[Cyber Cult] Jornal francês “contrata” o primeiro robô-jornalista

robos-substituem-jornalistas-bluebus

Sem cabeça para pensar ou mãos para escrever, já chegaram nas redações em forma de robôs-redatores, que  transformam dados em textos. Tecnologia que pode ser encontrada em jornais como o francês, Le Monde.

Segundo a Agência estes robôs permitem publicar de forma rápida um grande volume de texto, e assim aumenta a audiência do seu site e posiciona sua página nos  buscadores.

Hand of mannequin with computer keyboard
Hand of mannequin with computer keyboard

Os robôs são programas informáticos que um ser humano alimenta de dados que gerem automaticamente a informação.

A Syllabs é uma das participantes da Global Editores Network, uma plataforma dos profissionais de veículos de comunicação em Viena.

Em uma eleição de 2015, o Le Monde utilizou os robôs da Syllabs para elaborar textos a partir dos resultados eleitorais.

2012_05_13__12_02_webjournalisteOs novos conteúdos posicionaram o site como o meio mais visitados. Quando lançaram o primeiro robô em 2011 era um tabu, pois a  Agência acreditava que a novidade tomaria o lugar do jornalista, lembrou a cofundadora do Jornal, Blancafort.

Se a moda chega por aqui, as redações que hoje já estão enxutas, passam a ser nulas, com robôs reportando e jornalistas correndo atrás de ‘frilas’.

Por: Vanda Santana

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s