado para lutar na Segunda Guerra Mundial, no final do conflito, Claire e Frank se reencontram e retomam a vida que tinham em comum numa viagem à Escócia, porém o reencontro não ocorre da forma esperada.

Parece haver um distanciamento entre a esposa e o marido, muito maior do que aquele causado pelos anos de guerra, ao visitar uma antiga e mística formação de rochas, Claire finalmente vai conhecer seu destino.

326SK1423065225GA escritora do livro Diana Gabaldon, é uma capricorniana e norte-americana do Arizona, que tem ascendência mexicana e inglesa, que já teve seus livros publicados em 23 países e traduzidos em 19 idiomas e Outlander é sua obra mais lida em todo o mundo, a história é um romance, com ficção científica e história, por isso que
gosta desse gênero de literatura, vai curtir essa obra da Diana.

Sinopse
A inglesa Claire Randall, enfermeira durante a Segunda Guerra Mundial, viaja com o seu marido Frank à Escócia para uma reaproximação após anos separados pela guerra. Entretanto, Claire descobre-se sozinha no ano 1743 pouco após a chegada, durante os levantes jacobitas. Nesse ambiente, ela conhece o jovem guerreiro escocês Jamie Fraser e Jonathan Randall, antepassado de Frank e capitão inglês.

capa_Outlander_lombada41mm.inddServiço
Outlander – Nas Asas do Tempo
Autora: Diana Gabaldon
Idioma: inglês
País: Estados Unidos
Gênero:
Fantasia
Romântico
Histórico
Ficção científica
Série: Outlander
Editora: Delacorte Books
Lançamento: 1991
Páginas: 640

Edição portuguesa
Tradução:
Filipa Aguiar
Revisão:
Rui Augusto
Editora:
Casa das Letras
Lançamento:
2010
Páginas:
773

outlander-bookcover-blue-img

Mais informações sobre a escritora Diana Gabaldon:
Facebook | Site | Twitter | YouTube

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Lua Azul – O Poder: Filhos da Luz, de Priscila Wolf

11015070_631467250319867_6777360503729935357_n

Salve salve tripulação literária do OBC, essa semana no Cantinho Literário, vamos falar de um romance com magia, feitiçaria e a luz e a escuridão, que a autora Priscila Dias, ou como ela assina em seus textos e livros, Priscila Wolf, quis passar à seus leitores, com uma história com elementos mágicos e locais com paisagens mística, na cidade de Salém.

O romance Lua Azul – O Poder, é uma arrebatadora iniciação no mundo da magia, embora perigoso, da feitiçaria e seu lado de Luz e Escuridão, é impossível esquecer essa jovem menina, Priscila Cobot.

Ela se obrigou a ser forte e independente, mesmo que ela ainda não saiba, e que sobrevive aos obstáculos, apesar de todos os seus medos interiores, e enfrenta os seus temores na sua busca de si mesma e da sua essência.

Seu livro Lua Azul , pode conhecer a verdadeira história da arte da feitiçaria e todo o percurso que essa religião e seus praticantes tiveram que enfrentar até os dias atuais.

10351253_1478427385755056_987598614432729784_nA autora Priscila, que por mais coincidência com o nome da personagem e paixão pelo lado místico, é do interior de São Paulo, da cidade de Lins, mas que vive na cidade de Bethesda do Norte, nos Estados Unidos, com seu marido.

Sinopse

Priscila Cobot é uma jovem de 18 anos recém-chegada a Salém. Apesar de parecer normal, Priscila tem um segredo que a diferencia das outras adolescentes: ela é uma bruxa de nascença.

Ali em Salém, ela conhece os Collins, dois jovens de grande beleza. Ela só não sabia que quanto mais se aproximava deles, mais perto de sua própria verdade estava.

Perseguidos por uns, amaldiçoados por outros, os Bruxos, seus segredos e mistérios, sobreviveram ao ódio, às fogueiras e ao esquecimento. Assim, seu legado oculto permaneceu admirado por todos, imitado por alguns, e entendido por poucos. Muitos acreditavam que o conhecimento estava perdido. Mas é chegado o tempo dos escolhidos se conhecerem.

11123581_645019372297988_1029224752233902401_n

Lua Azul – O Poder: Filhos da Luz
Romance
Páginas: 318
Autor: Priscila Wolf
Acabamento: brochura
Tamanho: 16 x 23 cm

Mais sobre a escritora Priscila Wolf

Facebook Priscila Wolf
Facebook Filhos da Luz 
Twitter 

 

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Uma carta do passado, pode mudar a vida amorosa de uma pessoa, em “A Última Carta” de Jojo Moyes

A_ltima_carta_de_amor

Nessa semana vamos dar para a literatura britânica atual, que tem há diversos autores novos, com bastante conteúdo e com ótimas histórias para ler e se encantar, como a britânica Jojo Moyes, que nasceu em Londres, no Reino Unido, em 1969.

Jojo é jornalista e já foi correspondente do jornal inglês The Independent, no qual ficou até o ano de 2002, depois desse ano a escritora entrou de cabeça no mundo literário, dedicando todo seu tempo, publicando seu primeiro romance no mesmo ano,  Sheltering Rain.

Jojo1

Mas não é desse livro que iremos citar hoje, mas sim de seu outro livro, lançando em 2012, 10 anos depois da sua primeira publicação literária, que é o livro A última Carta.

O livro conta a história de uma jornalista que tem uma vida amorosa complicada e encontra algumas cartas antigas, endereçada por “B” e através dessas correspondências, ela irá encontrar algumas soluções se seu próprio problema nos relacionamentos, trazendo a leitura uma comovente e irremediavelmente ar romântico.

Os personagens realísticos complexos e uma trama bem-elaborada, A última carta de amor entrelaça as histórias de paixão, adultério e perda de Ellie e Jennifer. Ellie é uma jornalista que tem uma vida amorosa complicada já que está envolvida há algum tempo com um homem casado e isso acaba prejudicando sua vida em outros
aspectos, incluindo sua carreira.

Quando sua chefe começa a cobrar mais dela, uma matéria importante surge como oportunidade e a faz ir à procura de artigos mais antigos que se encontram no arquivo do jornal, onde ela encontra uma carta de amor escrita por um homem misterioso.

ultima_carta_de_amor

Sinopse:
A última carta de amor – Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. Novamente em casa, com o marido, ela tenta sem sucesso recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por “B”, e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante.

Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido — em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado —, Ellie começa a procurar por “B”, e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas de seu próprio relacionamento.

Para conhecer mais sobre a autora e de suas outras obras, confira os endereços abaixo e veja mais sobre Jojo Moyes:

Site | Facebook | Twitter

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Resenha do livro “Desolada”

481759_383410941775799_823610544_n

Salve salve tribulação, tamô na área com mais um Cantinho Literário, trazendo sempre um novo escritor, para enriquecer cada vez mais e mais a literatura não só do boletim OBC, mas também a brasileira.

Esta semana será uma resenha do livro “Desolada”, no qual já falamos aqui, mas dessa vez não será só uma resenha crítica, mas sim do próprio livro, para ajudar ainda mais na divulgação do livro, que segundo a autora, Agatha de Assis, está indo muito bem, pois toda semana ela tem um ‘pilha’ de livros para entregar à seus leitores.

Então nós do boletim cultural, mas suburbano do Brasil, estamos aqui para promover esses autores, que estão começando na carreira, assim como a gente. Por isso, se liga na resenha literária, feita pela nossa repórter de literatura, escrita a próprio punho, ou som do jovem cantor curitibano Rapha Moraes, que estava fazendo um pocket show, com seus fãs lá no Centro Cultural São Paulo, na região central da Vergueiro, na cidade de São Paulo.

555355_319138508203043_930894393_n

Resenha literária do livro “Desolada”, de Agatha de Assis:

Na cidade de São Paulo há uma linda garota de 17 anos, com cabelos negros da cor da noite, os olhos azuis da cor do mar e a pele tão branca quanto neve, que seus pais a chamava de Branca de Neve. Seu nome era Dakota, ou como sua melhor amiga Aline a chamava Dakie.

Um certo dia a garota, teve um sonho com uma moça ruiva, muito bonita, e sedutora e bastante misteriosa, que a deixou um pouco apavorada.

Mas, esse sonho que ela estava tendo, era coisa de outro mundo, típico sobrenatural, que a deixava assustada, pois não era só a moça ruiva que aparecia, mas também um jovem homem, que parecia ser um anjo de asas negras, que caíam de seu corpo e o transformava em um demônio.

Mas nem tudo são flores, pois de tanto a garota viver esse sonho sobrenatural, pois até mesmo os mais sonhadores têm de deixar suas vidas e seguir um outro caminho, mesmo que seja inevitável em nossos planos terrestres, para àqueles que sempre demonstraram sentimentos e carinhos pela vossa pessoa, nunca a esquecerá.

Aliás, a autora de “Desolada” esta fazendo uma super promoção, de ‘Halloween’, que é um concurso cultural, que irá premiar a melhor ideia, que as três melhores ficarão em seu site e a melhor, além de ficar até no site, também ganhará um livro autografado pela Agatha.

Confira mais informações da promoção “Helloween Cultural”, clicando aqui, para concorrer à um super livro, com uma história que junta amor, amizade, sedução, coisas sobrenaturais e tudo que sua imaginação criar.

10733475_1574408809454456_817529761_n

Veja mais sobre o livro “Desolada”, aqui no site, da escritora carioca Agatha de Assis;

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] 100 anos de Carolina Maria de Jesus

caroline-maria-de-jesus

O Cantinho Literário dessa semana, não será dedicado a novos escritores, poetas e nem iremos passar dicas de livros e autores à vocês, mas sim será um especial centenário, da escritora mineira Carolina Maria de Jesus, que completou 100 anos no mês de março.

A história da Carolina começa em Minas Gerais, em uma comunidade rural, onde seus pais eram agricultores. Ela foi para escola forçada por sua mãe, depois de a esposa de um rico fazendeiro pagar seus estudos e de mais outras crianças do bairro mineiro, mas ela parou de ir a escola no segundo ano, mas mesmo assim conseguiu aprender a ler e escrever, mesmo sem ir mais a escola.

Depois que sua mãe faleceu, no ano de 1937, a jovem Carolina se muda para a capital de São Paulo, no qual ela construiu sua própria casa, usando madeiras, lata, papelão e qualquer coisa que pudesse encontrar e todas as noites ela saia para coletar papel, para arrecadar dinheiro para sustentar sua família. Mas quando encontrava revistas e cadernos antigos, guardava-os para escrever em suas folhas, sendo assim que começou a escrever sobre seu dia-a-dia, sobre como era morar na favela.

No ano de 1960, a autora publicou “O Diário de Carolina Maria de Jesus”, e neste mesmo ano ela conhece o jornalista Audálio Dantas, que estava fazendo uma cobertura do pequeno parque municipal, que logo após a cerimônia, ele viu Carolina de Jesus de pé na beira do local gritando “Saiam ou eu vou colocar vocês no meu livro!”, Audálio quando viu aquela cena foi logo conversar com a escritora e já pediu uma mostra de seu livro para ler e logo depois correu para o jornal onde trabalhava.

Foi ai que o livro “A História de Carolina”, estourou pela cidade e pelo país e ainda em 1960, Carolina Maria publica seu novo livro, “Quarto de Despejo”.

A tiragem de “Quarto de Despejo”, teve dez mil exemplares, só lançamento, se esgotando na primeira semana. A linguagem no qual escrevia em seus livros, era simples e deselegante de uma pessoa sem muita instrução, mas mesmo assim, foi traduzido para 13 idiomas, se tornando um best-seller na América do Norte e na Europa.

Mas depois de muita fama e alguns livros em sua bagagem, a escritora, que teve apenas uma filha, na qual ela criou sozinha, morreu no subúrbio de São Paulo, pobre e esquecida, em 13 de fevereiro de 1977, com 62 anos, com insuficiência respiratória. Segundo sua filha, vera, Carolina Maria de Jesus queria se tornar atriz e cantora, mas que ela não conseguiu realizar esse sonho.

Livros publicados
Além do Quarto de despejo (1960)
Quarto de despejo (1960)
Pedaços de fome (1963)
Provérbios (1963)
Diário de Bitita (1982, póstumo)

O pobre e o rico, de Carolina Maria de Jesus

“Ex-catadora de papel, Carolina foi descoberta pelo jornalista Audálio Dantas ao escrever uma matéria sobre a expansão da favela do Canindé. Com pouca escolaridade, favelada, mulher, negra e pobre, Carolina fez das obras um meio de denúncia sócio-política.”

carolina 2

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Do caderninho de poesia à uma coletânea de poesias

1185248_579358842109944_1973639409_n

Esta semana vamos abrir a editoria aqui n’O Barquinho Cultural, claro que é com a editoria de literatura, o Cantinho Literário, mas é com uma colega de profissão da equipe do OBC, graduada em jornalismo, no Centro Universitário FIEO (UNIFIEO) e como todos já sabem, nós damos muito privilégio aos colegas jornalistas, como a escritora e jornalista Mary Prieto, 21 anos, de São Paulo/capital.

1146482_579423188770176_1472634253_n

Mary sempre teve a literatura em suas veias, pois com apenas oito anos de idade, ela ganhou o clássico “O mundo de Sofia” .

A filosofia se tornou sua  paixão e seu objetivo, no qual a perseguiria por toda sua vida, Mary manteve sua vocação pela escrita, leitura e as análises do mundo, caçando novas histórias, para embasar em seus conhecimentos e ideias.

A escritora utiliza-se as ideias de seu caderninho de poesia, para superar seus obstáculos e tornar suas ideias e conhecimentos, para se comunicar, expor sua poesia e transformá-las em reflexões. Como diria Clarice Lispector, a palavra é o seu domínio sobre o mundo, e esse espaço que aqui se renova é, sem dúvida, sua “liberdade de expansão”.

No ano de 2006 ela foi convidada para ser colunista no fã site da atriz e cantora Marjorie Estiano, onde também pode desenvolveu habilidades como design gráfico e nos anos de 2010 e 2011 escreveu sobre teatro, também nessa época, criou sua primeira versão do “considerando inquietudes”, blog que acabou servindo de base e “alimento” para seu primeiro livro, intitulado “Essência”.

1017000_579365232109305_1774322370_n

Esse é o livro que Mary Prieto está lançando e também já está a venda, para encomendas, e em diversas casas do ramo, como a Livraria Cultura.

O livro conta a história da essência de uma viagem com dois caminhos principais, mas com multi possibilidades e chegadas pessoais e intransferíveis, onde o leitor pode ajustar seu olhar poético e ir navegando entre a contemplação que gera liberdade na alma e a reflexão que trás a profundidade em si mesmo, inspirando-se em um mar de poesia e possibilitando uma visão de imensidão de um todo.

Confira a sinopse de “Essência” abaixo:

Essência é uma coletânea de poesias de teor filosófico, em que o objetivo maior é propor o olhar contemplativo e reflexivo. O amor também é uma temática central que permeia todas as palavras do livro, conferindo ao olhar poético intensidade e/ou leveza.

Essa obra é um misto de emoções que oferece ao leitor a possibilidade de, através da palavra, expandir, ou se aprofundar até o âmago. É a transformação de um estado automatizado em um estado sensível, permissível, permeável e imprescindível.

Livraria Cultura 
Encomendas diretas mary.prieto@bol.com.br

Contatos da Mary Prieto:
Site Pessoal
Twitter
Facebook
Site do livro Essência

1209291_579378552107973_559265493_n

PS: Lembrando que para quem ainda não tem, haverá uma segunda chance: dia 17/05, sábado, na feira do livro anual do Colégio Giordano Bruno, a escritora Mary Prieto, estará na bienal, promovendo seu livro e também autografando, em uma tarde de autografo e um bate papo, sobre o livro e também sobre poesia, literatura e jornalismo.

Por isso, quem não possui o livro, pode garantir o seu, autografado e ainda tirar uma foto com a Mary, na feira do livro anual, no Colégio Giordano Bruno, no km 14.200 da Rod. Raposo Tavares, a partir das 10 da manhã às 16 horas da tarde, então não percam!

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] A adolescente que compartilha e influencia outras crianças na leitura

409458_10151413504812704_362794276_n

Ela tem apenas 17 anos, mas já é uma escritora premiada de prestígio e influencia outras crianças à leitura e a escrita.

Adora Svitak, a jovem escritora e palestrante nascida em Springfield, Oregon é uma criança prodígio, que aos sete anos já havia lançado seu primeiro livro, “Flying Fingers” – em português intitulado “Dedos voadores”, e mesmo com a pouca idade já influenciava outras crianças a ânsia na leitura, sendo até avançada de sala durante este período, incentivando ainda mais pessoas, para que conheçam melhor quem é Adora, fazendo com que os leitoras saiba mais o que há embaixo da manga desta garota. Seus objetivos, seus anseios, suas virtudes, sua duvidas e certezas.

8361_10151612599247704_1623074684_nComeçou a ler aos três anos e meio, e também foi considerada a pessoa influente mais jovem do mundo – The Century for Young People – no meio literário, recebendo a comanda das mãos de Peter Jennings, e ainda com os dizeres do próprio de que ela é o futuro.

Em 2007, ganhou um laptop de sua mãe e o que fascinava a garota era dissertar seus textos do Word. Após disso, seus tios mostraram outras funções na máquina, e ela ficou bastante ansiosa para experimentar e descobrir as outras ferramentas. Com a ajuda dos programas “JumpStart Typing for Kids” e DK’s “Creative Writing”, Adora já digitava 60 palavras por minuto.

Desde então, sua paixão pela escrita só aumentou, assim ela já poderia redigir sozinha cada programa instalado em seu laptop, além do mais, aprendeu novas palavras, enriquecendo seus textos fazendo-os que ficassem mais conjuntos e emocionantes.534135_10151611875387704_1340455852_n

Recentemente a jovem escritora e educadora começou a trabalhar em seu novo livro ‘History Tips for Kids‘ – “Dicas de histórias para crianças”. Um projeto que ajudará outras crianças a perceberem que a leitura pode ser mais legal, do que elas imaginam.

Seus livros favoritos são sobre batalhas e armas, de preferência que estejam recheados de ação e história, e essa essência que Adora pretende passar para as crianças de hoje.

Adora Svitak new children in the worldAlém do mais, a garota é editora do jornal da sua escola, escreve sobre ficção contemporânea, e está terminando seu épico pirata intitulado ‘The Ship Danger‘ – previsto para ser lançado em Outubro, que reúne um compilado de histórias de Adora emparelhados com seus próprios exercícios de aprendizagem e dicas de escrita.

O mais válido e ideal de Adora, é que a escritora apoia em suas próprias ideias, em seu estilo rebelde, sua escrita é impulsionada por um desejo de compartilhar com outros, fazendo-o com que elas pensam sobre a pauta em questão, formando suas próprias personagens femininas tem a tornado libertadora e educativa.

Além do mais, a criação de uma personagem própria, sendo ela a protagonista e no futuro ser ‘inteligente, forte, carinhosa e compassiva, e mais tarde involuntariamente escaninhos si mesma quando ela admite uma inclinação natural que tem atormentado os escritores ao longo dos séculos; “Muitas vezes eu dou os meus protagonistas minhas próprias características.

adora_12Transformando sua imaginação fértil e criativo, para capacitar a destilação de sua vasta erudição em prosa dinâmica, a coragem para explorar diferentes gêneros, com sabedoria e maturidade para aceitar com as críticas, e um desejo incansável para melhorar seu ofício, escrevendo e revisando todos os dias. Uma grande escritora, mas antes de tudo, um gênio na literatura no século 21.

Para conhecer mais sobre o trabalho de Adora, acesse suas redes na web, desfrute um pouco desta menina, que mesmo com pouca idade, já disseminou sua breve sabedoria a outras crianças.

reading

Site | Facebook | Twitter | Youtube | Ustream

Por: Patrícia Visconti