Arquivo da tag: obra

[Cantinho Literário] ‘Beren and Lúthien’, nova obra de J.R.R. Tolkien chega às livrarias

Após um século desde o lançamento do primeiro livro de J.R.R. Tolkien – escritor de O Senhor dos Anéis – está previsto para ser publicado um novo, no próximo ano. Intitulado “Beren and Lúthien”, foi lançado na última quinta-feira, 1º, traz a história de uma elfa imortal e um homem mortal, que juntos tentam roubar do maior de todos os seres malignos: Melkor. A obra foi lançada pela editora Harper Collins e já está à venda. Continuar lendo [Cantinho Literário] ‘Beren and Lúthien’, nova obra de J.R.R. Tolkien chega às livrarias

[Cyber Flex] Exposição sobre Steve Jobs chega ao Brasil na próxima semana

Que Steve Jobs é um dos maiores visionários e revolucionários do século 20, não é segredo para ninguém. Criador da Apple, ele revolucionou os computadores pessoais, os filmes de animação, música, telefones, tablets e publicações digitais. Muita coisa que ele pensou a mais de 40 anos atrás, que hoje são quase insubstituíveis no cotidiano atual. Continuar lendo [Cyber Flex] Exposição sobre Steve Jobs chega ao Brasil na próxima semana

[Cabine da Pipoca] O caseiro – Tem gente que vê coisas que a gente não vê!

A Cabine da Pipoca dessa semana está verde e amarela novamente, mas dessa vez, não iremos falar de um romance, comédia ou policial. O filme dessa semana é de suspense! E para uma fã de filmes nacionais e fã de suspense terá as duas coisas reunidas em uma só película, é no mínimo espetacular.

Continuar lendo [Cabine da Pipoca] O caseiro – Tem gente que vê coisas que a gente não vê!

[Total Flex] E agora, quem poderá nos defender?

entretenimento-roberto-gomez-bolanos-chaves-baixa-20140221-003-size-598

“Foi sem querer, querendo… Tinha que ser o Chaves!”

É, na tarde desta sexta-feira (28), o mundo ficou mais triste, o peito mais apertado e os olhos mais lacrimosos, afinal o eterno Chesperito havia nos deixado, partido para um mundo onde lá não há guerras e mentiras, onde o descanso é merecido para todos àqueles que trabalharam e fizeram seu legado aqui na Terra.

E assim, o pobre menino do 8 ou então o super-heróis dos fracos e oprimidos se despediu deste mundo, deixando uma extensa obra que será propagada por milhões admiradores, que irão compartilhar por muitas e muitas gerações.

Roberto Gomez Bolaños tinha 85 anos, mas era em seu coração era para sempre um menino, brincalhão, divertido, inteligente e humilde, que gostava das coisas mais simples, e o transformava em grandiosas obras, que prosperaram por todo o mundo. Do Oriente ao Ocidente, dos ricos aos pobres, todos o admiravam e respeitavam, não apenas como o grande ator e autor que ele era, mas como o homem de bem e caráter que ele sempre foi.

O pequeno Shakespeare era mais do que um artista, era um gênio que inspirou e inspira milhões de seguidores, que sempre propagará seu legado por todo essa vida, pois os bons não morrem, apenas se desencarna para que herança seja difundindo para futuras gerações, e que sua obra permanece eterna nas lembranças do mundo.

Vá em paz, Chesperito; “Prometemos, despedirmos-nos, sem dizer “adeus” jamais, pois haveremos de nos reunirmos muitas, muitas vezes mais!”.

10711153_739142582835454_7754315857095870601_n

Por: Patrícia Visconti