[Total Flex] JMJ 2013: A Jornada do bem!

O Rio de Janeiro de 23 a 28 de julho foi a cidade sede da Jornada Mundial da Juventude 2013, cerca de três milhões de pessoas marcaram presença na praia de Copacabana (RJ) na última semana, o domingo dia 28 foi o dia recorde com a missa do Ângelus realizada pelo Pontífice Francisco, que chegou a capital carioca no último dia 22 para a jornada. O encontro foi um evento instituído pelo Papa João Paulo II em seu pontificado.

A jornada reuniu jovens do mundo inteiro e promoveu o encontro da juventude católica com o líder da igreja Romana, que tem como finalidade mostrar a importância dos movimentos juvenis, e a necessidade que a igreja tem da participação jovem dentro das paroquias e atuação efetiva nas comunidades residentes. O Papa Francisco foi acolhido com bastante fervor pelo país, no qual o mesmo se demostrou bastante à vontade, tanto é que dispensou o veículo blindado papal e se manteve na linha de poder tocar nas pessoas que se aproximavam, e beijar as crianças foi uma marca registrada da presença de Francisco no Brasil nessa sua primeira viagem internacional.

O Carisma do Papa Francisco e sua maneira simples de lição de vida instaurou uma comoção geral por

Papa Francisco abençoando e
beijando crianças durante a JMJ.

todo o mundo, que parou para ver o Rio de Janeiro nesta última semana. A praia de Copacabana que ficou tomada por jovens de diversos idiomas que se misturaram em uma mística de partilha e solidariedade para ouvir o que o pastor da igreja com maior número de fiéis do planeta tinha a falar.

Em uma entrevista para um canal de televisão aberto, o Papa falou sobre a necessidade de se ouvir os clamores da juventude, o pontífice disse desconhecer o que levou milhares de jovens no país as ruas para protestarem, mas pontuou que muito o alegrou saber que a juventude foi à luta pelos seus direitos, Francisco citou ainda que não fica satisfeito quando um jovem se cala, ele relatou ao repórter que o jovem é essencialmente um inconformista e isso faz com que ele olhe pra frente, quando se tem experiência de vida corre se o risco de pensar mais vezes antes de agir, a experiência muitas vezes freia as vontades e como a juventude não consegue se calar e ela realmente avança e vai à busca dos seus sonhos utópicos que segundo o Santo Padre é lindo. O Papa deixou ainda um recado para o mundo para que não permita a manipulação da juventude de nenhuma forma, seja sociológica ou ideológica: “Há pessoas que buscam a exploração dos jovens, manipulam essa ilusão, esse inconformismo que existe, e depois arruínam a vida dos jovens, portanto cuidado com a manipulação dos jovens, sempre temos que ouvi – los.” Disse Francisco.

O Papa relatou que tem sentido que Deus tem pedido à igreja que ela viva com mais simplicidade, e pede que os sacerdotes, bispos tenham mais proximidade com os pobres e mais vontade de poder estar no meio deles ele disse que quando atuantes da igreja se rendem aos encantos do dinheiro e lamentável, o Papa fala que no mundo em que estamos vivendo atualmente se tornou comum a idolatria ao dinheiro o que segundo Pontífice o entristece, já que principalmente as pessoas de vida consagrada deveriam ser desapegadas de bens.

Alguns peregrinos falaram ao Barquinho Cultural sobre a sensação de poderem participar de um evento desta grandeza para católicos do mundo inteiro.

O Jovem estudante Luiz Eduardo de 19 anos, mineiro de Santa Bárbara contou que se sentiu privilegiado por estar presente na jornada: “A jornada é um oportunidade única da vida de um jovem cristão e idealista, hoje é um momento de viver e sonhar precisamos aproveitar”.

Conversamos ainda com a estudante Lorena Fernanda de Montes Claros, 19 anos, nos deu uma declaração emocionada: “A jornada foi lindíssima, uma das melhores experiências que já vivi até hoje, foram momentos emocionantes que serviram para aumentar ainda mais minha fé em Deus e no ser humano. Conheci pessoas de culturas totalmente diferentes da minha e pude perceber que mesmo com as diferenças somos todos muito parecidos. Foi lindo ver argentinos, italianos, franceses se emocionando na hora que começamos a cantar o hino do Brasil no túnel do Botafogo deveria ter mais de 5 mil pessoas.

Gislene Joana Gomes, 20 anos, também da região central de Minas nos contou como se sentiu em participar da Jornada que reuniu milhares de jovens do mundo inteiro e falou sobre a impressão que guardou do Pontífice Francisco: “Bom eu achei da jornada foi uma experiência única maravilhosa onde sentir calor do povo, principalmente do Papa Francisco pela sua humildade e carinho seu jeito de ser encantador. Eu sentir uma alegria imensa dentro do meu coração”. A estudante frisou ainda o que espera da força da Igreja Católica e deixou um recado aos jovens: “Que a igreja católica continue sempre viva na sua fé, que os jovens nunca desistam de Cristo Jesus”.

Após o encerramento da missa do Ângelus no domingo os jovens puderam se divertir ao som de musicas católicas, com as Bandas Dominus de Belo Horizonte, Rosa de Saron que é o Rock dos católicos, Padre Fábio de Melo e outras atrações, além é claro de se deliciarem na praia de Copacabana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s