Arquivo da tag: HQ

[Total Flex] “Magali em Outras Vidas” rompe as barreiras do tempo quando o assunto é o amor

magalividas1
Divulgação

Sabe daquela sensação de quando você olha para uma pessoa, e parece que vocês já se conhecem há tempos? Mesmo que vocês nunca tenham se visto nesta vida… Parece mais algo de outra vida, almas íntimas de outras épocas, que se encontram com nossos corpos terrenos atuais. Continuar lendo [Total Flex] “Magali em Outras Vidas” rompe as barreiras do tempo quando o assunto é o amor

[Cantinho Literário] Felipe Folgosi lança segundo projeto em quadrinhos, “Comunhão”

efeito_floresta

Quem leu o Aurora do ator e escritor Felipe Folgosi, pode pular de alegria, pois ele está com projeto novo na área, com muito mais ação, aventura, drama, adrenalina e muito suspense e terror, estará presente em sua nova HQ. “Comunhão”, assim como o trabalho anterior, também será produzido através do financiamento coletivo Catarse.

Continuar lendo [Cantinho Literário] Felipe Folgosi lança segundo projeto em quadrinhos, “Comunhão”

[Total Flex] Aurora: A ficção que te leva à emoção

12650877_731154600319103_6658872314990962391_n

Na noite da última quinta-feira, 20, na Fnac da Paulista, em São Paulo, aconteceu a noite de autógrafos da primeira HQ do ator e escritor, Felipe Folgosi.

12787986_10205476587426748_961204449_nFelipe que é um fã convicto de quadrinhos, com inspirações de grandes nomes como Bob Kane, Frank Miller, Jerry Siegel, Joe Shuster, Stan Lee, Jack Kirby, Maurício de Sousa, entre outros, foi que inspirado neles, após seu regresso do curso de roteiro na UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles) e de uma conversa informal com sua atual namorada sobre seus sinais e pintas em seu corpo, “Aurora” seria idealizada.

Com pouco tempo e muita ânsia em escrever e produzir algo autoral, Folgosi se dividia entre seus projetos e o livro. Informações científicas, histórias que ele ouviu ou leu, bate-papos com amigos, foram o ápice para que sua história começasse a ganhar formas e nuances.

Equipe do AURORA na FIQ 2015.
Equipe do AURORA na FIQ 2015.

Em 2013, a história já estava bem desenvolvida, Felipe resolveu juntar todo esse material e publicar. O tema já estava definido, seria um thriller de ficção com astronomia, serviços e sociedades secretas, mas faltavam dados científicos reais, foi que no ano seguinte, ele estudou e embasou melhor sua pesquisa, fazendo com que cada linha escrita fosse factual, e não apenas achismo e suposições, porém Folgosi não queria publicar só um livro, então convidou quadrinistas de peso na cena nacional da atualidade para ingressar com ele neste projeto, foi então que ele convidou Leno Carvalho para fazer os desenhos, Nelson Pereira, para a arte final, um elenco extraordinário para as cores. Para edição, adaptação e layouts, Klebs Junior, Dario Chaves, como editor assistente e Flavio Soares, letras e diagramação. Um elenco de um grande projeto, independente e autoral, e claro, intensamente nacional, da criação, a produção até a finalização da obra.

1274375_543107439153571_6318434900171938024_o

“Aurora” é uma história em quadrinhos, que traz uma história que se passa num vilarejo de pescadores chamado Gloucester, onde um jovem imigrante português sai junto com a tripulação em alto mar, entre coincidências e ligações, uma tempestade cósmica atinge a região e apenas um homem é atingido, sofrendo por mutações vitais em seu corpo, mostrando que apenas o amor e amizade dos que estão sempre ao seu lado pode te salvar, combatendo toda a destruição maligna que tenta dominar o ecossistema, fazendo com que os percalços fiquem mais leves e fácies de lidar. Uma história que pode ser clichê aos leitores de quadrinhos, mas muito real e próxima da sociedade atual, aonde os maus querem a dominação de tudo e todos, enquanto somos vítimas de um sistema burocrático e cético, porém o que somos em suma transmite aos nossos ancestrais.

Título: Aurora HQ
Autor: Felipe Folgosi
Ano: 2015
Editora: Instituto dos Quadrinhos
Preço de capa: R$39,90
Para mais info: Site | Facebook

Por: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] Deadpool: O herói que desmistifica os heróis

2b8ede58f0e5221abc5f585e52e82ed651388299

O herói-vilão mais “fofo” e direto dos quadrinhos ganha as telonas no próximo mês. “Deadpool” é o oitavo longa-metragem da franquia dos X-Men e estreia no Brasil no dia 11 de fevereiro.

deadpool-movie-2015-thumbs-up-mditd0fn2czy3ps40jx65quje2tgdkslj5zcgyqd4oDirigido por Tim Miller, o filme é estrelado pelo ator Ryan Reynolds que interpretará o protagonista da trama é baseado na história original da Marcel, cujo tem o mesmo nome da película.

Além de Reynolds, o filme traz um grande elenco, como Morena Baccarin, Ed Skrein, Gina Carano, T. J. Miller, Brianna Hildebrand e Leslie Uggams, e também Stefan Kapičić, que fará uma participação especial como Colossus, papel dado anteriormente a Daniel Cudmore.

650x375_deadpool_1547005“Deadpool” mostra a trama do ex-militar e mercenário, Wade Wilson, que após ser diagnosticado com câncer em estado terminal, encontra a cura em uma sinistra experiência científica, onde lhe dá poderes e um humor um tanto que sarcástico, buscando a vingança contra os que destruíram sua vida, Deadpool traz seu “carisma e sensualidade” das histórias em quadrinhos às telonas.

O filme gerou um certa polêmica, pois alguns pais alegaram que será um pouco despudorado para que seus filhos possam assistir, todavia a distribuidora do longa, a Fox alegou que por mais que há boatos da classificação será 14 anos, nada é verdade, já que o mesmo assim como nos Estados Unidos onde ganhou “classificação R”, ou melhor “Restricted” – equivalente no Brasil a “censura 18 anos” -, pois há “excesso de violência, linguagem imprópria e conteúdo sexual”.

new-deadpool-promo-images-offer-hints-on-movie-s-unconventional-tone-492440

Sinopse:

Ex-militar e mercenário, Wade Wilson (Ryan Reynolds) é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes e um incomum senso de humor, ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida.

Trailer:

Por: Patrícia Visconti

[8 Bits] Marvel Heroes – RPG e Quadrinhos em um só lugar!

marvelheroesthumb

Não só falando dos bons games de console, vamos falar aqui de um jogo para PC que além de ser novidade, é totalmente gratuito.

Sim, não há limites para a diversão, onde todo o jogo estará à sua disposição sem custo algum. E o melhor de tudo, a união entre duas coisas que todo bom geek gosta: RPG e Quadrinhos!

Estamos falando de Marvel Heroes, jogo criado e desenvolvido pelos mesmos produtores da gigantesca série Diablo, da Blizzard. Dessa vez, a Blizzard quem cuidar, e sim a Gazillion Entertaiment. Como então de se esperar, a mecânica do jogo será extremamente parecida com Diablo.

Câmera em terceira pessoa vista de cima, e com o sistema “point ‘n click”, onde o jogador seleciona pelo seu cursor onde seu personagem deve ir ou atacar. Até ai, tudo normal, mas o que difere é o enredo e a gigantesca lista de personagens jogáveis do mundo Marvel. De X-Men à Vingadores, qualquer um dos personagens (no caso, a maioria), pode ser controlado pelo jogador. Basta escolher um que lhe defina, e boa diversão!

Aumente de nível, conquiste missões e junte-se a outros grandes heróis para impedir o ambicioso Doutor Destino de tentar dominar a Terra. Salva-la é mais que uma opção e sim um dever.

O jogo se encontra grátis para baixar na plataforma Steam, totalmente grátis e pronto para ser jogado e explorado. Vale a pena cada minuto nas missões. As referências ao mundo Marvel, as falas e dublagens dos personagens, e acima de tudo, o enredo.


Por: Daniel Barris

[Cabine da Pipoca] 2028 traz um mundo pós-apocalítico e batalhas árduas para a sobrevivência humana

10624678_693666477406890_1707799437125491230_n

O mundo é um lugar impróprio para todos, um dia tudo isso que hoje vivemos há de acabar, e o que irá prosperar será a violência e a guerra, as pessoas que ainda residirem viverá em conflito eterno em um cenário pós-apocalíptico. E é essa história que o curta-metragem 2028 apresenta, uma obra baseada nos quadrinhos de Marcelo Costa, Magno Costa, Magenta King, Dalts, Mateus Santolouco, João Azeitona e Arthur D’Araujo, do Coletivo Bimbo Groovy.

O filme produzido peça Insônia Filmes tem como proposta ser uma obra de cunho universal e totalmente fiel a história da HQ. Uma proposta inspiradora que se tornou um grande desafio, contando com técnicas específicas de filmagem, efeitos visuais 3D, maquiagem, composição de cena, extensão de cenários, trilha e efeitos sonoros. Em plena harmonia com a adaptação da HQ “Hunt”, de Marcelo Costa.

A pré-estreia oficial aconteceu no dia 4 de dezembro, durante a Comic Con Experience, em São Paulo, com um bate-papo antes da exibição do curta diretor, Jorge Mendes e também com o autor, Marcelo Costa, que contou um pouco a produção, algo surreal, mas em uma realidade extremamente verídica, onde as pessoas precisam tomar medidas drásticas para sobreviverem.

Assista abaixo o trailer de “2028”:

A pré-estreia da película já aconteceu, mas o diretor do mesmo pretende realizar uma segunda “estreia” do filme, mas dessa vez partilhado em geral. Em 2015 os planos são de inscreve-lo em festivais nacionais e internacionais, para que ganhe reconhecimento do público, e em relação a publicação no Youtube, por enquanto não será integralmente subida na rede. Mas, para mais informações acesse o site oficial ou a fanpage do curta-metragem no Facebook.

Por: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] “Uma História de Amor e Fúria”: A história do Brasil em HQ

578379_505716326123337_505890091_n

Quando pensamos em animações, já imaginamos aqueles filmes baseados em HQs japoneses, ou então nas mega produções hollywoodianas e seus super heróis.

Mas, essa história de que animações só é melhor vinda de fora, é coisa do passado, pois filmes alá novela das nove não é mais padrão do cinema nacional, e “Uma história de Amor e Fúria”, lançado em junho de 2013, é prova disso.

Uma narrativa que mescla as evoluções mundanas, mas com uma pano de fundo de um romance de seis séculos, passando por guerras, conflitos e mudanças do cotidiano, o protagonista da história vive neste mundo, onde ele quer se encontrar e viver com sua amada, Janaína.

189810_634237066604595_1361218567_nUm filme para o público jovem e adulto, com uma linguagem em HQ, o longa traz Selton Mello e Camila Pitanga dublando os protagonistas, além da participação de Rodrigo Santoro, fazendo a voz do chefe indígena e de um guerrilheiro. Dirigido, produzido e roteirizado por Luiz Bolognesi. Filme que ganhou o maior festival de animação do mundo, em Annecy.
533269_539279726100330_409528157_n

A HQ que mostra a história do Brasil como você nunca viu, apresentando uma trama dos guerreiros que estão sempre lutando para conquistar o que almejam.

Sinopse:

Um homem com quase 600 anos de idade acompanha a história do Brasil, enquanto procura a ressurreição de sua amada Janaína. Com traço e linguagem de HQ, mostra a história do Brasil como você nunca viu. A versão dos que nunca desistiram de lutar.

228190_568989726462663_1583364631_n

Mais info: Site | Facebook | Twitter | Youtube

Por: Patrícia Visconti

[Cantinho Literário] 50 anos da pequena Mafalda

mafalda_50_aniversario

A garota mais famosa da Argentina, Mafalda completou este ano de 2014 meio século de vida, 50 anos, mas ainda continua com a mesma carinha de menininha, assim como a gorducha da Mônica, que também completou 50 anos este ano.

MAFALDA 50 AÑOS BAJAA personagem da Mafalda começou como uma tira escrita e desenhada pelo cartunista argentino Quino, que teve o nome inspirado pela novela Dar la cara, de David Viñas, e alguns outros, foi criada em 1962 para um cartoon de propaganda que deveria ser publicado no diário Clarín. No entanto, Clarín rompeu o contrato e a campanha foi cancelada. Mas Mafada só se tornou um cartoon de verdade sob a sugestão de Julián Delgado, na época o editor-chefe do hebdomadário Primera Plana e
amigo de Quino.

Mafalda começou a aparecer diariamente no Mundo de Buenos Aires, permitindo ao autor cobrir eventos correntes
mais detalhadamente. As personagens Manolito e Susanita foram criadas nas semanas seguintes, e a mamãe de Mafalda estava grávida quando o jornal faliu em 22 de Dezembro de 1967.

A publicação recomeçou seis meses mais tarde, em 2 de Junho de 1968, no hebdomadário Siete Días Illustrados. Como os quadrinhos tinham que ser entregues duas semanas antes da publicação, Quino era incapaz de comentar as notícias mais recentes. Ele decidiu acabar com a publicação das histórias em 25 de Junho de 1973.

MAFALDA - QUINO

A obra mais famosa de Quino é a tira cômica Mafalda, publicada entre os anos 1964 e 1973, editada em tiras nos jornais, Mafalda questionava todos os problemas políticos, de gênero, e até científicos que afligiam sua alma infantil e, ao mesmo tempo, refletia o conflito que as pessoas da época enfrentavam, sobretudo com a progressiva mudança dos costumes e a já incipiente introdução da tecnologia no cotidiano.

Por isso nós d’O Barquinho Cultural, queremos desejar um feliz aniversário a Mafalda e que ela continue mais 50, 60, 80 e 100 anos, animando, incentivando a leitura e também mobilizando a sociedade para tentar mudar o mundo, ficando livre de qualquer violência.

Felicidades Mafalda!!!

IMG-E97-Mafalda-Nina-50-Anos

PS: Ainda terá mais Mafalda por aqui no OBC.

Por Priscila Visconti