Arquivo da tag: mulheres

Poder Feminino na CCXP 2017 com Amy Chu e Gail Simone

Ainda nos anúncios do final da semana da CCXP – Comic Con Experience, mas agora com um poder a mais, pois são duas artistas que nós do OBC temos tamanha admiração, não só por elas serem mulheres, mas também por propagarem mais as heroínas na nona arte, que são a Amy Chu e a Gail Simone, as meninas da vez que vem ao evento e estarão no coração da comic con nos quatro dias. Continuar lendo Poder Feminino na CCXP 2017 com Amy Chu e Gail Simone

Anúncios

[Cantinho Literário] “Você é feminista e não sabe” – Sai da Internet e ganha crowfunding no Catarse

As autoras do canal Você é Feminista e Não Sabe está com uma campanha no Catarse, para que este projeto saia do virtual e vá para o mundo real, através de um livro. A campanha vai até o fim deste mês e já atingiu mais da metade do esperado, mas ainda dá tempo para quem não colaborou, ainda dá tempo para apoiar este projeto. Continuar lendo [Cantinho Literário] “Você é feminista e não sabe” – Sai da Internet e ganha crowfunding no Catarse

[Total Flex] Bate-Papo reúne mulheres quadrinistas em São Paulo

Nesta quinta-feira, 18, nós d’O Barquinho Cultural realizamos um bate-papo bastante distinto dentre as publicações do nosso boletim, pois reunimos algumas quadrinistas e roteiristas lá na Gibiteria, da Benedito Calixto, em São Paulo para conversar sobre quadrinhos cultura pop, mulheres na nona arte, projetos, influências, eventos de quadrinhos, cultura pop e muitas outras coisas. Foi uma manhã bastante proveitosa, rica em conhecimento, muita risada e diversão. Continuar lendo [Total Flex] Bate-Papo reúne mulheres quadrinistas em São Paulo

[Cabine da Pipoca] ‘Estrelas Além do Tempo’ – Uma história para inspirar gerações

Já que estamos na semana do dia internacional da mulher, nada mais justo do que falar dessas mulheres tão determinadas e cheia de virtude, em uma época em que ser mulher e ser negra era caso um abuso para a sociedade. Continuar lendo [Cabine da Pipoca] ‘Estrelas Além do Tempo’ – Uma história para inspirar gerações

[Caixa de Som] Rap Plus Size traz música e poesia para as mulheres com massa encefálica ativa

Já que hoje é dia internacional da mulher, e neste dia de hoje ainda temos muitas lutas e batalhas para enfrentar diante a uma sociedade machista quão vivemos, ainda mais aquela que está na periferia.

Visando nisso que as paulistanas Issa Paz e Sara Donato se uniu para criar a dupla Rap Plus Size, um destaque do RAP nacional, com elementos da música periférica brasileira, ofertando musicalidade sem perder a essência ‘old school’ do movimento, porém elas baseiam-se em argumentos que elas mesmas vivenciam em suas rotinas, mas sempre afirmando e valorizando sua autonomia. Continuar lendo [Caixa de Som] Rap Plus Size traz música e poesia para as mulheres com massa encefálica ativa

[Cyber Cult] A Campus Party mostra que tecnologia não é só para homens

lice_nerd
Créditos: @liceana

Quem disse que tecnologia é só coisa de homem? Antigamente,até poderia ser, mas hoje essa área já podemos encontrar muitas mulheres, e algumas até se destacando em grandes cargos, como a Mubarik Imam, diretora de desenvolvimento de negócios do Whatsapp, Gabriela Viana, diretora de Marketing da Xiaomi e Jacqueline Lee, diretora de Marketing da Qualcomm, que estiveram em Campus Party passadas mostrando que tecnologia é sim para mulheres. Continuar lendo [Cyber Cult] A Campus Party mostra que tecnologia não é só para homens

[FOTOGRAFIA] Vitrines Mortas

image

Quando a madrugada adentra, as vitrines do centro da capital paulista são invadidas para fazer uma crítica ao Feminicídio, a Mercantilização do corpo e mente das Mulheres, e também a vampirização dos mesmos, desmistificando o capital patriarcal.

Um projeto integrado ao Vulvar, tem como proposta das Mal-Amadas Poéticas do Desmonte Grupo de Teatro Feminista da Cooperativa Paulista de Teatro. “Vitrines Mortas” as mulheres são peças de vitrines, mas bem distinta do que como são mostradas nas passarelas e mostruários da moda.

As apresentações acontecem duas vezes por mês, sendo a próxima ocorrerá no dia 29 de Abril, a partir das 18h, na rua Cel. Xavier de Toledo, 210/ sala 112, em frente ao metrô Anhangabaú. Sempre com uma análise crítica e social da maneira que a mulher é exibida na sociedade.

image

image

image

image

Por: Patrícia Visconti

[Cyber Cult] As #minasprogramam tanto quanto os manos!

11705096_1419819428348843_4158452546821234002_n

Hoje em dia a área de tecnologia de informação anda em alta, com aplicativos sendo criados, programas, computadores, entre tantas outras maneiras de operar o conhecimento tecnológico em nossa dia a dia.

Porém, essa área sempre foi dominada pelos homens, já que em nossa sociedade acredita-se que eles são mais aptos para exercer tal função, enquanto as mulheres cuidam a parte interpessoal das empresas, e isso gera um pouco de preconceito com as meninas que desejam ingressar neste campo.

Visando essa nuance social de discriminação contra o que uma mulher deve ou não escolher para sua carreira, dias estudantes de Relações Internacionais da USP, Bárbara Paes e Fernanda Balbino, viram a dificuldade de entrar na área, mas a ânsia de aprender a programar e saber desenvolver tudo aquilo que era relacionado a TI, elas uniram suas forças e mostraram que atuar na área de tecnologia também é coisa de mulher, independendo do incentivo e estímulo que elas têm em suas vidas.

Elas foram buscar mais apoiadores para suas questões e quem sabe desenvolver um projeto em prol as programadoras, foi então que conheceram a Ariane Cor, designer, prog-amadora, sócia na Agencia Iara e integrante da ONG Casa de Lua.

Então o trio visionário desenvolveu curso de programação voltado às mulheres, apoiando meninas que sonham em ser programadoras a desmitificarem todo preconceito que há na área, criado então o #MinasProgramam. Promovendo uma formação básica em programação para meninas e mulheres que querem fazer sites e trabalhar com tecnologia, além de saber mais sobre programação, e conhecer um pouco sobre o mercado de trabalho que elas desejam atuar, segurança e privacidade, software livre e ativismo.

11755226_1421763801487739_5017192536722450508_n

Para conhecer mais sobre o projeto e também para se inscrever, acesse o site, ou siga-o nas redes sociais e também, acompanhe a hastag #MinasProgramam para zapear novidades criadas recorrentes aos cursos.

Facebook | Twitter | Instagram

Por: Patrícia Visconti