Arquivo da tag: smartphone

[Cyber Cult] Lumos… Seu Celular como Varinha Mágica

wpid-179695427_640

O texto de hoje vai em especial para quem gosta da saga da escritora britânica JK Rowling, a autora de Harry Potter e também no novo filme Animais Fantásticos e Onde Habitam, que está chegando em algumas semanas no cinema de todo mundo para encantar a todos os fãs de magia e feitiçaria, mas não é sobre o filme e tampouco do livro que queremos falar, mas sim da parceria Google e Warner, que dará direito do usuário operar seu celular Android com feitiços do mundo bruxo. Continuar lendo [Cyber Cult] Lumos… Seu Celular como Varinha Mágica

[Cyber Cult] Leka: Ajuda crianças no processo de aprendizado e educação

leka-floor-neutral-pink-3

Hoje em dia a tecnologia já virou essencial em nossas vidas, pois até para esquentarmos uma água, temos que utilizá-la. E daqui para o futuro ela será cada vez mais importante em nossas vidas, até quando chegar na era dos robôs, que deve estar próxima, como nos filmes de Star Wars, em que R2D2, C3PO e BB-8, encantando e ajudando os Jedis a combater o mal, esse pode ser o futuro da era robótica. Continuar lendo [Cyber Cult] Leka: Ajuda crianças no processo de aprendizado e educação

[Cyber Cult] A era do Pokémon na vida real chegou!

pokemon-go

No começo desta semana, uma febre tem sido baixada nos smartphones dos aficionados por Pokémon, pois no dia 5 de julho foi lançado o Pokémon GO, que é nada mais do que um jogo eletrônico para celulares em colaboração a Niantic, Inc., Nintendo e a The Pokémon Company para iOS e Android, ambas as plataformas o download é gratuito, todavia os jogos adicionais devem ser comprados. Continuar lendo [Cyber Cult] A era do Pokémon na vida real chegou!

[Cyber Cult] O dinheiro vivo deve ser substituido até 2030 pelos pagamentos eletrônicos

20111109150537_660_420

O futuro está mais perto do que imaginávamos, já que tudo hoje em dia é feito através de aplicativos móveis ou aparelhos eletrônicos, e segundo uma pesquisa realizado pela IEEE (Instituto de Engenharia Eletricistas e Eletrônicos), o dinheiro de papel pode ser substituído pelos eletrônicos, através de dispositivos móveis.

Por mais que há algumas pessoas, que não se sentem seguras em utilizar o dinheiro virtual, mas até 2030, todos os pagamentos só serão feitos no modo eletrônico, mesmo medo que algumas pessoas tende a pagar suas contas pela internet.

Principalmente os serviços bancários, que são os mais propensos a sofrerem ataques de hackers, porém daqui alguns anos entraremos em uma era que o dinheiro e os cartões de créditos só serão lembrados como peças de museus, pois a era da tecnologia está começando.

Atualmente já é raro ver pessoas com dinheiro na carteira, pois a maioria prefere pagar no cartão crédito ou débito, pela própria segurança para não segurança e também porque, com cartão, facilita a vida podendo parcelar, deixando a conta para pagar no próximo mês.

Nisso as empresas já facilitam utilizando máquinas eletrônicas, que estão substituindo as máquinas de cartões de crédito e débito, facilitando não só a vida do cliente, mas do vendedor, que não precisa mais ter que ir ao banco para depositar, além do dinheiro cair na hora.

Esse vai ser o nosso futuro, menos dinheiro vivo e mais aplicativos para compras, ou seja, o smartphone vai ser nosso melhor amigo, pois tudo vai ser feito através dele.

Principalmente os aparelhos com sistema Android e iOS, que terão mais aplicativos e recursos para essa tecnologia, o Windows Phone, também vai utilizar do serviço, mas como ele ainda é novo nesse recurso de aplicativos, então terão menos dos dois mais utilizado hoje em dia, que são os sistemas operacionais da da Google e da Apple.

Mas, o intuito de acompanhar esta tendência de pagamentos móveis e online há algum tempo se ouve falar em smartphones equipados com uma tecnologia já comprovada pela NFC (sigla em inglês para Near Field Communication ou campo próximo de comunicação). Tornando os pagamentos mais eficazes e fazendo que esse canal de comunicação se torna uma conexão sem fio entre aparelhos, para que esses pagamentos fiquem mais rápido fácil e seguro, substituindo o dinheiro vivo.

Por Priscila Visconti

[Cyber Cult] O primeiro smartphone da Pepsi

Pepsi-phone

Nesta semana vazou imagens na internet de que a empresa de refrigerantes Pepsi estaria produzindo seu primeiro smartphone, que deve ser produzido e lançando na China, em breve.

Segundo a empresa o objetivo de lançar um smartphone não é para entrar na competição do mercado dos fabricantes de aparelhos móveis, mas sim, para produzir um item especial e exclusivo para o consumidor asiático. Além do projeto do telefone, a Pepsi também trabalha com o apoio de outras fabricantes e distribuidoras da linha de acessórios para dispositivos móveis.

O Pepsi P1 terá uma tela de 5,5 polegadas, com resolução de 1080p, processador de 1,7GHz, 2GB de memória RAM, 16GB de armazenamento interno e Android 5.1 e a câmera do telefone deve ter 13MP da traseira e 2MP da frontal.

Ainda não tem data de lançamento, mais segundo a própria Pepsi a data de lançamento do produto seria em 20 de outubro, mas só lá na China. Mais informações sobre o lançamento informaremos por aqui OBC ou em nossas redes sociais.

20151012124027_660_420

Veja mais informações do Pepsi P1:

Sistema Operacional: Android 5.1 Lollipop
Tela: 5,5 polegadas, 1.080 x 1.920 pixels
Processador: MediaTek MT6592, octa-core, 1,7 GHz
Memória RAM: 2 GB
GPU: ARM Mali 450 MP4
Armazenamento: 16 GB
Bateria: 3.000 mAh
Câmera principal: 13 MP

Por Priscila Visconti

[Cyber Cult] As gigantes da tecnologia se unem para novas ideias

20150901190057_660_420

Os gigantes da tecnologia no mundo, Google, Microsoft e Intel, anunciaram uma parceria para o lançamento de Alliance for Open Media, tem como objetivo criar novos formatos livres de royalties para vídeos, codecs e outras tecnologias relacionada à reprodução de mídia.

A meta é que esse formato seja grátis e aberto, para qualquer dispositivo, mas isso ainda o projeto está no começo, pois não se sabe se as empresas que foram convidadas, pelas três criadoras poderão fazer parte da aliança.

As empresas que foram convidas para fazer parte do grupo são, Amazon, Cisco, Google, Intel, Microsoft, Mozilla e Netflix, embora a união de grandes companhias seja raro, não é difícil entender como a criação de um novo padrão open-source de vídeo e altamente compatível seria benéfico para todos.

O processo está apenas começando, é impossível saber o quão longe este possível novo formato pode chegar, e a ideia pode até morrer no meio do caminho antes de se tornar viável. É importante observar também que a Apple, que também poderia ser uma grande interessada, ainda não faz parte do grupo.

Caso se esse projeto alcance seus objetivos, ela poderia auxiliar a popularizar este formato emergente em seus dispositivos.

A Alliance pode ser o crescimento no mercado de vídeo online, mas pode parece querer desferir um golpe no MPEG LA, grupo que licencia formatos de vídeo como o H.264 e H.265, amplamente utilizados, porém têm um custo para as empresas, caso este projeto caminhe bem.

As empresas poderão surgir com um novo padrão que poderia reduzir custos para a reprodução de vídeos em dispositivos ou pela internet.

Por Priscila Visconti

[Cyber Cult] Dubsmash – O aplicativo de dublagem que já é febre entre os brasileiros

dubsmash-app

A novidade do momento do mundo ‘smartphoníco’ é o aplicativo de dublagem Dubsmash, que é um gratuito e permite gravar vídeos curtos, aplicando dublagens engraçadas, como falas de séries, com as dos personagens do Chaves, trechos de músicas ou então, frases de efeitos, que já virou bordões populares e tudo muito simples e intuitivo. Pois segundo o site do Dubsmash, já são mais de 20 milhões de dubladores ao redor de 192 países.

Aliás quem nunca se imaginou com a voz de Darth Vader falando “Luke, I’m your father” (“Luke, eu sou seu pai”) com aquela voz dentro da máscara, ou mesmo o Buzz Lightyear, personagem de “Toy Story” dizendo “Ao infinito e além!”.

1181

Pois é, estas e outras diversas frases estão disponíveis para você dublar neste aplicativo que funciona de maneira muito simples:

* Você escolhe um som da lista que está dividida por sugestões de tema, como por exemplo comerciais, músicas, destaques da internet, sons brasileiros, animais, entre outros.

* Abrirá uma janela com a câmera frontal do iPhone ativada. Você aperta o botão de iniciar gravação e dubla o som que escolheu.

* Pronto! Seu vídeo e som são “mesclados” em questão de segundos e você pode compartilhá-lo com seus amigos.

As opções de compartilhamento disponíveis no app são WhatsApp, Mensagens, Facebook ou salvar local no aparelho, sendo que com a última você manda para onde quiser. Como a maioria fez, os vídeos infestaram as redes sociais.

Para participar dessa nova febre da internet, basta fazer o registro, então é só começar a gravar suas dublagens, com sons de seus personagens favoritos e se divertir com o resultado, como por exemplo ‘zoar’ um amigo, com dublagens engraçadas.

Mais informações:
Site | Facebook | Youtube | Instagram | Twitter

Veja abaixo como baixar o Dubsmash, o aplicativo que já virou febre entre os brasileiros:

Por Priscila Visconti

[Cyber Cult] Sony lança smartphone à prova d’água

20150302131028_660_420Quem já imaginou em ter um smartphone à prova d’ água? Não, não estou ficando louca, pois a Sony anunciou no Mobile World Congress, que é a maior exposição do mundo para a indústria móvel e uma conferência com importantes chefes executivos das operadoras móveis, fabricantes de dispositivos, provedores de tecnologia, fornecedores e proprietários de conteúdo de todo o mundo.

Mas é isso mesmo, a Sony criou o Xperia M4, um smartphone à prova d’ água, esse é primeiro modelo octa-core de 64 bits da marca e o modelo tem uma tela de 5 polegas com resolução de 720p, câmera traseira de 13 megapixels e frontal de 5 megapixels, processador octa-core de 64 bits Snapdragon, 2 GB de memória RAM, 8GB de armazenamento interno, bateria que promete durar até 2 dias com uma única carga e roda a versão 5.0 Lollipop do Android.

Mas o aparelho não possuí nenhum botão, nem tampa e tampouco uma entrada de USB exposta, porém a impermeabilidade do aparelho funciona sob algumas condições:  não pode ser submerso a mais de 1,5 m de profundidade, a água salgada não é recomendada, depois de entrar em contato com água com cloro o dispositivo precisa ser lavado e, por último, antes de colocar o M4 para carregar a porta USB deve estar seca.

20150302131729

O M4 Aqua tem preço sugerido 299 euros (cerca de R$ 960) e estará disponível em 80 países, mas ainda não há informações sobre data de disponibilidade do aparelho, aqui no Brasil, mas vamos aguardar mais informações, para conferir o smartphone à prova d’água.

Por Priscila Visconti

[Cyber Cult] Cicret Bracelet – Smartphone no seu pulso

imagem

Era só o que faltava, acessar o celular até no banho, com a pulseira Cicret Bracelet, que é um protótipo de pulseira que promete ajudar quem não vive sem o smartphone ou o tablet, até mesmo nas situações mais íntimas, como na hora do banho. A pulseira é colocada no pulso e projetada no braço do usuário, como a tela do dispositivo e pode ser utilizada para qualquer aplicação.

A pulseira é impermeável e conta com entrada USB, cartão de memória, sensor de proximidade e conexão WiFi e Bluetooth. Para garantir que o usuário não perca nenhuma notificação, ela traz também um vibrador embutido. A princípio o produto será compatível apenas com o sistema operacional Android. A ideia dos desenvolvedores é produzir versões de 16 e 32 GB em dez cores diferentes e dois tamanhos de pulso.

O equipamento funciona assim: há um acelerômetro e oito pequenos sensores capazes de identificar os toques na pele e a posição dos dedos do usuário, oferecendo uma resposta adequada aos controles. Para ativar o projetor basta “girar” o pulso com o punho cerrado.

Mas não há previsão de lançamento do bracelete e nem de preço, porque este é apenas um protótipo, pois a empresa que criou este projeto, precisa de R$ 2,2 milhões e pede ajuda das pessoas, que se interessam nessa ideia, para que seja consolidada a ideia. Mas apenas 8% do valor foi arrecado, por isso se você curtiu essa ideia e quer ver esse projeto no mercado, basta clique aqui e ver como pode ajudar com o Cicret Bracelete.

20141202141835 20141202141909

Assista abaixo o vídeo que mostra a pulseira em ação:

Por Priscila Visconti