Arquivo da tag: fanzine

Thina Curtis lança mais uma empreitada em prol ao fanzine nacional e a cultura underground

24796660 1733445803344765 451037109008414142 n

Neste sábado tem lançamento da revista Spell Work, criada por uma das maiores fanzineiras do Brasil, a Santo Andreense e uma sempre cidadã de Gotham City, Thina Curtis, que foi premiada em 2017 no 33º Troféu Angelo Agostini como melhor fanzine de quadrinhos, com o seu clássico fanzine Café Ilustrado.

E neste ano de 2018, na 34º edição do Troféu Angelo Agostini, foi representar o ganhador deste ano, que foi o Denílson Reis, com o fanzine gaúcho, que neste ano completa 30 anos, um dos zines mais antigos no cenário de quadrinhos e cultura alternativa, que em breve iremos falar dele aqui no site, mas hoje vamos focar no lançamento da revista Spell Work. Continuar lendo Thina Curtis lança mais uma empreitada em prol ao fanzine nacional e a cultura underground

[Total Flex] Agente Laranja ganha uma edição especial

A Agente Laranja faz parte do fanzine Múltiplos, que neste mês de Agosto, que finalmente saiu sua primeira edição solo, e nesta edição, Adriana traz diversas ilustrações, pin-ups e a participação de todos que ajudaram neste projeto, já está a venda no site Clube de Autores, ou então pode entrar em contato com o próprio criador, o quadrinista e fanzineiro André Carim. Continuar lendo [Total Flex] Agente Laranja ganha uma edição especial

[Total Flex] Vencedoras do Troféu Angelo Agostini batem papo e autografam fanzines em Paranapiacaba, neste sábado

Neste sábado (25) é dia de poesia, fanzine e quadrinho, com a tarde de autógrafos com as vencedoras do 33º Troféu Angelo Agostini – um dos maiores prêmios dos quadrinhos nacional, considerado o “Oscar dos Quadrinhos Brasileiro” -, Thina Curtis e Fabi Menassi, no Café Poeticamente Ilustrado, em Paranapiacaba. Continuar lendo [Total Flex] Vencedoras do Troféu Angelo Agostini batem papo e autografam fanzines em Paranapiacaba, neste sábado

[Cantinho Literário] Fanzine – Informação e entretenimento de um jeito livre e sem regras

samir_antunes

Salve salve tripulação d’O Barquinho Cultural, hoje é dia de literatura e dia de falarmos sobre fanzines, vamos explicar para vocês o que é uma fanzine, como ele é feito e o que contém editoração prática e simples de fazer e ler, pois não tem regras para editar um.

O fanzine (ou zine para os íntimos) é toda publicação feita pelo fã, seu nome vem da contração de duas palavras inglesas e significa literalmente “revista do fã” (fanatic magazine), alguns estudiosos do assunto consideram fanzine somente a publicação que traz textos, informações, matérias sobre algum assunto.

Quando a publicação traz produção artística inédita seria chamada revista alternativa. No entanto, o termo fanzine se disseminou de tal forma que hoje engloba todo tipo de publicação que tenha caráter amador, que seja feita sem intenção de lucro, pela simples paixão pelo assunto enfocado.

As publicações que trazem textos diversos, histórias em quadrinhos , reprodução de HQ’s antigas, poesias, divulgação de bandas independentes, contos, colagens, experimentações gráficas, enfim, tudo que o editor julgar interessante e o resultado da iniciativa e esforço de pessoas que se propõem a veicular produções artísticas ou informações sobre elas, que possam ser reproduzidas e enviadas a outras pessoas, fora das estruturas comerciais de produção cultural.

Mas o que todos eles têm em comum é o fato de não serem distribuídos em bancas ou livrarias e de terem tiragens limitadas. Isto é: os fanzines são raros. Somado com o fato do seu conteúdo ser exclusivo (você não encontra em mais nenhum outro lugar), o fanzine acaba se tornando especial.

Os fanzineiros, como são chamados quem monta fanzines, aborda informações de sua especialidade, pois o tema abordado, praticamente nos fanzines sobre qualquer tema que você puder imaginar, como ficção-científica, música, literatura, culinária, aeronaves, e inúmeros outros, abordados sob as mais diversas
formas como contos, poesias, documentários, quadrinhos e entre outros.

Fanzines

Esses fanzineiros fazem reuniões com outros apaixonados por essa editoração, para trocarem ideias, informações e figurinhas sobre os fanzines, essas feiras reúnem fanzineiros de diversas regiões do país, divulgando seus trabalhos e também comercializando as suas publicações, já que não há ‘zine’ em bancas de jornais ou livrarias. Mas geralmente acontecem dentro de convenções temáticas, que está atraindo cada vez mais leitores no país.

Mas os fanzines é resultado da iniciativa e esforço de pessoas que se propõem a veicular produções artísticas ou informações sobre elas, que possam ser reproduzidas e enviadas a outras pessoas, fora das estruturas comerciais de produção cultural.

Assista abaixo um vídeo de como montar um fanzine:

 

Por Priscila Visconti (preparando novidades em versão ‘zine’, pra nossa tripulação)