[Cabine da Pipoca] O drama entre a Família x a Profissão

aebd09cf4cad1d7f1600c529db2d932c37028350

Você largaria sua família, para viver 24 horas sua profissão?

A Rebecca, do filme “Mil Vezes Boa Noite”, abandonou seu marido e sua filha para vivenciar todo o tempo seu trabalho. Ela é uma fotografa renomada de guerra em atividade, e seu marido a deu um ultimato, fazendo-a escolher entre sua família e sua profissão. Apesar de amar sua família, ela tem uma verdadeira adoração pela fotografia.

Os primeiros quinze minutos deste drama são espetaculares: a fotógrafa Rebecca (Juliette Binoche) começa a acompanhar um estranho ritual de mulheres em um país africano. Após a simulação de um funeral, elas cuidam de uma integrante em particular, lentamente prendendo dezenas de bombas ao seu corpo.

Em poucos minutos, o público descobre junto da protagonista que esta é a preparação de um ato terrorista. Rebecca segue os atos até a inevitável explosão, incrivelmente bem filmada. Ferida e sangrando, ela ainda se aproxima dos corpos para tirar novas fotos. Assista abaixo o trailer de “Mil Vezes Boa Noite”:

Assista abaixo o trailer de “Mil Vezes Boa Noite”:

 

SINOPSE
Rebecca (Juliette Binoche) é uma das melhores fotógrafas de guerra em atividade e precisa enfrentar um turbilhão de emoções quando seu marido (Nikolaj Coster-Waldau) lhe dá um ultimato. Ele e a filha do casal não suportam mais sua rotina arriscada e exigem mudanças, mas ela, apesar de amar a família, tem verdadeira adoração pela profissão.

20140924-poster-mil-vezes-boa-noiteMil Vezes Boa Noite (Tusen Ganger God Natt) Gênero: Drama Classificação Etária: 14 anos

Direção: Erik Poppe
Elenco: Juliette Binoche, Nikolaj Coster – Waldau, Chloë Annett
Países: Noruega, Irlanda e Suécia. (2013)
Tempo: 118 minutos

 

 

Veja abaixo 3 boas razões para assistir!
– Vencedor do grande prêmio especial do júri do 37° Festival Internacional de Cinema de Montreal.
– Teve sua primeira aparição no Brasil no Festival do Rio deste ano.
– Com uma das grandes atrizes do cinema francês contemporâneo, Juliette Binoche.

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s