Arquivo da tag: literatura

[Cantinho Literário] A Bibliomotocarro leva alegria as crianças italianas por onde passa

Bibliomotocarro
Foto: Divulgação

Salve salve tripulação, começando mais um ano aqui no Barquinho Cultural e como todos já sabem, toda segunda é dia de literatura, então vamos abrir o ano com o “Cantinho Literário”, com ideias incríveis que vai fazer todos se apaixonar.

Nosso primeiro texto de 2016 é sobre a ‘Bibliomotocarro’, que mostra alegria nas ‘carinhas’ das crianças em ver o caminhãozinho chegar em suas cidades.

Mas, este ano teremos várias histórias assim como essa, também falaremos de grandes autores, além de continuar nossa saga de novos escritores, lançamentos de livros, entre várias outras coisas, que a grande mídia não fala, mas nós do OBC estamos sempre de antena ligada para mostrar à nossa tripulação.

Então feliz 2016 e que ele seja um ano com muita cultura para todos nós.

Quem não se anima quando passa o caminhão do sorvete, todo mundo é claro, afinal quem não gosta de sorvete. Agora imaginam um carro biblioteca, que arrasta multidões por onde passa, pela Itália. Isso seria demais,  se fosse sorvete e livro juntos, ai seria perfeito, mas este é só livros.

Il_Bibliomotocarro_3
Foto: Divulgação

Foi pensando nisso que o professor aposentado Antonio De Cava, que mora no Sul da Itália, fez de sua paixão pela literatura em alegria às crianças das aldeias locais, que não tem acesso a biblioteca, com seu Bibliotemotocarro, que é uma biblioteca móvel com cerca de 700 livros.

A Bibliomotocarro foi criado em 2003 e já viajou por várias regiões da Itália, roadando mais de 500 km, sem remuneração, tudo bancado pelo próprio professor, mas o intuito do projeto não era lucrar, mas sim, divulgar a cultura literária pelo país e para pessoas que não tem acesso à biblioteca. O projeto não tem apoio de nenhuma ONG e nem do governo, mas possuí vários prêmios, além de ter reconhecimento presidencial.

O veículo quando chega nas cidades é recebido com muitos sorrisos e entusiasmo por todos, principalmente pelas crianças, por onde passa, quando a criançada escuta a música do Bibliomotocarro, elas saem correndo para vê-lo, como se fosse o carro do sorvete.

6007561_orig
Foto: Divulgação

Mais informações sobre a Bibliomotocarro
Site | Facebook | E-mail

Assista abaixo um vídeo da Bibliomotocarro e veja a emoção do Seu Antonio em ver os rostos das crianças ao verem o carro chegar na cidade

Por Priscila Visconti

[OBC AWARDS] Os melhores de 2015 foram…

c539e-trofeu

Mais um ano chega ao fim, um ano de muitas descobertas culturais, eventos excepcionais, shows incríveis, e alguns acontecimentos pouco agradáveis, ainda mais num país quão o nosso e pouco valoriza a verdadeira e essencial cultura popular.

Um ano corrido e repleto de realizações, onde as novidades deram ar a mesmice e reciprocidade dos envolvidos em nos conhecer foi ímpar, gerando uma bela amizade.

E para comemorar o término de 2015, apresentamos aos nossos tripulantes os melhores do ano aqui em nossa embarcação, com muita arte e cultura, para não perder o costume. Todavia, sem mais delongas, segue abaixo a seleção de vencedores eleitos pela redação d’O Barquinho Cultural.11147174_866412230143034_5422101799243796968_n

Livro: “The Witch Who loved” – Juliana Loyola

Autor: Ruy Pinto

Tecnologia: “Smartphone Robô” – RoBoHon

Projeto Social:Live Together Project” – leia mais AQUI;

Webvideo:

Melhor Snap: Maísa Silva – mmaisa-silvac1f39560-c4a2-4f04-8cea-16610dd35659

Ator: Diego Martins; no curta-metragem “Por Inteiro

Atriz: Bruna Linzmeyer; na trama de “Amuleto

Teatro:Consertando Frank

Exposição: DC Comic na Iron Studios

Evento do ano: Comic Con Experience

Filme:Os Vingadores – Era de Ultron

Diretor: Nick Carter

6Cantor: Caíque Bordão

Cantora: Carol Andrade

Banda: Dest_lado

Instrumentista: Lucas Almeida

Álbum do ano: “So Complicated” – Marcos Zeeba.

Videoclipe:Peço Perdão” – Yannick.

Show: Lançamento do álbum “99% álcool; 1% inspiração” – Dest_lado.

Música: “Mais Bebida” – Dest_lado.

Série de TV:Marias. Elas não vão com as outras“; Dirigido por: Vera Egito.

Pois bem, esse foram os melhores de 2015 segundo nossa redação. Esperamos que vocês tenham gostado e no próximo ano queremos ver todo mundo ancorado em nossa embarcação. Um 2016 com muita arte, cultura e entretenimento para todos!

Até o ano que vem…
Staff @obarquinho

[Cantinho Literário] Juliana Loyola e seus sonhos imagéticos

11760160_822326934551564_1951137150451798361_n

Nas andanças pela Comic Con Experience desse ano, conhecemos uma garota muito legal, esperta e inteligente, que usa de suas ideias, sonhos, imaginação e tudo que ela vê, como filmes, livros e a rotina do dia a dia, em ilustrações.

12240017_877103605740563_2063903499408916521_n

Seu nome é a Juliana Loyola, ela está lançando seu primeiro livro ‘The Witch Who Loved’, que é todo baseado em animação e também todo em preto e branco, que ela mesma criou cada personagem, desenhando um a um, mas o livro não há escrita, apenas desenhos.

11147174_866412230143034_5422101799243796968_n

Juliana tem formação em animação e ilustração, isso fez com que ela aprendesse muito, ajudando a ampliar suas ideias e também a animação de arte abstrata, a sua favorita.

A jovem palistana é ilustradora e está sempre pela internet, respondendo perguntas do pessoal e também sobre seu livro.

Aliás, a ilustradora Juli não escuta, mas se comunica muito bem através de suas artes, fazendo com que qualquer pessoa compreenda ilustrações.

12107757_865251650259092_1449129594146301091_n

Não que me esqueço, em breve ela estará aqui no Cantinho Literário com uma entrevista super maneira e quem sabe falando de seu novo livro ‘Boys Love’, que foi lançado pela Editora Draco.

Mais informações sobre a ilustradora Juliana Loyola, acesse os endereços abaixo, ela também está vendendo seu livro The Witch Who Loved, que está custando R$ 20,00 + frete, basta escrever para a Ju, que ela irá informa mais informações sobre a venda.

Blog |  Facebook |  Twitter |  Instagram

12341062_884556078328649_3862341501511154927_n

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Ruy Pinto: O Sergipano-Carioca com paixão na arte literária

408081_451317128283164_1875975379_n

Estou um pouco sem ideia para publicar no Cantinho Literário, mas já faz uns dias que adicionei esse senhor, que que vive da arte literária, pois ele já escreveu livros e sendo premiado em diversas concursos de literatura, seu nome é Ruy Pinto.

Ruy é um sergipano, que veio para sudeste, no Rio de Janeiro, em busca de uma vida melhor, pois já faz algum tempo que ele mora por aqui nesta região, no meio dos cariocas ele se tornou um seresteiro, cantor, compositor, professor universitário, com pós em docência superior, criou seus filhos e netos, no qual tem orgulho de dizer.

O poeta de 72 anos foi primeiro colocado no Concurso de Poesia do DAP (Departamento de Aposentados do IBGE), com o livro “Regina – 80 Anos – 80 Estrofes – Medalha de ouro. Medalha de ouro em poemas com o título “As Capitais do Brasil” – Classificado no Concurso de Poesia de Volta Redonda – Coletânea “50 Novos Poetas Brasileiro”, com dois Poemas: “As Capitais do Brasil”e Poema Para Meu Filho” em fase de impressão.

Sendo que Ruy é Embaixador da Divine Académie Française de Arts, Lettres et Culture, Comenda Pablo Neruda da PUC/Chile, Membro da Academia de Artes, Ciências e Letras, de Iguaba Grande/RJ, Cadeira 115. Participante de 12 Antologias, incluindo Brésil en Scène, lançado em março/2014 no Salon du Livre de Paris, e Pablo Neruda e seus convidados, lançado em agosto/2014, na PUC, em Santiago do Chile.

Em breve ele será um dos entrevistados aqui do nosso Cantinho Literário, então podemos ouvir dele mesmo, de como Ruy Pinto, começou na carreira literária e como é sua vida através dessa arte esplendorosa, que te leva para todo mundo, sem precisar pagar ingresso ou passagem.

1234340_523917584356451_2030428632_n

Para conhecer mais sobre o poeta Ruy Pinto, acesse seu perfil do Facebook e saiba mais de suas façanhas literárias;

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] OBC no espírito natalino, com o livro O Homem que inventou o Natal

ArquivoExibir

Dezembro chegando e junto com o último mês do ano, vem o espírito do natal, época de encher nossas casas de papais noel, luzinhas, de pensarmos naquelas comidas gostosas que só comemos nessa época natalina e também quando comemoramos o aniversário de Jesus, aquele menino que nasceu em uma manjedoura e deu sua vida, para nos salvar.

Então por isso, em nossa primeira semana literária de dezembro, será em homenagem ao natal, para já entrarmos no espírito e nos animarmos já com o próximo ano e nos despedir de 2015, que foi um bom ano, com alguns ‘perrengues’ mais também com algumas alegrias e por isso vamos entrar nesse clima natalistíco com o livro “O Homem que inventou o Natal”, de Les Standiford.

O livro é um relato um conto de Natal, sobre Charles Dickens e sobre o mundo das publicações, conta a história de como um escritor e seu livro renovaram a data festiva mais importante do mundo ocidental.

Sinopse
Tão reconfortante quanto o conto de Scrooge, esta é a história de como um escritor e seu livro renovaram a data festiva mais importante do mundo ocidental.

Pouco antes do Natal de 1843, um Charles Dickens desanimado e cheio de dívidas escreveu um pequeno livro com a esperança de acalmar seus credores. Os editores recusaram a obra e, por isso, Dickens usou o pouco dinheiro que tinha para lançar ele mesmo Um Conto de Natal, com medo que o livro representasse o fim de sua carreira como romancista.

Mais informações
O HOMEM QUE INVENTOU O NATAL
Autor: Les Standiford
páginas: 224
ano de edição: 2010
ano copyright: 2010
edição: 1ª

Onde comprar
Livraria da Travessa | Submarino | Livraria da Folha

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Master Classes reúne grandes artistas da literatura na CCXP

ccxp

A Comic Con Experience está chegando, começa na próxima quinta-feira (3) e vai até domingo (6), em São Paulo, no Expo São Paulo, trazendo o melhor da cultura pop geek de todo o mundo, desde de séries, cinema e também dos quadrinhos, literatura e animação, compartilhando experiências, através de workshops patrocinados pela Secretária Municipal de Cultura de São Paulo e pela Spcine, com o projeto Master Classes CCXP.

Como a Master Classes, com terá duração de duas horas, terão foco diferentes no processo da criação de histórias em quadrinhos, passando pela literatura, televisão e também pelo cinema. Esse projeto reúne fãs e jovens profissionais, que irão saber mais sobre o processo desse trabalho, além de conhecer as melhores dicas de grandes nomes de cada área.

Veja abaixo os temas e palestrantes que estão na lista que inclui vários profissionais premiados e mundialmente reconhecidos em sua área de atuação, representando uma oportunidade única para os participantes ampliarem seus conhecimentos.

A programação das Master Classes também traz o anúncio de mais uma convidada da CCXP 2015: a letreirista Lilian Mitsunaga.

12274332_1071529802865237_4763765885788344340_n

1. Abertura
Com Scott McCloud. Uma das principais autoridades de quadrinhos, autor de diversos livros sobre o tema (“Desvendando os Quadrinhos”, “Reinventando os Quadrinhos” e “Desenhando Quadrinhos”, todos publicados no Brasil). Nessas obras, todas apresentadas como história em quadrinhos, McCloud aborda todo processo de criação de histórias nesse formato, analisando-o tanto pelos aspectos conceitual e artístico como também pelo técnico e comercial. É também um dos pioneiros na produção de Webcomics. (quinta-feira, 03/12, 12h30-13h45, Auditório Ultra)

2. A ideia
Com Mark Waid. Um dos principais escritores de quadrinhos dos EUA nas últimas décadas, esteve à frente das revistas Demolidor, Liga da Justiça, Quarteto Fantástico, Hulk e Capitão América entre diversos outros títulos de grande sucesso, além de ter escrito a obra seminal O Reino do Amanhã, ilustrada por Alex Ross. É ganhador dos Prêmio Eisner e Harvey de 2012 como melhor Escritor. É também editor-chefe da editora BOOM! Studios. (quinta-feira, 03/12, 14h00-15h15, Auditório Ultra)

3. Arte-final
Com John Totleben. O primeiro trabalho de Totleben nas HQs foi publicado na revista Heavy Metal em janeiro de 1979, mas o artista chamou a atenção em 1983 ao arte-finalizar as artes de Stephen R. Bissette para a reformulação idealizada por Alan Moore do título Monstro do Pântano (Swamp Thing), da DC Comics. Totleben colaborou em outros projetos junto a Bissette e Moore, com destaques para a antologia de horror Taboo (que introduziu a história da graphic novel Do Inferno) e o terceiro volume de Miracleman, o qual desenhou e ilustrou e que atualmente é republicado no Brasil pela Panini. (sexta-feira, 04/12, 10h30-11h45, Auditório Ultra)

4. Narrativa
Com Ivan Reis. Um dos maiores nomes dos quadrinhos da atualidade, o brasileiro Ivan Reis é artista exclusivo da DC Comics há mais de 10 anos e tem participado dos principais títulos e projetos da editora como A Noite Mais Densa, A Guerra dos Anéis, Aquaman, Justice League, Multiversidade e Cyborg, entre vários outros. (sexta-feira, 04/12, 12h00-13h15, Auditório Ultra)

5. Letreiramento

Com Lilian Mitsunaga. Lendária letrista de quadrinhos, creditada nas publicações mais icônicas das últimas décadas. Trabalha com a produção de histórias em quadrinhos. Desenvolve fontes a partir de letras manuscritas para projetos diversos. Exemplos: Nova York (Will Eisner), Asterios Polyp (David Mazzucchelli), Retalhos (Craig Thompson), O Menino Mais Esperto do Mundo (Jimmy Corrigan), todos publicados pela Editora Cia das Letras. (sábado, 05/12, 10h30-11h45, Auditório Ultra)

6. Pintura
Com Esad Ribic. Pintor e quadrinista croata, conhecido por seus trabalhos na editora Marvel Comics em revistas como como Thor, Loki, Surfista Prateado: Réquiem e Namor: Profundezas. (sábado, 05/12, 12h00-13h15, Auditório Ultra)

7. Cores
Com Marcelo Maiolo. Um dos maior renomados coloristas da atualidade, responsável pelas cores de séries como Green Arrow, Old Man Logan, Batman Beyond e King, entre vários outros. (sábado, 05/12, 13h30-14h45, Auditório Ultra)

8. Capa
Com Jae Lee. Lee, coreano-americano nascido em 1972, foi um dos artistas mais jovens a trabalhar nas grandes editoras dos Estados Unidos. Em 1992, chamou a atenção ao desenhar Namor, o Príncipe Submarino, da Marvel Comics. Entre 1993 e 1994, produziu diversas HQs para a Image Comics, como Youngblood Strikefile e Hellshock, esta última escrita e ilustrada por ele. Trabalha frequentemente para as editoras Marvel e DC em especialmente na criação de capas que reúnem seu estilo único e um senso de design inigualável. (domingo, 06/12, 10h30-11h45, Auditório Ultra)

9. O papel do editor
Com Rickey Purdin. Editor de vários títulos da DC Comics, entre eles a série Multiversity, Superman e Novos Titãs. Foi editor da revista de cultura pop Wizard e hoje atua como caça-talentos da Marvel Comics. (domingo, 06/12, 13h00-14h15, Auditório Ultra)

A coordenação das Master Classes ficará novamente a cargo do brasileiro Joe Prado, artista exclusivo da DC Comics e sócio da Chiaroscuro Studios, co-organizadora da CCXP e uma das maiores empresas de agenciamento de quadrinistas do mundo, com apoio do quadrinista Márcio Fiorito, que também atuará como tradutor e intérprete.

As Master Classes acontecerão de 3 a 6 de dezembro de 2015 no Auditório Ultra da CCXP. O espaço é equipado para atender às necessidades de cada palestrante para a melhor transmissão do conteúdo. As atividades com palestrantes estrangeiros contarão com tradução simultânea e os participantes receberão um certificado ao final do programa. As apresentações em inglês contarão com tradução consecutiva para português.

Como participar

Cada atividade terá público de até 400 pessoas em auditório próprio dentro da CCXP, programados para o período do evento, de 3 a 6 de dezembro de 2015. Não haverá inscrição prévia.

Os interessados deverão se dirigir ao Auditório Ultra da CCXP – Comic Con Experience no horário das Master Classes (que será divulgado no site www.ccxp.com.br).

A ocupação será por ordem de chegada, respeitando-se a capacidade máxima do auditório. É necessário ter o ingresso para a CCXP para acessar o evento e o Auditório.

Acompanha as novidades pelo blog e pela página da SP Cine no Facebook.

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Uma viagem no tempo, em “Manipuladores do Tempo”, de Júlio Nascimento

11334238_863580997057241_8433464233867634139_o

O Cantinho Literário dessa semana, vamos viajar no tempo, vivendo uma história fantástica, com aventura, emoção e claro romance, afinal quem nunca quis viajar no tempo, para poder conhecer outros povos, culturas, ou conhecer mais sobre a origem da raça humana.

O livro “Manipuladores do Tempo”, do escritor mineiro Júlio Nascimento, 37 anos, que escreveu esse livro com certeza pensando de como era poder o mundo nos anos atrás ou então, de como será no futuro, pois sua obra uma literatura de ficção cientifica fantasiada.

Essa obra faz com que a pessoa seja levada para uma viagem no tempo, mostrando desde de quando nasceu a a Teoria da Relatividade do cientista Albert Einstein, denominando o espaço-tempo em uma entidade geométrica unificada, sendo possível atravessar e chegar a tempos de outras dimensões diferentes.

“Manipuladores do Tempo” foi lançando em agosto desse ano de 2015, pela Chiado Editora e já está disponível para venda, em grandes livrarias do país, como Livraria Cultura e LivrariaTravessa, mas por enquanto só pela internet.

A obra não sai por menos de 20 reais, além do que… Quem ler “Manipuladores do Tempo” viajará pelo tempo,  se aventurando por um mundo fantástico, defendendo a raça humana contra forças alienígenas e também nazistas da Segunda Guerra Mundial.

10502231_862543823827625_826897038264841887_n

SINOPSE

A narrativa discorre sobre a existência de uma organização denominada Temporalidade, que controla o tempo, mudando o curso da história humana em prol de uma civilização melhor. Adam Smith é um membro dessa organização. Ele viola uma regra da Temporalidade, apaixona-se por Érika Thompson.

Com medo de ser descoberto, o nosso protagonista decide abandonar tudo para viver ao lado da amada. No entanto, Érika o trai, abandonando-o no primitivo século 20. Dessa desilusão amorosa surge a missão mais importante de Smith que é, além de defender a permanência da Temporalidade, defender a existência humana, lutando contra forças alienígenas e nazistas envolvidas na Segunda Grande Guerra Mundial.

Mais informações

Site | Facebook

12112237_932626270152713_2796842662253566351_n

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Tais Cortez lança seu primeiro romance literário “Acima de Nós”

12191823_746949048743107_6120335583019152926_n

Já falamos dessa autora aqui no Cantinho Literário, mas como ela está preste a lançar mais uma nova obra literária, então cá estamos falando da jovem escritora de Campinas, interior de São Paulo, que irá lançar seu primeiro romance cristão, “Acima de Nós”,  de Tais Cortez, a mesma que escreveu “Golfinhos e Tubarões e O Último Homem do Mundo”, que ainda não falamos aqui, mas não faltará oportunidade.

O livro fala de dois jovens, Laura e Rafael, que se apaixonam, mas devido suas classes social eles passam por várias coisas ruins, até mesmo uma tragédia, mas amor entre eles e a fé que ambos tem em Deus o casal consegue superar, pois quando o destino é traçado por Deus, nada pode derrotar, pois Ele está sempre ‘Acima de Nós’.

Sinopse

Laura e Rafael não poderiam ser mais diferentes. Ele nasceu em uma das famílias mais ricas da cidade de Catalina, e sempre teve tudo o que quis. Já ela é de origem humilde, e seu grande sonho é conseguir uma vida melhor.

Mais do que isso, a visão que ambos têm de Deus é oposta: Laura o vê como um Deus de amor, enquanto Rafael não entende como Ele pode permitir que tantas coisas ruins aconteçam, incluindo uma tragédia que o assombra. Quando o comportamento dele  começa a preocupar seus pais, ele é forçado a encontrar um emprego.

A partir daí, esses jovens se encontram e a vida deles nunca mais será a mesma. Ela estava ocupada demais para se apaixonar, e ele sequer sabia que era capaz de sentir algo assim, mas, quando os planos de Deus são traçados, estão sempre acima de nós.

12191946_746948195409859_698081912316777993_n

Confiram um quote da orelha do livro

Ele correu atrás dela e a segurou pela cintura, forçando-a a se virar.
– Responde.
– Por que você está fazendo isso? – perguntou, angustiada.
– Eu preciso saber. Você gosta de mim?
Ela fitou aqueles olhos verdes quentes e apaixonantes, que a faziam facilmente perder o fôlego. Desde quando estava apaixonada? Não soube ao certo. Quem sabe,  se tivesse percebido o que estava acontecendo, teria se afastado. Mas apaixonar-se por ele foi como estar debaixo de uma garoa fininha. Os pingos vieram aos poucos,
quase imperceptíveis e, de repente, ela já estava completamente encharcada.
– Sim – admitiu, cansada de fingir o contrário. – E eu sei que isso é burrice, porque o nosso namoro é de mentira, mas…
Ele a beijou antes que terminasse de falar. Laura não ofereceu resistência. Ela gostava quando ele estava por perto e, mais ainda, quando a beijava. Aquilo não  daria certo, mas seus sentimentos a impediam de agir racionalmente.

Mais informações

Skoob  |  Facebook  |  Site

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Primeiro Amor, do escritor russo Ivan Turguêniev

1206131983IKX95fP-570x380

Nessa semana vamos falar de um livro da literatura russa, com o autor Ivan Turguêniev, que depois de estudar a civilização russa e alemã, ele abandona seus planos acadêmicos e se dedica totalmente a literatura, se consolidando no gênero do romance.

Como seu livro que vamos falar hoje, que é o Primeiro Amor, mas não confunda com o filme, Meu Primeiro Amor, apesar de ambos terem sensibilidade, inocência e romance, do primeiro amor, a história se passa lá na Rússia.

O livro Primeiro Amor conta uma história simples e que mostra o amor, como a forma mais pura e inocente, com o menino Vladimir Petróvitch, único filho de uma família tradicional, que vai passar o verão em sua casa de veraneio e avista uma linda menina brincando próxima à sua residência, essa garota era Zinaida, a filha de sua vizinha, por quem ele vai se apaixonar perdidamente.

19451281897615GEssa obra, foi a primeira traduzida na Europa e o escritor ainda era vivo. Ivan é bastante admirado por Henry James e Flaubert e ele foi um dos maiores escritores de sua época, sendo o primeiro escritor russo a ter renome em todo Ocidente.

Sinopse
Em um passeio por sua casa de veraneio nos arredores de Moscou, o garoto Vladímir Petróvitch, filho único de uma família tradicional, vê uma moça exuberante brincando nos fundos da propriedade. Trata-se de Zinaida, filha de sua vizinha, por quem se apaixonará de forma avassaladora.

À medida que eles se aproximam, fica claro quem está no controle da situação. Disposto a tudo para ser correspondido, Vladímir terá de aprender rapidamente o intrincado jogo da sedução, em que as regras são tão aleatórias quanto obscuras.

Informações Gerais

PRIMEIRO AMORPRIMEIRO_AMOR_14423775249913SK1442377524B
(PERVAIA LIUBOV)

Idioma original
Russo

Tradução
Português

Editora
Penguin Companhia

Gênero
Romance

Páginas
112

1° Edição
fevereiro de 2008

Por Priscila Visconti