Arquivo da tag: longa-metragem

Gustavo Steinberg conta como foi a produção e de onde surgiu a inspiração para a animação “Tito e os Pássaros”

tito-and-the-birds-scene-22

A animação nacional “Tito e os Pássaros” ganhou uma exibição especial durante a quinta edição da CCXP 2018. Com direção de Gustavo Steinberg, André Catoto e Gabriel Bitar, a trama traz de forma lúdica e sútil a imersão do mundo com seus medos e aflições. Continuar lendo Gustavo Steinberg conta como foi a produção e de onde surgiu a inspiração para a animação “Tito e os Pássaros”

Emicida vai escrever e produzir sua própria cinebiografia, junto com Rodrigo Teixeira

csm_20032018dm0933_b9142f16fb

Um dos maiores rappers do século 21, Emicida, ganhará sua própria auto-biografia produzida por Rodrigo Teixeira (“Me Chame Pelo Seu Nome”, “Indignação” e “A Bruxa”) e sob a direção de Aly Muritiba (“Para Minha Amada Morta” e “Ferrugem”), numa parceria entre as produtoras RT Features e Laboratório Fantasma. Continuar lendo Emicida vai escrever e produzir sua própria cinebiografia, junto com Rodrigo Teixeira

[Cabine da Pipoca] “Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola” traz bullying, zoeira e ousadia em seu primeiro trailer oficial

Em um mundo onde o politicamente correto dita as regras, quebrá-las faz de você um descolado e maioral entre os cabaços e manés que habitam naquele recinto chamado de escola, porém não aos olhos de quem descreve as normas você pode se tornar O Pior Aluno da Escola. E é isto que o novo filme baseado no “best-seller” homônimo a película.

Continuar lendo [Cabine da Pipoca] “Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola” traz bullying, zoeira e ousadia em seu primeiro trailer oficial

[Cabine da Pipoca] A Cabana – Um filme para sentir no fundo da alma

Chega às telonas nesta quinta-feira (6), o filme baseado em um dos maiores best seller mundial, “A Cabana”, escritor por, William P. Young, lançado em 2007, nos Estados Unidos, e chegando no Brasil apenas um ano depois, e se tornando um das maiores publicações literárias daquela década, vendendo quase 20 milhões de cópias. Porém, para que o livro se tornasse filme, não foi da noite para o dia, pois foram 10 anos até que a produção ganhasse o cinema em uma adaptação, que foi roteirizado a três mãos, por John Fusco (da série Marco Polo, da Netflix), Andrew Lanham (em sua estreia como roteirista) e Destin Cretton (roteirista e diretor do ótimo Temporário 12). Continuar lendo [Cabine da Pipoca] A Cabana – Um filme para sentir no fundo da alma

[Cabine da Pipoca] A Bela e a Fera chega às telonas em 2017

safe_image.php_

Depois de Branca de Neve e Cinderela, agora chegou a vez do conto de fadas da Bela e Fera ganhar ares reais, mas com a mesma essência de sua origem, realizado por Bill Condon e escrito por Evan Spiliotopoulos e Stephen Chbosky, baseado no conto de fadas homônimo de Jeanne-Marie Leprince de Beaumont e o filme musical de animação da Disney. Continuar lendo [Cabine da Pipoca] A Bela e a Fera chega às telonas em 2017

[Cabine da Pipoca] Nick Carter estreia seu primeiro longa-metragem sobre zumbis no velho oeste

medium.7aWPdkXb0Wa-DldrVXmsQNqYtJkge7SzdC1UEK7Oh5o

O Backstreet Boy Nick Carter mostra que seu talento para as artes vai muito além da música, um fã incondicional de quadrinhos, séries e todo esse universo geek que hoje pode estar na modinha, mas que o artista já seguia a muito tempo atrás.

imagen-2Todos o conhecem como músico, mas ele já escreveu uma HQ em parceria com o quadrinista Stan Lee, sobre os próprios BSB onde eles são um time de super-heróis chamados de “Cyber Crusaders”. Depois ele ainda participou do longa-metragem, “The Hollow”, em 2004.

Após anos sem atuar ou fazer algo distinto a música, há alguns anos atrás Carter, que sempre sonhou em produzir um filme de horror, sentou e começou escrever o roteiro de sua primeira e autoral película, e desde então, “Dead 7” foi ganhando forma e vez na mida do artista.

Um filme totalmente autoral e independente, ele foi produzidimagen-1o através do financiamento coletivo, aonde as recompensas aos colaboradores seriam de brindes do longa, até créditos no final da película.

Dirigido por Danny Roew e escrito pelo próprio Nick, o filme conta com a produção de  The Asylum e deve estrear no próximo mês, no  canal Syfy com surpresas inesperadas. Além do mais, o elenco traz vários nomes de astros e estrelas, dentre eles, o próprio Carter, Howie Dorough, AJ McLean, Carrie Keagan, Joey Fatone, entre outros.

Membros dos grupos BACKSTREET BOYS,  N’SYNC, O-TOWN, 98 DEGREES farão parte do roteiro do filme, que contará a história de pistoleiros esfarrapados que lutam para salvar uma pequena cidade num oeste pós-apocalíptico de uma praga de zumbis.

Nick Carter (BSB), fará oimagen-3 personagem Jack,  o obstinado herói que une os foras da lei para enfrentar a praga de zumbis. O elenco ainda conta com Joey Fatore (N’sync) que incorporará um bêbado e Lauren Kitt Carter, esposa de Carter que fará o papel de uma forte bandida.

Carter parece ser o mais empolgado com o longa, que irá dirigir, roteirizar e ainda estrelar, haja ânimo para tanto.

CdFCqPqUYAEUfBC

E para quem for fã dessas boys bands já pode começar a gritar, pois abril está bem próximo e por mais que a estreia esteja prevista para o dia primeiro de abril, não é mentira, por isso, programem-se.

Vejam o vídeo de Carter falando  sobre DEAD 7, quando ainda chamava “Dead West“, primeiro título do projeto:

Abaixo confira o trailer oficial do filme:

Ouça abaixo o tema oficial do longa:

Por: Carla Cunha

[Cabine da Pipoca] A Grande Aposta – Quem vai arriscar?

The-Big-Short-Movie

Dirigido por Adam McKay e com um elenco de atores renomados como, Christian Bale, Brad Pitt, Steve Carell, Marisa Tomei e Ryan Gosling, o longa ganhou nesse ano o Oscar de melhor roteiro adaptado.

Dos mesmos autores de “O homem que mudou o jogo “ e “Um sonho possível” a Cabine da downloadPipoca dessa semana apresenta à vocês amantes do cinema e interessados na economia americana o filme “A grande aposta”, que estreou em janeiro deste ano nos cinemas de todo o mundo.

brad-pitt-a-grande-apostaO longa baseia-se no livro de Michael Lewis “The Big Short: Inside the Doomsday Machine”, lançado no Brasil como “A Jogada do Século”, e apresenta histórias paralelas de investidores e especuladores financeiros que previram a grande crise de investimentos que os Estados Unidos iria passar ainda na primeira década do século 21.

Então, os investidores envolvidos com o intuito em derrubar o sistema, visou algo distinto o que pregava o mercado, e a-grande-aposta-2resolveram apostar todo seus patrimônios contra o mercado financeiro, e consequentemente o filme mostrou um pouco sobre a falência do mercado imobiliário estadunidense nos anos de 2007 e 2008.

Desde então, a vida destes quatro empresários passou a estar no lugar mais alto do poder financeiro, onde irão questionar tudo e todos, pela ousadia e coragem em encarar a crise de uma maneira distinta ao que o sistema demandava.

Enquantoalx_filme_the_big_short_05_original os bancos lucravam a cada dia com hipotecas e contas correntes, os quatros investidores foram na contra-mão deste sistema, e encararam de frente, mudando a cena de suas empresas e a maneiras de qual administravam-as, pois o mundo estava prestes a colapso financeiro,  e a população seria a maior vítima desta catástrofe.

Sinopse:

O filme adapta o livro “The Big Short: Inside the Doomsday Machine” e conta a história de quatro homens que anteciparam a crise imobiliária e The-Big-Short-A-Grande-Aposta-bastidoreseconômica dos Estados Unidos em 2008. Eles resolvem fazer um investimento, mas acabam no “mercado negro” bancário onde precisam questionar a tudo e a todos. Brad Pitt, Christian Bale, Ryan Gosling e Steve Carell interpretam os protagonistas e o elenco tem ainda Karen Gillan, Selena Gomez, Marisa Tomei e Melissa Leo.

Assista abaixo ao trailer abaixo:

Por: Carla Cunha

[Total Flex] MIS-SP apresenta a mostra “Somos Todos Imigrantes” neste fim de semana

12227555_10153163805235544_1797833158736521517_n

No próximo mês, mais exato no dia 10 de Dezembro comemora-se o Dia Internacional dos Direitos Humanos, e para celebrar essa data e relembrar de todos aqueles que construíram não apenas nossa cidade, mas nosso país, – os imigrantes – o Museu de Imagem e Som realizará neste fim de semana – 7 e 8 de Novembro, respectivamente, sábado e domingo – o evento “Somos todos imigrantes“.

O evento terá uma exposição 12189871_10153163805160544_8514824621995463128_ndo fotógrafo Chico Max e a Missão Paz, aonde serão composta por imagens de homens, mulheres e crianças do bairro do Glicério em parceria com o Padre Paolo Parise, um dos principais responsáveis pela instituição “Missão da Paz”, que apresentou os imigrantes de diversas partes do mundo que serão exibidas pela primeira vez no MIS.

Além do mais, interligado à exposição o Núcleo Educativo MIS apresentará o Cineclube Educativo Especial, que exibirá o longa-metragem “Fievel – Um conto americano”, de Don Bluth. Esse projeto já existente no museu traz clássicos da história do cinema com discussões mediadas pela equipe do programa.

Confira a programação completa abaixo:

7 de novembro, sábado

12h – 18h
Exposição Somos todos imigrantes, de Chico Max
e Barracas de comidas típicas (Área externa)

14h
Cineclube Educativo MIS (filme seguido de debate com o Educativo MIS)
Fievel – Um conto americano (dir. Don Bluth, Estados Unidos, 1986, 80 min, DVD). Fievel é um ratinho que se mudou, junto de sua família, da Rússia para os Estados Unidos fugindo do regime czarista. Chegando em Nova York, se perde dos familiares e descobre que a América se revela muito distante da “terra de oportunidades” que sonhava. Em sua saga para reencontrar a família enfrenta muitos desafios e faz amizades no Novo Mundo.
(Auditório LABMIS – 64 lugares)

8 de novembro, domingo

12h – 18h
Exposição Somos todos imigrantes, de Chico Max
Barracas de comidas típicas

14h
Palestra com o professor Clóvis de Barros Filho sobre o tema Somos todos imigrantes
Clóvis de Barros Filho é um dos mais requisitados palestrantes do país. Suas aulas e palestras sobre ética já foram ouvidas por milhões de pessoas, em todos os estados do Brasil, e de outros países como Uruguai, França, México, Argentina, Espanha e Portugal. Doutor e Livre-Docente pela Escola de Comunicações e Artes da USP, Clóvis atua no mundo corporativo desde 2005, por meio de seu escritório, o Espaço Ética. (Auditório MIS – 172 lugares)

16h
Bate-Papo com o fotógrafo Chico Max, o Padre Paolo Parise e alguns dos imigrantes fotografados para a exposição
O Padre Paolo Parise está à frente da Paróquia nossa Senhora da Paz que faz parte do projeto ‘Missão Paz’, obra dos missionários de São Carlos – Scalabrinianos, que possuem vivência junto aos migrantes, imigrantes e refugiados.
Chico Max é fotografo, designer gráfico e psicólogo com mais de 20 anos de experiência nas artes visuais. Fotografou mais de 50 personalidades como Daniela Mercury, Tom Zé e Isabela Fiorentino.
(Sala do Educativo -15 lugares)

Encerramento
Para encerrar o evento convidaremos o público para um grande abraço coletivo na área externa do museu.

SERVIÇO

SOMOS TODOS IMIGRANTES

DATA: 7 e 8 de novembro de 2015
HORÁRIO: 12h às 18h
LOCAL: Área externa, Auditório LABMIS e Auditório MIS
ENDEREÇO: Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo
TEL.: (11) 2117 4777
SITE: http://www.mis-sp.org.br
INGRESSO: GRÁTIS
Estacionamento conveniado: R$ 10 | Valet: R$15 [Conveniado]
Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.
Confirma sua presença na página de eventos no Facebook!

Por: Patrícia Visconti

[Cabine da Pipoca] Tela Larga apresenta o longa “A Presa”

A Presa

Sinopse:

Nathan (Grégoire Colin) viaja com a esposa Claire (Bérénice Bejo) para a tradicional reunião de outono na casa de campo do sogro. Eles pretendem anunciar a chegada do primeiro filho do casal e tomar delicadas decisões para salvar a empresa de pesticidas da família. Logo na primeira noite, um veado ataca o pai de Claire e os homens da família decidem se aventurar pela floresta para entender os motivos do comportamento estranho do animal. Carregando uma arma pela primeira vez na vida e percebendo a tensão crescente entre pai e filhos, Nathan logo descobre que a estação de caça ainda não terminou.

Confira a resenha crítica do fotógrafo e produtor audiovisual, Pierre Cortes:

Por: Pierre Cortes, do blog Tela Larga

[Cabine da Pipoca] Azizam apresenta um Irã distinto e poético, do que aquele mostrado pela mídia Ocidental

1484695_868211709905643_2406986852172500361_n

O Irã ou “Irã de Persis” – “terra dos persas”, como os historiadores o chamava, devido aos escritos históricos por eles mesmos.

Uma terra que já foi o principal poder cultural e político dominante na região, além de apresentar ao mundo durante a Idade de Ouro Islâmica diversos cientistas, acadêmicos, artistas e pensadores influentes.

Já hoje é uma potência média e regional, possuindo uma relevante influência na segurança energética internacional e na economia mundial através de suas reservas fósseis, além de ter a maior oferta de gás natural e a quarta maior reserva petrolífera no mundo.

O país é altamente multicultural e inclui grupos éticos e linguísticos por todo o país, e também na região islâmica.

Visando em toda essa evolução, mas pensando no lado poético, as diretoras de cinema Andrea Mendonça e Mirelli Fernandes projetaram o documentário, “Azizam Filme”, retratando essa pluralidade na visão de duas brasileiras (Andrea Mendonça e Mirelli Fernandes Rosa) e duas iranianas (Roya Fallahi e Sara Najar), mostrando outro lado que a grande mídia ocidental não pauta, desmistificando alguns conceitos e expressando um novo olhar ao continente.

Pois, assim como no ocidente, as mulheres islâmicas são livres e independentes para ir e vir quando bem entendem, independente dos costumes e vestimentas que usem. Apenas retrata a uma visão cultural, que para o mundo ocidental é um pouco estranho e distante, mas é extremamente normal no Oriente Médio.

Todavia, a equipe tem um empecilho para dar continuidade na produção, principalmente por ser independente e não conter verbas federais, estaduais ou municipais. Então, eles contam com o apoio das mentes abertas e distintas, que vivem fora da caixa que nos empurra para a alienação.

Para saber mais sobre o projeto acesse a página oficial do projeto, onde há mais informações sobre o documentários e também sobre recompensas para os futuros apoiadores.

Assista abaixo o teaser do longa-metragem:

Mais info: Facebook

Por: Patrícia Visconti