Todos os posts de Priscila Visconti

Sou uma jornalista, blogueira, produtora de eventos e produtora Cultural. Amo o que faço, pois faço o que amo da minha vida, que é escrever, ler e ver a as coisas de uma visão diferente dos demais seres humanos.

[Cyber Cult] O iPhone 6 está chegando ao Brasil

iphone-6-iphone-6-plus

Essa vai para os ‘Applemaníacos’ de plantão, que estão aguardando ansiosamente o novo iPhone 6, parece que daqui umas semanas o novo aparelho da marca da maçã está desembarcando em terras brasileiras. Pois segundo o site “Blog do iPhone”, o smartphone deve chegar próximo ao fim de semana que vem, dia 14 de novembro, mas o produto já tem pré-venda, como ocorreu em outros países.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), já aprovou a bateria do aparelho e começou o processo de homologação, ou seja: autorizar a venda dos aparelhos. Os modelos aceitos são os: A1549 (iPhone 6) e A1522 (iPhone 6 Plus), os mesmos vendidos nos Estados Unidos.

Mas o valor do novo iPhone 6 será um tanto salgado, o preço deve ser em torno de R$ 3.199,00, mil reais a mais de quando chegou o iPhone 5S, em dezembro de 2014, que custava R$ 2.799,00 reais.

Ao que se sabe, apenas a Claro e Vivo, compraram os direitos do iPhone 6 e do iPhone 6 Plus, mas tem indícios de que a Tim, estava negociando a compra do smartphone, pois segundo o Twitter oficial da operadora, eles já haviam publicado fotos do aparelho e de que os telefones estariam chegando às lojas. Mas vamos aguardar até a próxima semana e esperar a chega do no smartphone Apple, os iPhone 6 e iPhone 6 Plus.

Veja abaixo o trailer sobre o iPhone 6 e Plus 6:

Para mais informações sobre os novos aparelhos da Apple,
clique aqui;

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Verão, Piscina e Literatura para toda tribulação

trechos_livros_para_jovens

Vamos ao que interessa e começar a distribuição de ideias no mundo da literatura, pois temos diversas pautas para repassar à nossa tripulação e o ano já está acabando.

Então vamô, que vamô, porque não podemos enrolar, pois estamos com dois escritores que irão agradar bastante à todos, principalmente o público juvenil e os jovens-adultos, pois são dois autores começaram escrever para as crianças, mas viram que o grande ápice em suas vidas, eram os adolescentes e jovens.

O primeiro livro é da norte-americana Sarah Ockler, com o livro “Vinte Garotos no Verão”, que trata de como as pessoas lidam de quando alguém morre, buscando afirmações de que o outro está bem e qual apreciação e preocupação delas, para elas descobrirem de que a vida continua. Que na verdade, as coisas não vão embora. Elas se transformam em algo diferente, com algo mais bonito.

SinopseVinte Garotos no Verão 2
Quando alguém que você ama morre, as pessoas perguntam como você está, mas não querem saber de verdade. Elas buscam a afirmação de que você está bem, de que você aprecia a preocupação delas, de que a vida continua.

Em segredo, elas se perguntam quando a obrigação de perguntar terminará (depois de três meses, por sinal. Escrito ou não escrito, é esse o tempo que as pessoas levam para esquecer algo que você jamais esquecerá).

As pessoas não querem saber que você jamais comerá bolo de aniversário de novo porque não quer apagar o sabor mágico de cobertura nos lábios beijados por ele. Que você acorda todos os dias se perguntando por que você está viva e ele não.

Que na primeira tarde de suas férias de verdade você se senta diante do mar, o rosto quente sob o sol, desejando que ele lhe dê um sinal de que está tudo bem.

Para mais informações sobre outros livros da Sarah, basta acessar seu site oficial www.sarahockler.com;

O próximo livro é o “Piscina Já”, do carioca, Luiz Antonio Aguiar, que trata das épocas da ditadura,que eram épocas de chumbo grosso e o Brasil vivia na escuridão total.

Mas mesmo assim havia uma garotada que só queria se divertir e foi a luta contra a repressão, atrás de aventuras inesquecíveis, que fará qualquer um voltar ao tempo e ver várias maneiras que as pessoas faziam pela sua liberdade.

Piscina-jaSinopse
Era um Brasil bem diferente. Um país debaixo de Ditadura. Tem gente que não conheceu esses tempos e nem imagina como foi.

Era dureza, chumbo grosso. O Brasil estava um breu na época. E mesmo assim a garotada do Condomínio da Colina partiu para a briga contra a repressão. E foi uma aventura dessas que quem viveu nunca esquece! Como foi? No que deu?…

Está contado aqui… em Piscina Já! Uma viagem para um tempo em que gente como a gente lutou – de várias maneiras – pela liberdade!

Mais informações sobre o escritor Luiz Aguiar, clique em seu site oficial www.luizantonioaguiar.com.br
e veja mais de seu trabalho;

Até semana que vem, com mais literatura aqui na nossa embarcação.

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] O Prêmio Nobel de Literatura 2014 vai para o francês Patrick Modiano

modiano

Antes de continuarmos a saga de promoção e divulgação de novos escritores, livros e obras literárias, temos que noticiar o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 2014, que aconteceu no começo do mês de outubro, no dia 9, na sede da Academia Sueca em Estocolmo, na Suécia.

O 15º autor eleito pela Academia, sucedendo a canadense Alice Munro, foi o escritor e roteirista francês Patrick Modiano, de 69 anos, que é autor de Missing Person (1978), escreveu um argumento de Lacombe Lucien (1974) com co-autoria com o realizador Louis Malle e venceu em 1972 o Grande Prêmio de Romance da Acadêmia Francesa, com os livros Les Boulevards de ceinture, e em 1978 o Prémio Goncourt com o livro Rue des boutiques obscures.

No ano de 2010, foi distinguido com o Prêmio Mundial Cino Del Duca, atribuído pelo Instituto de França, e dois anos depois, em 2012, venceu o Prêmio Austríaco de Literatura Europeia.

As obras de Modiano são centradas a se aproximar de uma forma de auto-ficção pela busca da juventude perdida, contando a vida de indivíduos desconhecidos confrontados aos horrores da história, com cenários na maioria das vezes da Segunda Guerra Mundial e a ocupação na França, pela Alemanha nazista, atribuindo os destinos humanos e a vida do mundo depois da ocupação alemã.

Patrick Modiano é francês, nascido nos subúrbios de Paris, filho de um comerciante judeu e uma atriz da Flandres, que ambos se conheceram na ocupação alemã na França. Mas ele viveu com seus avós e depois foi para o internato, onde viveu sua infância por lá, passando por uma barra dura, aos 10 anos, que foi a morte de seu irmão, isso foi um choque para Patrick.

Modiano vai receber da Acadêmia Sueca, pelo Prêmio de Literatura de 2014, oito milhões de coroas suecas (878,000 euros, 1,1 milhão de dólares). As obras dele são centradas em temas como a memória, o esquecimento, a identidade e a culpa.

BzgBF2QCEAAETpl

Confira abaixo as obras de Patrick Modiano
La Place de l’Étoile (1968)
La Ronde de nuit (1969)
Les Boulevards de ceinture (1972) (Grand prix du roman de l’Académie française);
Lacombe Lucien (1974); roteiro coescrito com Louis Malle;
Villa triste (1975)
Livret de famille (1977)
Rue des boutiques obscures (1978) (Prix Goncourt);
Une Jeunesse (1981)
Memory Lane
De si braves garçons (1982)
Quartier Perdu (1984)
Dimanches d’août (1986)
Catherine Certitude (1988) (Ilustrado por Sempé);
Remise de Peine (1988)
Vestiaire de l’enfance (1989)
Voyage de noces (1990)
Fleurs de Ruine (1991)
Un Cirque passe (1992)
Chien de printemps (1993)
Du plus loin de l’oubli (1995);
Dora Bruder (1997);
Des inconnues (1999)
La Petite Bijou (2001)
Accident nocturne (2003)
Un pedigree (2004)
Dans le café de la jeunesse perdue (2007)
L’Horizon (2010)
L’Herbe de nuit (2012)
Pour que tu ne te perdes pas dans le quartier (2014)

Por Priscila Visconti

[Cabine da Pipoca] “O Juíz” – O drama da convivência entre pai e filho

The-Judge-700x352

Essa é para quem gosta de assistir um bom drama familiar nas telonas do cinema, pois vai curtir o filme “O Juiz”, dirigido por David Dobkin e estrelado pelo eterno Homem de Ferro, Robert Downey Jr. e também pelo Robert Duvall e o filme trata de um drama familiar, baseado na obra do escritor John Grisham.

A trama tem enfoque na família Palmer, liderada pelo Juiz Joseph Palmer, na cidade de Carlinville no estado da Indiana e a conturbada convivência com seus filhos, principalmente com o do meio, Henry Palmer.

O Juiz Palmer é um pai durão e segue sempre a boa-conduta e ética em uma sociedade que “não liga para essas coisas”, e que trata os filhos com punho de ferro mas começa a sentir o peso da velhice. Já seu filho Henry, é todo do oposto de seu pai.

O filme acaba tratando também de um caso jurídico, estilo filmes de tribuna (no melhor estilo “12 Homens e uma Sentença”), mas o veredito final positivo considerando os excelentes diálogos e como dito antes a interação entre os personagens e ainda possuí belos cenários, típicos da região e mostra de uma forma simples e profunda o relacionamento entre pai e filho.

Sinopse
A trama gira em torno de um advogado de muito sucesso (Downey Jr.) que volta à cidade em que cresceu para o velório de sua mãe. No local, acaba descobrindo que seu pai, que sofre do Mal de Alzheimer, é apontado pela polícia como um dos suspeitos pelo assassinato da mãe. Ele, então, decide defender o pai no tribunal.

Assista abaixo o trailer de “O Juíz” e confira um pouco do drama familiar da trama

10151179_850074998344141_693019864470282651_n

Ficha Técnica
Elenco: Robert Downey Jr., Robert Duvall, Leighton Meester
Direção: David Dobkin
Gênero: Drama
Duração: 141 min.
Distribuidora: Warner Bros
Classificação: 12 Anos

Por Priscila Visconti

[8 Bits] Far Cry 4 – Um novo começo para uma velha franquia

1402458380-fc4-art-wide

Mais jogos, mais expectativas e mais comentários a serem feitos, desta vez Far Cry é o escolhido da semana. E o que dizer então desta franquia que vem ganhando espaço no coração e na prateleira dos games?

Far Cry é mais uma daquelas franquias ambiciosas da Ubisoft, famosa pela monstruosa série Assassin’s Creed, criadora de Watch_Dogs, e dona da crescente franquia de Far Cry. Mas o que ela planeja trazer de novo a uma velha amiga nossa?

Far Cry 4 pretende ser algo muito além do tão aclamado antecessor. A trama, com muito mais enredo e missões secundárias, se passa agora nas terras desconhecidas do Himalaia, onde o jogador dele contar com arsenais de armas e estratégia, trazendo consigo mecânicas novas de RPG.

A ideia, é a mesma: Mire, atire, e seja astuto nas missões, mas desta vez, em um mundo totalmente aberto, com inúmeras opções de missões secundárias, e seguido de uma trilha sonora bem produzida.

Far Cry 4 pretende trazer uma nova experiência aos jogadores, sejam eles novos ou já antigos. Vale a pena esperar e conferir!

Por: Daniel Barris

[Cyber Cult] Parabéns Android – 6 anos do sistema mais utilizado em todo o mundo

aniversario-android

Já que estamos sempre em busca de pautas para editoria de tecnologia,  então qualquer uma que cai em nossas mãos a gente aproveita, afinal qualquer coisa é bem vinda para gente.

Nesta semana no Cyber Cult, estamos em clima de festa, pois o sistema operacional mais utilizado em todo o mundo, está completando 6 anos de existência, que é o Android, que é baseado no núcleo do Linux6 para dispositivos móveis.

O sistema desenvolvido pela Open Handset Alliance, liderada pela Google Inc, que já tem mais de 1 milhão e 500 aparelhos funcionando ativamente todos os dias, sendo utilizado por grandes fabricantes de celulares, como HTC, Samsung, Sony, Motorola e LG.

A Google desejava lançar um aparelho com serviços baseados em localização, mas não possuía plataforma para isso, então a empresa de Palo Alto (Califórnia – EUA), que desenvolvia uma plataforma para celulares baseada em Linux, com o objetivo de ser uma plataforma flexível, aberta e de fácil migração para os fabricantes.

Confira abaixo as versões de Android em ordem alfabética:

1.0: Com o nome nunca revelado, a primeira versão do sistema tinha como principais características suporte a
navegadores HTML, reprodução de vídeos via YouTube, além de serviços como GTalk, Gmail, Google Maps e Google Sync.

1.0: Alpha (Dezembro de 2008, com a ultima revisão oficial em janeiro de 2009)

1.1: Beta (Fevereiro de 2009, correção de bugs da versão anterior)

1.5: Cupcake (Abril de 2009, com a última revisão oficial em maio de 2010)

1.6: Donut (Setembro de 2009, com a última revisão oficial em maio de 2010)

2.0 – 2.1: Eclair (Janeiro de 2010, com a última revisão oficial em maio de 2010)

2.2: FroYo (Frozen Yogurt – Maio de 2010, com a última revisão oficial em julho de 2011)

2.3: Gingerbread (versão lançada em 6 de dezembro de 2010)

3.0 – 3.2: Honeycomb (Lançada especialmente para tablets em Janeiro de 2011)

4.0: Ice Cream Sandwich (Anunciada oficialmente em 19 de outubro de 2011)

4.1 – 4.2 – 4.3: Jelly Bean (Versão principal lançada em 27 de junho de 2012, com a última atualização recebida em
24 de julho de 2013)

4.4: KitKat (Lançada em 31 de outubro de 2013 junto com o novo smartphone Nexus 5)

5.0:Lollipop

Por isso que nós do boletim cultural da internet mais suburbano da rede. Queremos parabenizar esse sistema operacional, que desculpa os ‘Applemaníacos’ que preferem o sistema iOS.

Mas a galera aqui do OBC, é ‘Googlemaníacos’ até a alma, por isso que estamos aqui para festejar junto com o Android e que ele continua sendo a habilitado por mais de milhões de usuários sempre.

Por Priscila Visconti

[Cantinho Literário] Resenha do livro “Desolada”

481759_383410941775799_823610544_n

Salve salve tribulação, tamô na área com mais um Cantinho Literário, trazendo sempre um novo escritor, para enriquecer cada vez mais e mais a literatura não só do boletim OBC, mas também a brasileira.

Esta semana será uma resenha do livro “Desolada”, no qual já falamos aqui, mas dessa vez não será só uma resenha crítica, mas sim do próprio livro, para ajudar ainda mais na divulgação do livro, que segundo a autora, Agatha de Assis, está indo muito bem, pois toda semana ela tem um ‘pilha’ de livros para entregar à seus leitores.

Então nós do boletim cultural, mas suburbano do Brasil, estamos aqui para promover esses autores, que estão começando na carreira, assim como a gente. Por isso, se liga na resenha literária, feita pela nossa repórter de literatura, escrita a próprio punho, ou som do jovem cantor curitibano Rapha Moraes, que estava fazendo um pocket show, com seus fãs lá no Centro Cultural São Paulo, na região central da Vergueiro, na cidade de São Paulo.

555355_319138508203043_930894393_n

Resenha literária do livro “Desolada”, de Agatha de Assis:

Na cidade de São Paulo há uma linda garota de 17 anos, com cabelos negros da cor da noite, os olhos azuis da cor do mar e a pele tão branca quanto neve, que seus pais a chamava de Branca de Neve. Seu nome era Dakota, ou como sua melhor amiga Aline a chamava Dakie.

Um certo dia a garota, teve um sonho com uma moça ruiva, muito bonita, e sedutora e bastante misteriosa, que a deixou um pouco apavorada.

Mas, esse sonho que ela estava tendo, era coisa de outro mundo, típico sobrenatural, que a deixava assustada, pois não era só a moça ruiva que aparecia, mas também um jovem homem, que parecia ser um anjo de asas negras, que caíam de seu corpo e o transformava em um demônio.

Mas nem tudo são flores, pois de tanto a garota viver esse sonho sobrenatural, pois até mesmo os mais sonhadores têm de deixar suas vidas e seguir um outro caminho, mesmo que seja inevitável em nossos planos terrestres, para àqueles que sempre demonstraram sentimentos e carinhos pela vossa pessoa, nunca a esquecerá.

Aliás, a autora de “Desolada” esta fazendo uma super promoção, de ‘Halloween’, que é um concurso cultural, que irá premiar a melhor ideia, que as três melhores ficarão em seu site e a melhor, além de ficar até no site, também ganhará um livro autografado pela Agatha.

Confira mais informações da promoção “Helloween Cultural”, clicando aqui, para concorrer à um super livro, com uma história que junta amor, amizade, sedução, coisas sobrenaturais e tudo que sua imaginação criar.

10733475_1574408809454456_817529761_n

Veja mais sobre o livro “Desolada”, aqui no site, da escritora carioca Agatha de Assis;

Por Priscila Visconti

[Cabine da Pipoca] Traskovesky Films apresenta “Indiferente”

1782052_945348445480099_7083637661160250606_n

A recente produtora de filmes Traskovesky Films, apresenta seu primeiro trabalho com o curta-metragem “Indiferente”, que conta a história de dois jovens de classes diferente, que acabam se apaixonando. Ele é Pedro, um vendedor de rua e ela é Laura, uma moça de classe média, que perde sua avó e tem que se mudar para o Rio de Janeiro.

Pedro descobre que Laura está de mudança para o Rio de Janeiro após a morte de sua avó. A notícia pega o rapaz de surpresa e garante fortes emoções para as personagens e o espectador.

O curta “Indiferente” questiona os valores sociais de duas pessoas de posições econômicas e culturais diferente, mas que simples sentimento, fazem com ambos se relacionem, fazendo com que Pedro, larga toda sua vida e vai embora junto com
a Laura.

A produtora Traskovesky Films, foi criada pelo produtor fotográfico e escritor, André Trasncoveski, que é conhecido pelo vídeo “Faça Do Seu Smartphone Um Estúdio Fonográfico”, que também produz conteúdo audiovisual para web e tem envolvimento com estudos sobre cinematografia.

A jovem produtora promete diversos roteiros, que estimulam esses questionamentos sociais, existenciais e amorosos, reatando valores do cinema brasileiro que estavam ficando de lado. Traskovesky também aposta no entretenimento inteligente abrindo
mão dos clichês atuais.

Sinopse
Pedro, um vendedor de rua, descobre que Laura, mulher de classe-média com a qual
mantém amizade, está de mudança para o Rio de Janeiro após a morte de sua avó. A notícia pega o rapaz de surpresa e garante fortes emoções para as personagens e o espectador.

Assista abaixo o trailer de “Indiferente”:

 

Elenco
Fernando Bittencourt
Ator (Pedro), Roteirista e Produtor

Suzi Curcio
Atriz (Laura)

Produção e Direção
André Trascoveski
Produtor, Diretor, Roteirista

Mais informações
FacebookYoutube

Por Priscila Visconti

[Cyber Cult] WiFi livre para todos

Wi-fi-gratis-Metro-Londres1

A cidade de São Paulo está cada vez mais pensando na conectividade de seus habitantes, depois de implantar WiFi em cerca de 120 praças da capital paulista, com velocidade mínima de 512 kbps, agora o projeto de internet para todos, está indo para as estações de metrô.

O projeto do WiFi lugares públicos, que é chamado de Praças Digitais, começou em maio e está sendo conduzido pela Secretaria de Serviços do município em conjunto com a Prodam (Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município).

A Estação Sé já está funcionando e até o fim do ano, a prefeitura tem planos de implantar em mais cinco estações do metrô.

Na Sé os usuários já podem contar com o novo serviço de grátis de internet sem fio, com as WiFi Zones, que para utilizar o serviço, basta pesquisar a rede “wifi_metro_sp” e se cadastrar com seu e-mail. Porém cada usuário pode usar a rede no máximo 20 minutos, com intervalos de 15 minutos a cada uso.

Pois o tempo permitido de conexão é superior, por exemplo, ao que é disponibilizado pelos metrôs do Rio de Janeiro (15 minutos, duas vezes ao dia) e de Tóquio (15 minutos, cinco vezes ao dia).

Porém até o fim de 2015 75 áreas deverão ter acesso gratuito à internet e as áreas que possuem WiFi livre está sinalizado em do metrô com a rede, por um adesivo de identificação, que ficam ao lado do vão central, ou atrás das escadas de embarque no sentido Jabaquara ou Tucuruvi, metrô central, a Sé.

Por Priscila Visconti