[Cabine da Pipoca] Oscar 2017: Emoção e polêmica em doses memoráveis de eventualidade

65455409_89th-academy-awardsoscars-awards-showhollywood-california-us

No último domingo (26), aconteceu a maior premiação da sétima arte, o 89ª edição do Oscar. Como já esperado a cerimônia foi bastante imprevisível e muitos ‘bafões’, que ficaram marcados na história da Acadêmia.

Tudo estava acontecendo numa boa, atores ganhando prêmios, apresentações memoráveis e inesquecíveis, como a da jovem Auli’i Cravalho, 16, que mostrou um talento nato, se apresentando pela primeira vez na premiação cantando o tema de Moana – Um Mar de Aventuras, além de Justin Timberlake, que mesmo não ter ganho prêmio, trouxe uma performance excepcional de “Can’t Stop the Feeling”, que concorria ao prêmio de Melhor Canção, que ainda tinham Moana – “How Far I’ll Go”; “The Empty Chair” – Jim: The James Foley Story e La La Land, que trazia duas canções, “Audition” e “City of Stars”, a vencedora da noite. Todavia, as performances de Timberlake e Auli’i estavam impecáveis e esplêndidas.


A premiação foi bem equilibradas, apesar de La La Land e Estrelas Além do Tempo terem mais indicações, porém o que chamou mais atenção foi quando o favorito a Melhor Filme foi anunciado como vencedor pelos apresentadores, mas na verdade não era, pois Moonlight havia ganhado, acontecendo um erro da própria produção do Oscar, ao entregar o envelope trocado com o nome do filme aos apresentadores.

emma-stone-oscars-2Um caos que ninguém esperava, nem mesmo os diretores de Moonlight e tampouco, Damien Chazelle, que subiu no palco para receber o prêmio e ficou sem reação em relação o anúncio errôneo de uma premiação tão séria quão o Oscar. Mas, mesmo La La Land não ganhando de Melhor Filme, o filme ainda levou seis estatuetas, dentre elas Melhor Atriz para Emma Stone e Melhor Diretor para Damien Chazelle.

entretenimento-cinema-oscar-20170226-089Além dessas gafes, o Oscar não perdeu seu glamour e seus
momentos célebre, com o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante para Viola Davis, a atriz que levou seu primeiro Oscar por seu papel em “Um Limite Entre Nós”, emocionou a plateia com seu discurso dizendo quão ser atriz significava para sua vida; “Eu me tornei uma artista. E esta é a única profissão que celebra o que significa viver uma vida.”.

Já o Oscar de Melhor Ator ficou com Casey Affleck, em “Manchester à Beira Mar”, afinal o Oscar adora um polêmica, já que o ator está sendo acusado por assédio sexual durante as gravações do filme “Eu Ainda Estou Aqui”, e a produtora Amanda White e diretora de fotografia Magdalena Górka processaram o ator em US$ 4,5 milhões, alegando abuso físico e psicológico.

Dentre gafes e brilhos, o Oscar foi memorável e repleto de momentos únicos, mostrou a diversidade de gêneros artísticos, foi a premiação com o maior prêmios entregue a negros da história, com discursos polêmicos e emocionantes, uma celebração a nível da categoria, distinta de qualquer outra, mas com a cara de 2017.

231794

Confira abaixo a lista completa de vencedores do Oscar 2017:

MELHOR FILME
A chegada
Até o último homem
Estrelas além do tempo
Lion
Moonlight: Sob a luz do luar
Um Limite Entre Nós
A qualquer custo
La la land: Cantando estações
Manchester à beira-mar

MELHOR DIRETOR
Dennis Villeneuve, “A chegada”
Mel Gibson, “Até o último homem”
Damien Chazelle, “La la land: Cantando estações”
Kenneth Lonergan, “Manchester à beira-mar”
Barry Jenkins, “Moonlight: Sob a luz do luar”

MELHOR ATOR
Casey Affleck, “Manchester a beira Mar”
Denzel Washington,”Um Limite Entre Nós”
Ryan Gosling, “La La Land – Cantando estações”
Andrew Garfield, “Até o Último Homem”
Viggo Mortensen, “Capitão Fantástico”

MELHOR ATRIZ
Natalie Portman “Jackie”
Emma Stone “La La Land – Cantando estações”
Meryl Streep “Florence: Quem é essa mulher?”
Ruth Negga “Loving”
Isabelle Huppert “Elle”

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Mahershala Ali “Moonlight: Sob a luz do luar”
Jeff Bridges “A Qualquer Custo”
Lucas Hedges “Manchester à beira-mar”
Dev Patel “Lion: uma jornada para casa”
Michael Shannon “Animais noturnos”

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Viola Davis “Um Limite Entre Nós”
Naomi Harris “Moonlight: Sob a luz do luar”
Nicole Kidman “Lion”
Octavia Spencer “Estrelas além do tempo”
Michelle Williams “Manchester by the Sea”

MELHOR FOTOGRAFIA
“A chegada”
“La la land”
“Moonlight”
“O silêncio”

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
“La la land: Cantando estações”
“Manchester à beira-mar”
“A qualquer custo”
“O lagosta”
“20th century woman”

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
“Moonlight”
“Lion”
“Um Limite Entre Nós”
“Estrelas além do tempo”
“A chegada”

MELHOR DOCUMENTÁRIO
“Fire at sea”
“I am no your negro”
“Life, animated”
“O.J. Made in America”
“13th”

MELHOR ANIMAÇÃO
“Zootopia”
“Moana: Um Mar de Aventuras”
“The Red Turtle”
“Kubo e as Cordas Mágicas”
“My Life as a Zuchinni”

MELHOR CURTA-METRAGEM
“Ennemis Intérieurs”
“La femme et le TGV”
“Silent night”
“Sing”
“Timecode”

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Audition (The fools who dream)” – “La la land: Cantando estações”
“Can’t stop the feeling” – Trolls”
“City of stars” – La la land: Cantando estações”
“The empty chair” – Jim: The James Foley Story”
“How far I’ll go” – “Moana”

MELHOR TRILHA SONORA
Micha Levi – “Jackie”
Justin Hurwitz – “La la land: Cantando estações”
Nicholas Britell – “Moonlight: Sob a luz do luar”
Thomas Newman – “Passageiros”

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM
“A man called Ove”
“Star Trek: Sem fronteiras”
“Esquadrão suicida”

MELHOR FIGURINO
“Aliados”
“Jackie”
“La La Land: Cantando Estações”
“Animais Fantásticos e Onde Habitam”
“Florence: Quem é essa Mulher?”

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
“A chegada”
“Deepwater horizon”
“Até o último homem”
“La la land: Cantando estações”
“Sully: O herói do rio Hudson”
Andrew Garfield em Até o Último Homem (Foto: Divulgação/ IMDB)
Andrew Garfield em Até o Último Homem

MELHOR MIXAGEM DE SOM
“A chegada”
“Até o último homem”
“La la land: Cantando estações”
“Rogue One: Uma história Star Wars”
“13 Hours: The secret soldiers of Benghazi”

MELHOR MONTAGEM
“A chegada”
“Até o último homem”
“A qualquer custo”
“La la land: Cantando estações”
“Moonlight: Sob a luz do luar”

MELHOR DESIGN
“A chegada”
“Animais fantásticos e onde habitam”
“Ave, Cesar!”
“La la land: Cantando estações”
“Passageiros”

MELHOR EFEITO VISUAL
“Deepwater horizon”
“Doutor Estranho”
“Mogli”
“Kubo e as cordas mágicas”
“Rogue One: Uma história Star Wars”

Por: Patrícia Visconti

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s