Arquivo da tag: reprodução

Rafael Sam interpreta de forma simples e divertida uma representação dos desenhos animados

69142508-2632227973463516-4007096400021028864-o

O jovem ilustrador paulista, criado em Recife, Rafael Sam, vem ganhando espaço na internet em reproduzir desenhos animados dos anos 80 e 90, com suas obras sendo cada vez mais repercutida pela rede, reproduzindo cada animação ao seu estilo, com muita delicadeza e sutileza, dando uma nova cara aos personagens, mas sem perder a origem real de cada um. Continuar lendo Rafael Sam interpreta de forma simples e divertida uma representação dos desenhos animados

[Cyber Cult] As gigantes da tecnologia se unem para novas ideias

20150901190057_660_420

Os gigantes da tecnologia no mundo, Google, Microsoft e Intel, anunciaram uma parceria para o lançamento de Alliance for Open Media, tem como objetivo criar novos formatos livres de royalties para vídeos, codecs e outras tecnologias relacionada à reprodução de mídia.

A meta é que esse formato seja grátis e aberto, para qualquer dispositivo, mas isso ainda o projeto está no começo, pois não se sabe se as empresas que foram convidadas, pelas três criadoras poderão fazer parte da aliança.

As empresas que foram convidas para fazer parte do grupo são, Amazon, Cisco, Google, Intel, Microsoft, Mozilla e Netflix, embora a união de grandes companhias seja raro, não é difícil entender como a criação de um novo padrão open-source de vídeo e altamente compatível seria benéfico para todos.

O processo está apenas começando, é impossível saber o quão longe este possível novo formato pode chegar, e a ideia pode até morrer no meio do caminho antes de se tornar viável. É importante observar também que a Apple, que também poderia ser uma grande interessada, ainda não faz parte do grupo.

Caso se esse projeto alcance seus objetivos, ela poderia auxiliar a popularizar este formato emergente em seus dispositivos.

A Alliance pode ser o crescimento no mercado de vídeo online, mas pode parece querer desferir um golpe no MPEG LA, grupo que licencia formatos de vídeo como o H.264 e H.265, amplamente utilizados, porém têm um custo para as empresas, caso este projeto caminhe bem.

As empresas poderão surgir com um novo padrão que poderia reduzir custos para a reprodução de vídeos em dispositivos ou pela internet.

Por Priscila Visconti