Arquivo da tag: sucesso

[WebTV] Carmen Sandiego na Netflix em 2019

A Netflix anunciou nesta semana que irá produzir um sucesso da década de 80, a vilã Carmen Sandiego, que fez muito sucesso na época se tornando uma das protagonistas clássicas dos anos 80, pois além do desenho animado, havia uma série de games educativos sobre a aventura de Carmen. Continuar lendo [WebTV] Carmen Sandiego na Netflix em 2019

[Total Flex] Castelo Rá-Tim-Bum muda para o Memorial com construção do castelo idêntico da série

Depois do sucesso que foi a exposição no MIS, agora é a vez do Memorial da América Latina, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, levou a megaprodução do Castelo Rá-Tim-Bum para a Barra Funda, e promete ser uma das atrações de grande sucesso do calendário cultural e de entretenimento de São Paulo. Continuar lendo [Total Flex] Castelo Rá-Tim-Bum muda para o Memorial com construção do castelo idêntico da série

[TOTAL FLEX] ESPETÁCULO DE “VIOLETAS NA JANELA” TEM SUPERLOTAÇÃO EM DUQUE DE CAXIAS

12
Elenco agradece ao público. Foto: Silvia Araújo

No último domingo, 31 de julho, o Teatro Municipal Raul Cortez, localizado no Centro de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, recebeu a peça Violetas na Janela, baseada no livro homônimo espírita, lançado em 1997.
Continuar lendo [TOTAL FLEX] ESPETÁCULO DE “VIOLETAS NA JANELA” TEM SUPERLOTAÇÃO EM DUQUE DE CAXIAS

[CABINE DA PIPOCA] Batman vs Superman – A Origem da Justiça

A Cabine da Pipoca desta semana convida você a assistir a batalha entre o justiceiro de Gotham e o filho de Krypton.

Os heróis mais famosos da DC Comics foram notícia e animaram discussões entre amigos no ultimo mês de março. Tudo isso por causa do novo filme da Warner, “Batman vs Superman – A origem da Justiça”, que estreou no dia 24 de Março, aonde muitos fãs lotaram as sessões da pré estreia no mundo inteiro.

Mas, mesmo antes de estrear, o longa estrelado por Ben Affleck, que deu vida ao cavaleiro das Trevas e Henry Cavill na pele do salvador de Metrópoles, dividiu muitas turmas de amigos com a pergunta polêmica – Qual é o melhor herói?

Nas redes sociais várias pessoas alteraram suas fotos de perfil para apoiar seu herói favorito, hashtags foram criadas e #teamSuperman e #teamBatman se tornaram expressões de vários posts e conversas entre amigos. Até nós, integrantes do Barquinho Cultural, aderimos à moda e criamos dois grupos com os nomes das hashtags (mas garanto que nenhuma amizade foi comprometida durante esse período, ok?).

No novo filme, o mundo se divide, pois muitas pessoas que admiravam o Superman passam a refletir sobre a possibilidade do herói se voltar contra a humanidade, mas outros continuam acreditando na bondade do repórter do jornal Planeta Diário. Batman acompanha o grupo que não confiava mais no Homem de aço. E claro, que Lex Luthor está envolvido em todo esse duelo.

Entretanto, a história do Homem Morcego e do Super homem tem inicio antes dos filmes. Nos início dos anos 30, a primeira versão de Superman foi lançada, mas nessa versão ele era um vilão. Somente em 1935 a DC publicou em uma de suas revistas uma versão mais parecida com a de hoje do herói. Já Bruce Wayne teve sua primeira aparição na revista Detective Comics no ano de 1939. Mas nossos heróis só trabalharam pela primeira vez juntos no ano de 1952, em uma publicação de Superman, onde se tornam conhecidos como “Os melhores do mundo”.

O filme já foi lançado há mais de um mês, porem a ansiedade dos fãs da DC Comics continua, já que indústria cinematográfica investe cada vez mais nos filmes de super heróis (sorte a nossa), novos filmes irão ser lançados nos próximos anos, Liga da Justiça, Mulher Maravilha, um filme solo do Batman são alguns deles.

E claro que a Cabine da Pipoca irá trazer dos os detalhes desses filmes para vocês.

Confira o trailer do longa abaixo:

Por: Ana Carolina

[Cabine da Pipoca] O cinema falado completa 88 anos desde a exibição do pioneiro do gênero

the-jazz-singer

Neste mês de outubro o cinema falado completo 88 anos, após a primeira exibição do musical “O Cantor de Jazz”, no dia 6 de outubro de 1927, em Nova Iorque.

O filme de grande duração, com falas e cantos sincronizados ao disco de acetato, foi um marco no cinema mundial, substituindo os filmes mudos, sendo o grande ápice na sétima arte.

Um dos maiores atores na época foi Al Jolson, sendo pioneiro e um dos melhores atores a cantar e atuar nos longas, sucesso na Broadway.

Apesar de que, as falas sempre existiram dentro dos filmes, já que em várias projeções os atores e atrizes cantavam escondidos atrás da tela em forma de dublagem, assim como os pianistas ficavam frente as telas improvisando a sonoplastia das películas.

A trama de “O Cantor de Jazz” retrata um jovem que desafia as tradições de sua família judia tradicional, onde ele cantarolava numa casa de diversões estadunidense canções populares da década, mas seu pai o punia por isso, então ele foge de casa e anos depois se torna um grande cantor de jazz, todavia seu conflito familiar permanecia e sua herança cultural também.

180px-The_Jazz_Singer

Sinopse:

A história de O Cantor de Jazz começa com o jovem Jakie Rabinowitz desafiando as tradições de sua família judia tradicional, cantando numa casa de diversões norte-americana canções populares da época. Punido por seu pai, um Chazan ou cantor litúrgico da sinagoga, que queria ver seu filho seguir seus passos, Jakie foge de casa. Anos depois se torna um cantor de jazz de sucesso, mas sempre em conflito com as relações com sua família e herança cultural.

Assista abaixo um trecho do filme “O Cantor de Jazz”:

Por: Patrícia Visconti

[Total Flex] A VERDADEIRA HISTORIA POR TRÁS DE TODO O FENÔMENO

a-culpa-e-das-estrelas

O Filme “A Culpa é das Estrelas” é baseado no Livro, com o mesmo titulo, escrito pelo norte americano, John Green.  Um livro/Filme que derruba as barreiras do preconceito, uma história de amor intenso, mostrando um lado adolescente, escrito por um Autor Jovem, se tornando um BEST-SELLER MUNDIAL, com mais de Um Milhão de espectadores, sem o final de “Felizes para sempre” e que conquistou um público de diversas idades por várias partes do Mundo.

“Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais!” – Markus Zusak, autor do Livro “A Menina que roubava Livros”.

1fault-in-our-stars-movie-poster-full

A-culpa-é-das-estrelas2Esther Earl, foi diagnosticada com câncer de tireoide e tumores no pulmão em 2006. Fazia sucesso na internet postando vídeos no Youtube. Conheceu John Green em uma conferência, se tornaram amigos, se encontravam, e assim inspirou e apoiou John a escrever seu livro e criar a personagem Hazel Grace. Em 2009, Earl se foi e virou uma estrela no nosso céu.

Atualmente, os Pais de Esther mantêm uma ONG “This Star Won’t Go Out” para ajudar outras pessoas com câncer. Lançaram um livro com o diário e cartas da filha, e comemoram todos os anos, com pessoas do mundo inteiro na data de aniversário (3 de Agosto) da Filha.

ati_1348000087

Assista abaixo o último vídeo feito por Esther Earl:

 

São diversas as opiniões sobre o Filme ou o Livro. Uns amaram, outros odiaram, teve gente que só conseguiu responder “Uau!” e teve outros que não conseguiram falar se quer uma palavra quando saíram da sessão, as lágrimas eram as únicas respostas. A minha única opinião é, – Um filme que vale a pena ser assistido.

Trailer do “A Culpa é das Estrelas”:

 

[Clique aqui e leia o texto to escrito por John Green sobre Esther Earl.]

Essa é a verdadeira Hazel Grace Lancaster, a Esther Earl, que inspirou o autor do livro John Green a escrever o livro “A Culpa é das Estrelas”:

tumblr_myzy8w9dHD1tp4avro1_400

Por Amanda Albuquerque