[Total Flex] “A menina e a bolsa em busca de um mundo mais artístico”

aminadabolsa-3

Quando um fotógrafo e uma estudante de psicologia, que é apaixonada por poesia se juntam em criar um projeto diferente, único e artístico, só pode dar algo inovador e criativo.

pat_jacFoi isso que a estudante Patrícia Pires e o fotógrafo Jackson Phelipe pensaram a um pouco mais de um ano atrás. Ambos são de São Paulo, namorados e mais que isso, amigos e confidentes, fizeram ao cria um perfil que tem ganhado muitos seguidores pelo Instagram, @ameninadabolsa. Aonde eles juntam arte, poemas e uma visão diferenciada das cidades.

A ideia surgiu quando o casal foi em viagem ao Maranhão, lugar que inspirou o projeto, devido as suas belezas naturais e urbanas. Após regressarem a capital paulista, Jackson e Patrícia
decidiram dar continuidade a proposta, e então pegaram a câmera, muitas propostas a mostrar e saíram clicando em pontos turísticos aminadabolsa-2distintos da cidade, lugares que muitos passam, mas poucos notam a riqueza da localidade, fazendo com que as pessoas conheçam a cidade e o mundo
com olhares mais poéticos, mostrando a rotina com uma nova perspectiva, viajar a ideia com um novo olhar, inspirar o público a admirar fora de si, encontrando sua subjetividade naquele espaço.

Além das fotos inspiradoras, o casal apresenta poema, escritos a punho da própria Patrícia, com referências urbanas traz uma reflexão sobre o cotidiano e a vida mundana da população das grandes metrópoles, refaz o pensamento e recria uma nova interpretação de vivência social e artística no âmago de cada individuo.

aminadabolsa-4

Confira um dos poemas retiradas do projeto @ameninadabolsa:

“Em uma pequena aventura pelo túnel
Em um caminho “quadrificado”
A simetria impõe sua atitude .
A cidade subterrânea e marginalizada
E o céu a espera
Eu me apresso pelo caminhoaminadabolsa
Pela estrada de tijolos cinzentos esquecidos .
É preciso criar palavras, sons, palavras vivas, obscuras, terríveis…
Palavras subterrâneas!

Que compartilhe o silêncio de uma cidade vazia,
E o que se cria no silêncio,
E o que remexe no silêncio,
É uma voz!
.
Nessa tarde estonteada
Encontrei um túnel pelo caminho
Em um contexto marginal da cidade urbana
Lugares cotidianos esquecidos
Que respiram a sonoridade existencial!
Há lugares que requerem uma pausa no silêncio.”

Por: Patrícia Visconti

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s