Arquivo da categoria: reportagem

[Total Flex] PIRATAS: Na luta pela democracia e direitos iguais para todos

12345535_1211238328903674_2206086909717960431_n

Em tempos em que o país se divide por partidos, mas roubam unidos do povo, um novo “partido” pode ser a diferença em prol ao direito de privacidade e a favor do respeito ao domínio público.

partido-pirataO Partido Piratas, ou simplesmente PIRATAS, surgiu em 2006 na Suécia, chegando no Brasil no final de 2007 a partir da rede internacional de Partidos Piratas, mas somente foi oficializado durante a Convenção Nacional de Fundação, em 2012, na capital pernambucana.

Um dos membros do partido e programador, Filipe Ricardo, 28, de São Manuel, interior de São Paulo e ele nos contou um pouco do significado e os anseios do partido, que pretendem alcançar o registro do TSE em breve, para poder disputar as eleições e competir de igual para igual junto aos já existentes e pouco eficiente.

“Na fundação foi definido por votação majoritária que o nome oficial do partido seria “Partido Pirata do Brasil”, a sigla do partido seria “PIRATAS”, e que seu futuro número de votação seria o 42”, explica Filipe.

12227017_1209291929098314_1114251673826793376_nO partido dita que as políticas públicas devem ser construídas de forma efetiva, participativa e colaborativa, visando a democracia de forma transparente, aprimorando as ferramentas que garantem o empoderamento dos cidadãos, lutando em defesa pelos direitos humanos, a luta pela diversidade social, a garantia de liberdade de crença e descrença, a proteção dos direitos civis, o respeito à privacidade dos indivíduos e à liberdade de expressão.

Segundo Filipe, o partido acredita-se; “que pode existir um ponto de equilíbrio entre o produtor e o consumidor de cultura, modelos de produção cultural que evitem os atravessadores – como a indústria fonográfica tradicional – e a incidência de imensa carga tributária sobre material cultural, que encarecem preços e dificultam o acesso a cultura”. Tornando todos os serviços públicos essenciais para todos e com qualidade, com acesso a informação, inclusão social e digital.11407157_1104891902871651_2291860870255861005_n

Todavia para que o PIRATAS torna-se oficial um partido eles precisam coletar 500 mil assinaturas e depois valida-las junto ao cartório eleitoral, mas infelizmente eles ainda não conseguiram todas as desejadas, já que ainda não há uma previsão para que essa coleta seja encerrada, porém para saber mais sobre essa campanha, basta acessar o site oficial do PIRATAS.

430011_512558392105008_509701420_n

As cláusulas pétreas do PIRATAS são:

I – a defesa dos direitos humanos e das liberdades civis;
II – a defesa do direito à privacidade;
III – a defesa ao acesso livre à informação;
IV – a defesa do acesso e compartilhamento livres de cultura e conhecimento;
V – a transparência pública;
VI – a democracia plena;
VII – o Estado Laico;
VIII – a liberdade de expressão;
IX – a colaboratividade;
X – a igualdade de gênero, em todas as suas expressões;
XI – o combate a todas as formas de discriminação;
XII – o combate a todas as formas de autoritarismo;
XIII – a defesa do direito inalienável de resistir à opressão;
XIV – o internacionalismo;
XV – a defesa do ativismo hacker;
XVI – o gozo pleno dos direitos inerentes à cidadania, inclusive políticos, ativos e passivos, independente da nacionalidade;
XVII – a plena autodeterminação individual;
XVIII – a neutralidade da rede.

Para conhecer e saber mais sobre partido acesse: partidopirata.org

Por: Patrícia Visconti

[Cyber Cult] A inovação e o mercado tecnológico

A tecnologia evoluiu a cada dia, com surgimentos de novos aparelhos e aparatos tecnológicos. Com esse avanço buscamos sempre nos atualizar e estar a par de todas novidades que aparecem.Nesta semana, iremos conferir um bate-papo com o  técnico da informação, Ricardo Casaes, sobre o avanço da tecnologia no Brasil.
Confira a reportagem no player abaixo:

Por Adriana Ishikawa 

[Total Flex] JMJ 2013: A Jornada do bem!

O Rio de Janeiro de 23 a 28 de julho foi a cidade sede da Jornada Mundial da Juventude 2013, cerca de três milhões de pessoas marcaram presença na praia de Copacabana (RJ) na última semana, o domingo dia 28 foi o dia recorde com a missa do Ângelus realizada pelo Pontífice Francisco, que chegou a capital carioca no último dia 22 para a jornada. O encontro foi um evento instituído pelo Papa João Paulo II em seu pontificado.

A jornada reuniu jovens do mundo inteiro e promoveu o encontro da juventude católica com o líder da igreja Romana, que tem como finalidade mostrar a importância dos movimentos juvenis, e a necessidade que a igreja tem da participação jovem dentro das paroquias e atuação efetiva nas comunidades residentes. O Papa Francisco foi acolhido com bastante fervor pelo país, no qual o mesmo se demostrou bastante à vontade, tanto é que dispensou o veículo blindado papal e se manteve na linha de poder tocar nas pessoas que se aproximavam, e beijar as crianças foi uma marca registrada da presença de Francisco no Brasil nessa sua primeira viagem internacional.

O Carisma do Papa Francisco e sua maneira simples de lição de vida instaurou uma comoção geral por

Papa Francisco abençoando e
beijando crianças durante a JMJ.

todo o mundo, que parou para ver o Rio de Janeiro nesta última semana. A praia de Copacabana que ficou tomada por jovens de diversos idiomas que se misturaram em uma mística de partilha e solidariedade para ouvir o que o pastor da igreja com maior número de fiéis do planeta tinha a falar.

Em uma entrevista para um canal de televisão aberto, o Papa falou sobre a necessidade de se ouvir os clamores da juventude, o pontífice disse desconhecer o que levou milhares de jovens no país as ruas para protestarem, mas pontuou que muito o alegrou saber que a juventude foi à luta pelos seus direitos, Francisco citou ainda que não fica satisfeito quando um jovem se cala, ele relatou ao repórter que o jovem é essencialmente um inconformista e isso faz com que ele olhe pra frente, quando se tem experiência de vida corre se o risco de pensar mais vezes antes de agir, a experiência muitas vezes freia as vontades e como a juventude não consegue se calar e ela realmente avança e vai à busca dos seus sonhos utópicos que segundo o Santo Padre é lindo. O Papa deixou ainda um recado para o mundo para que não permita a manipulação da juventude de nenhuma forma, seja sociológica ou ideológica: “Há pessoas que buscam a exploração dos jovens, manipulam essa ilusão, esse inconformismo que existe, e depois arruínam a vida dos jovens, portanto cuidado com a manipulação dos jovens, sempre temos que ouvi – los.” Disse Francisco.

O Papa relatou que tem sentido que Deus tem pedido à igreja que ela viva com mais simplicidade, e pede que os sacerdotes, bispos tenham mais proximidade com os pobres e mais vontade de poder estar no meio deles ele disse que quando atuantes da igreja se rendem aos encantos do dinheiro e lamentável, o Papa fala que no mundo em que estamos vivendo atualmente se tornou comum a idolatria ao dinheiro o que segundo Pontífice o entristece, já que principalmente as pessoas de vida consagrada deveriam ser desapegadas de bens.

Alguns peregrinos falaram ao Barquinho Cultural sobre a sensação de poderem participar de um evento desta grandeza para católicos do mundo inteiro.

O Jovem estudante Luiz Eduardo de 19 anos, mineiro de Santa Bárbara contou que se sentiu privilegiado por estar presente na jornada: “A jornada é um oportunidade única da vida de um jovem cristão e idealista, hoje é um momento de viver e sonhar precisamos aproveitar”.

Conversamos ainda com a estudante Lorena Fernanda de Montes Claros, 19 anos, nos deu uma declaração emocionada: “A jornada foi lindíssima, uma das melhores experiências que já vivi até hoje, foram momentos emocionantes que serviram para aumentar ainda mais minha fé em Deus e no ser humano. Conheci pessoas de culturas totalmente diferentes da minha e pude perceber que mesmo com as diferenças somos todos muito parecidos. Foi lindo ver argentinos, italianos, franceses se emocionando na hora que começamos a cantar o hino do Brasil no túnel do Botafogo deveria ter mais de 5 mil pessoas.

Gislene Joana Gomes, 20 anos, também da região central de Minas nos contou como se sentiu em participar da Jornada que reuniu milhares de jovens do mundo inteiro e falou sobre a impressão que guardou do Pontífice Francisco: “Bom eu achei da jornada foi uma experiência única maravilhosa onde sentir calor do povo, principalmente do Papa Francisco pela sua humildade e carinho seu jeito de ser encantador. Eu sentir uma alegria imensa dentro do meu coração”. A estudante frisou ainda o que espera da força da Igreja Católica e deixou um recado aos jovens: “Que a igreja católica continue sempre viva na sua fé, que os jovens nunca desistam de Cristo Jesus”.

Após o encerramento da missa do Ângelus no domingo os jovens puderam se divertir ao som de musicas católicas, com as Bandas Dominus de Belo Horizonte, Rosa de Saron que é o Rock dos católicos, Padre Fábio de Melo e outras atrações, além é claro de se deliciarem na praia de Copacabana.

[FOTOGRAFIA] Mineira é promessa na arte de fotografar

A fotografia é uma arte, e hoje todo mundo tem a possibilidade de ser um fotógrafo e congelar momentos com um clique.
O que impressiona é o olhar diversificado dos artistas, que nos proporcionam rever momentos inesquecíveis, acontecimentos, paisagens e nos fazer viajar no tempo. Assim como as obras do grandioso Sebastião Salgado, que nos intriga com suas fotos quase sempre provocantes, que buscam alertar sobre as condições que muitos vivem, busca fazer as pessoas refletirem sobre a situação econômica do local retratado. Seu trabalho de “Fotografia militante”, definição feita pelo próprio fotógrafo, tem a finalidade de provocar, são imagens de pessoas de algum modo desterradas: trabalhadores rurais, mendigos urbanos, presos, garimpeiros, crianças de rua – gente vagando entre o sonho e o desespero, como escreve José Saramago no prefácio.
Para consolidar a afirmação de que os fotógrafos tem sim um olhar diferenciado, vamos mudar o foco, de Sebastião Salgado que provoca a reflexão sobre as questões políticas, sociais e econômicas que retrata, o modo como ele realiza este trabalho e o impacto que ele causa nas pessoas, que leva sim o status de artista contemporâneo, mesmo havendo sempre exaustivas discussões sobre sua obra que hora se diz Documental e hora se faz artística, para um trabalho ainda anonimato, que se vem sendo prestigado ainda apenas por pessoas próximas, e com um outro olhar, é o trabalho realizado pela jovem fotógrafa mineira, Rafaela Camilo de apenas 15 anos, que descobriu sua paixão por esta arte ainda na infância. A jovem é mineira da cidade de Santa Bárbara, que fica a 98km de Belo Horizonte.
A jovem descobriu sua paixão por fotografia quando criança, segundo ela antes de estar atrás das lentes, era sempre a primeira a querer se fotografada, já gostava dos cliques e até ansiava pela possivel carreira de modelo, mas com o tempo Rafa, chamada assim carinhosamente pelos amigos, acabou por descobrir outros prazeres que estavam por trás das lentes, logo passou de top model a artista das fotografias.
Rafa, contou ainda que a pouco descobriu que o amor pela fotografia era genético, pois seu bisavô era fotógrafo, com isso aumentou ainda mais sua vontade de desbravar este novo mundo. “Eu amo o que eu faço. Amo capturar momentos felizes e fico mais satisfeita quando meus clientes vêem as fotos que fiz deles e dão aquele imenso sorriso e elogiam muito. Eu fotografo de tudo: pessoas, animais, paisagens, produtos e estou sempre buscando mais aprendizado, pesquiso muitos blogs de fotografia, leio vários artigos e estou prestes a fazer meu próximo curso pra aperfeiçoar mais e mais meu trabalho. Tenho pouco tempo de carreira com minha máquina semi profissional, mas com a máquina portátil já fotografava de tudo também e com a benção de Deus eu vou conseguir realizar meu sonho que é fazer a faculdade de fotografia. Meus pais, meus amigos me apóiam muito e me dão forças pra eu continuar fazendo o que eu gosto. Existem críticas sempre, mas isso nos ajuda a melhorar cada vez mais” disse a jovem fotografa.
Abaixo a primeira imagem registrada por Rafaela Camilo profissionalmente.

Para conhecer outros trabalhos da mineirinha, acesse: