[CABINE DA PIPOCA] ‘Z – A Cidade Perdida’ – Uma história real cheia de aventura e indagação

‘Z – A Cidade Perdida’ chega aos cinemas nesta quinta-feira, 1º, com uma história baseada em fatos reais, na adaptação do livro escrita pelo jornalista norte-americano, David Grann.

A trama traz a história do coronel Percy Harrison Fawcett, que foi um arqueólogo e explorador britânico que desapareceu na sua expedição em busca da civilização perdida pela América do Sul, mas específico na Serra do Roncador, em Barra do Garças, no estado do Mato Grosso, Brasil.

Bastante obcecado pelo saber, Fawcett queria conhecer mais sobre as cidades e o povo que lá habitava, qual os espanhóis, os primeiros a chegar nas Américas, anos mais tarde chamou seu filho mais velho, Jack, a acompanha-lo em suas missões desbravadoras em busca da ‘Cidade Perdida de Z’, porém após uma carta à sua esposa de que ele havia entrar numa região inexplorada, ninguém mais teve notícias de Percy, Jack e de seu amigo Raleigh Rimmell. Foram décadas planejando expedições para o resgate dos exploradores, mas todas sem sucesso. E até hoje, onde supostamente existiria a ‘Cidade Perdida’, ela continua inexplorada.

O filme é dirigido por James Gray (“Os Donos da Noite”, “Amantes”, “Viver e Morrer em Little Odessa”, “A Emigrante”), e no elenco conta com Charlie Hunnam, Robert Pattinson, Sienna Miller, Tom Holland e Matthew Sunderland, entre outros.

Sinopse

A verdadeira e incrível história do explorador inglês Percy Fawcett (Charlie Hunnam) ​que depois de se aventurar pelo mundo vai atrás de uma cidade perdida feita de ouro no coração da Amazônia, apoiado pela ​esposa (Charlie Hunnam), filho (Tom Holland) e seu ajudante (Robert Pattinson).​

Trailer

Por Patrícia Visconti

Anúncios

Uma consideração sobre “[CABINE DA PIPOCA] ‘Z – A Cidade Perdida’ – Uma história real cheia de aventura e indagação”

  1. Se comparado a outros filmes da filmografia de Gray, Z estaria entre Os Donos da Noite e Era Uma Vez em Nova York, por mais que um diálogo direto entre eles pareça impossível em primeira instância. Falar do Charlie Hunnam significa falar de uma grande atuação garantida, ele se compromete com os seus personagens e sempre deixa uma grande sensação ao espectador. Eu amo os charlie hunnam filmesO mesmo aconteceu com esta produção, Rei Arthur a Lenda da Espada que estreará em TV para mim é um dos grandes filmes de Hollywood.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s