Arquivo da tag: racismo

“Godfather of Harlem” – Um drama complexo que traz os conflitos e diferenças de poder no Harlem de 1930

1879

A nova série da FOX Premium que chega às telinhas nesta sexta-feira, 19, é Godfather of Harlem, que foi inspirada no gângster e uma das figuras mais poderosas do submundo do Harlem (NY) dos anos de 1930, Ellsworth “Bumpy” Johnson, interpretado por Forest Whitaker, que ao regressar ao bairro encontra as ruas “dominadas” pela máfia italiana, terá que enfrentar a família genovesa liderada por Vincent “Chin” Gigante (Vincent D’Onofrio), considerado um dos mafiosos mais sórdidos da cidade de Nova York, para recuperar o controle local. Continuar lendo “Godfather of Harlem” – Um drama complexo que traz os conflitos e diferenças de poder no Harlem de 1930

Black Pantera lança música e clipe em protesto após a morte de George Floyd

93995947-2998540766919485-9207382217209151488-n

O grupo mineiro Black Pantera acaba de lançar uma nova música em protesto ao racismo, a canção surgiu recorrente ao acontecimento no qual o policial norte-americano asfixiou até matar um cidadão negro, durante uma abordagem. A força das imagens serviu como combustível para que o baixista Gama escrevesse a música o mais rápido possível e seus versos de protesto. Continuar lendo Black Pantera lança música e clipe em protesto após a morte de George Floyd

“Hollywood” – Um drama sobre sonhos, ego e realizações na indústria do cinema

fundo-fotografico-tecido-sublimado-hollywood-400m-x-250m-D-NQ-NP-752726-MLB27858034276-072018-F

A década de 1940 sem dúvida foi uma época de ouro para o cinema hollywoodiano, grandes produções, atores memoráveis que fizeram história na sétima arte e uma mudança significativa não apenas para a indústria fonográfica, mas para o mundo, já que era o fim de uma época tortuoso com o fim da Segunda Guerra Mundial e uma esperança para os atores e cineastas novatos, que buscavam a realização de um sonho em Hollywood. Continuar lendo “Hollywood” – Um drama sobre sonhos, ego e realizações na indústria do cinema

“UM MILHÃO DE FINAIS FELIZES” – UMA FICÇÃO MUITO REAL

Sem-t-tulo

A obra “Um Milhão de Finais Felizes” (2018), escrita pelo autor carioca Vitor Martins, conta a história de Jonas, um rapaz gay que mora com seus pais muito religiosos e homofóbicos e que sonha em ser escritor. Sua relação com a mãe é de carinho condicional – palavra que ao contrário de “incondicional”, à qual normalmente associamos ao amor das mães, e que implica na existência de carinho apenas após o cumprimento de determinadas condições, ou seja, é relativo -, enquanto seu pai é explosivo e machista, além de entrar em atrito com o filho sempre que vê uma oportunidade, apesar de desconhecer a homosexualidade do rapaz. Continuar lendo “UM MILHÃO DE FINAIS FELIZES” – UMA FICÇÃO MUITO REAL

HBO aposta na diversidade e pluralidade em sua nova série “TODXS NÓS”

todos-696x427

A HBO aposta para abrir 2020, com uma produção que traz temas distintos, fugindo dos clichês, como o canal já vem feito em suas últimas séries originais. “TODXS NÓS” mostra um protagonismo nada convencional, já que traz um personagem não binário à cena. Continuar lendo HBO aposta na diversidade e pluralidade em sua nova série “TODXS NÓS”

[Cabine da Pipoca] Corra! – Um drama antiracial e subversivo

Será que a sociedade atual cessou o todo o racismo que os nossos antepassados tinham? Talvez não, podemos todos conviver “numa boa”, mas a diferença e o preconceito sempre existirá com quem é diferente de um determinado grupo. Continuar lendo [Cabine da Pipoca] Corra! – Um drama antiracial e subversivo

[Caixa de Som] Rap Plus Size traz música e poesia para as mulheres com massa encefálica ativa

Já que hoje é dia internacional da mulher, e neste dia de hoje ainda temos muitas lutas e batalhas para enfrentar diante a uma sociedade machista quão vivemos, ainda mais aquela que está na periferia.

Visando nisso que as paulistanas Issa Paz e Sara Donato se uniu para criar a dupla Rap Plus Size, um destaque do RAP nacional, com elementos da música periférica brasileira, ofertando musicalidade sem perder a essência ‘old school’ do movimento, porém elas baseiam-se em argumentos que elas mesmas vivenciam em suas rotinas, mas sempre afirmando e valorizando sua autonomia. Continuar lendo [Caixa de Som] Rap Plus Size traz música e poesia para as mulheres com massa encefálica ativa