[Total Flex] ONIGOMANJHAS apresenta um humor sádico e com personagens bizarros para ilustrar o cotidiano de uma megalópole

10615526_844953538900986_1606509457371510598_n

Hoje em dia existem muitos canais de animação espalhados pela web, para crianças, adolescentes, adultos, que se definem em diversos gêneros e estilos, dos cômicos aos dramáticos, políticos e até, pornôs. Porém, cada um desses tem sua característica própria de passar uma mensagem, seja de comédia ou social.

Dentre esses, há criado por uma dupla santista, Mauro de Abreu e Gustavo Sanchez, que em tempos de faculdade nos intervalos de uma aula e outra – ou às vezes durante algumas aulas também – eles inventavam personagens bizarros e estranhos do cotidiano de geral dos rapazes e de qualquer outra pessoa que vive em São Paulo, sendo de inicio algo apenas para passar o tempo, e posteriormente sendo criados como Trabalho de Conclusão de Curso, há quase 17 anos atrás. Com o intuito de criar super-heróis distintos dos já existentes, formando um grupo onde tivesse, o líder, o misterioso, o selvagem, o forte, o cômico, a dama e o gênio; Com a ideia de enfrentar vilões tão esquisitos quão eles mesmos. E desde então, os ONIGOMANJHAS foram criados!

O nome eles não revelam nem sobre tortura, talvez algum dia em um episódio da série, tornando a descoberta mais diverta e sem dar spoiler aos que os acompanham.

Por falar em spoiler, melhor parar por aqui e deixar vocês mesmo lerem a entrevista que os garotos concedeu a’O Barquinho Cultural após a Santos Comic Expo 2016. Está imperdível e repleta de novidades sobre essa animação adulto sarcástica e cômica, traduzindo a vida social de muita gente.


O Barquinho Cultural – Como surgiu a ideia da série?

11215714_962008873862118_5464740150457201400_nONIGOMANJHAS: Os
Onigomanjhas foram criados originalmente como nosso TCC da faculdade e apresentamos ele pela primeira vez em dezembro de 1999, ou seja, há quase 17 anos. A ideia surgiu como uma brincadeira, fazíamos alguns desenhos no caderno nos intervalos das aulas ou durante as aulas mais maçantes, principalmente durante as que aconteciam
sábado de manhã. Era uma espécie de desafio entre os amigos que desenhavam, de juntar animais com objetos em uma única criatura, quanto mais estranho ou bizarro, mais engraçado. Isso durou um tempo e quando no último ano decidimos fazer um desenho de super-heróis, tivemos a ideia de usar aquelas criaturas, selecionamos as mais engraçadas e que combinassem com os arquétipos de heróis que queríamos no grupo, o líder, o misterioso, o selvagem, o forte, o cômico, a dama e o gênio. A ideia é que enfrentassem vilões tão bizarros quanto eles. Foi assim que surgiu a primeira versão do episódio piloto.

OBC – Quantas pessoas estão na equipe atualmente?
ONIGOMANJHAS: Temos colaboradores que nos ajudam principalmente na dublagem e sonorização, já tivemos também na arte, são amigos que são profissionais em suas áreas e que acompanham o projeto desde o começo. Agora temos também uma colaboradora cuidando de captação de recursos. Mas a equipe de produção fixa na verdade é uma dupla, eu (Gustavo Sanchez) e meu sócio, Mauro de Abreu, nós dividimos a história, roteiro, arte, direção, edição e animação, além de também participarmos da dublagem.

Com Paulo Martini mediando o painel sobre animação na SCE 2015.
Com Paulo Martini mediando o painel sobre animação na SCE 2015.

OBC – Qual a periodicidade do canal de vocês?
ONIGOMANJHAS: Animação é algo complicado, que toma muito tempo, e nós temos nossas outras atividades profissionais em paralelo, então desde o começo achamos que seria mais honesto não ter uma periodicidade fixa, tentamos ao máximo manter os prazos que acertamos entre nós, mas sempre acontecem empecilhos que atrasam a produção.

OBC – Em quanto tempo vocês produzem cada episódio?
ONIGOMANJHAS: Quando dá tudo certo, levamos de 4 a 5 meses para produzir um episódio de 12 minutos. Desde a concepção até estar finalizado. Nós fazemos muita coisa improvisada nos diálogos, propositalmente, temos o roteiro como base mas tentamos improvisar porque quando estamos juntos gravando sempre aparecem piadas novas e melhores, isso às vezes atrasa um pouco o processo, mas vale a pena.

OBC – De onde surge a inspiração para criar cada episódio?

10917099_831183723611301_52084415659413605_nONIGOMANJHAS:
Tudo que for bizarro, brega ou esquecido, pode aparecer nos Onigomanjhas! Nossa ideia principal sempre foi satirizar o cotidiano
brasileiro e a programação politicamente incorreta da TV dos anos 80 e 90, nessa mistura entram enlatados americanos, séries japonesas, desenhos animados, novelas, programas de auditório, subcelebridades, cantores e bandas esquecidas, vale quase tudo, e ao mesmo tempo temos muitos vilões e personagens originais criados para a série, todos tão esquisitos quanto os protagonistas. Basicamente, qualquer ideia maluca que combine com o universo dos Onigomanjhas.

OBC – Qual o principal objetivo do projeto para vocês?
ONIGOMANJHAS: Nosso objetivo é o mesmo desde o começo, transformar os Onigomanjhas em uma série animada. Atualmente estamos no processo de montagem do projeto de captação de recursos, estamos estudando editais e pretendemos em breve, ir atrás novamente de parceiros que se interessem em investir no projeto.

10982477_843096452420028_548625320726792773_n

OBC – O que vocês pretendem almejar com esse projeto?
ONIGOMANJHAS: Nós temos uma ideia muito clara de como seriam pelo menos as primeiras duas temporadas da série, apesar de toda a loucura aparente dos Onigomanjhas, existe um planejamento de como queremos desenvolver os personagens, afinal, é uma sátira de super-heróis, e sempre existe uma saga maior por trás, é essa história que queremos contar, da nossa maneira bizarra, claro.

Assista abaixo o primeiro episódio da série ONIGOMANJHAS:

Para conhecer mais sobre a série acesse: Site | Facebook | Youtube

Por: Patrícia Visconti

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s