Arquivo da categoria: animação

[Total Flex] ONIGOMANJHAS apresenta um humor sádico e com personagens bizarros para ilustrar o cotidiano de uma megalópole

10615526_844953538900986_1606509457371510598_n

Hoje em dia existem muitos canais de animação espalhados pela web, para crianças, adolescentes, adultos, que se definem em diversos gêneros e estilos, dos cômicos aos dramáticos, políticos e até, pornôs. Porém, cada um desses tem sua característica própria de passar uma mensagem, seja de comédia ou social.

Dentre esses, há criado por uma dupla santista, Mauro de Abreu e Gustavo Sanchez, que em tempos de faculdade nos intervalos de uma aula e outra – ou às vezes durante algumas aulas também – eles inventavam personagens bizarros e estranhos do cotidiano de geral dos rapazes e de qualquer outra pessoa que vive em São Paulo, sendo de inicio algo apenas para passar o tempo, e posteriormente sendo criados como Trabalho de Conclusão de Curso, há quase 17 anos atrás. Com o intuito de criar super-heróis distintos dos já existentes, formando um grupo onde tivesse, o líder, o misterioso, o selvagem, o forte, o cômico, a dama e o gênio; Com a ideia de enfrentar vilões tão esquisitos quão eles mesmos. E desde então, os ONIGOMANJHAS foram criados! Continuar lendo [Total Flex] ONIGOMANJHAS apresenta um humor sádico e com personagens bizarros para ilustrar o cotidiano de uma megalópole

[Cabine da Pipoca] Quadro a quadro, dando vida ao movimento

Hoje não vamos indicar filmes, nem falar de gêneros cinematográficos que marcaram épocas, mas sim de um estilo na forma de fazer filme, sem ser em película ou digital.

A pauta de hoje é bem simples, mas ao mesmo tempo bem trabalhosa, já que iremos falar sobre Stop Motion.

Por acaso vocês sabem o que e como se faz isso? Pois bem, iremos te explicar agorinha mesmo, portanto, peguem as pipocas e se segurem frente ao PC, pois a Cabine da Pipoca está montada.

Sabe quando você vê aquelas animações feitas através de fotogramas, massinha de modelar ou utilizando-se de mecanismos articuláveis, como bonecos ou aparatos para captar movimentos humanos se utilizando por câmeras de filmar ou fotografar, até mesmo através de software de computadores.

Basicamente, Stop Motion é a técnica que utiliza a disposição sequencial de fotografias em diferente posições do mesmo objeto inanimado, simulando assim o seu movimento, ou seja, o efeito de parar, mexer, fotografar e mudar o passo na hora da filmagem. Um filme produzido segundo a segundo, movimento por movimento, quadro a quadro, dando a ideia de movimento.

A história do Stop Motion remete-se a um mágico e ilusionista francês, George Mélies, que viu através dessa arte uma ótima maneira para dar sequência à seus truques de mágica que encantavam a todos. Então, a partir de experimentos Mélies iniciou sua carreira cinematográfica com o filme “Viagem à Lua“, de 1902, onde ele captava a chegada do homem à Lua, partindo dessa técnica.

Depois dai, no decorrer do século XX a técnica foi se aprimorando e ganhando outras formas, vindo de diversos diretores de cinema, e por durante muitos anos essa foi a base para efeitos especiais em filmes de robôs e monstros, já que a tecnologia no início do século era bem inferior a que temos hoje, onde se é capaz de criar uma imagem a partir de um computador.

O cinema também se utiliza muito desses efeitos, e com certeza você assistir algum longa produzido por esse recurso, já que alguns filmes emplacaram bilheteria e foram até ao Oscar. Entre eles alguns exemplos estão, O Estranho Mundo de Jack (1993), de Henry Selick, A Fuga das Galinhas, A Noiva Cadáver, Wallace e Gromit, Coraline e o Mundo Secreto, O Fantastico Sr. Raposo (2009), de Wes Anderson, A Festa do Monstro Maluco (1967) e Frankenweenie (2012), mas pode ser um longa caseiro, nem tão glamouroso quão as grandes produções das companhias cinematográficas, como a Disney.

Outras companhias que se utiliza bastante desse recurso são as produtoras de filmes publicitários e também, produtores de videoclipe. Já que este é um método relativamente barato e você só precisa de uma câmera para registrar e muitas ideias na cabeça.

Confira esse filme Her Morning Elegance, produzido por Oren Lavie, de 2009:

Por: Patrícia Visconti