[Cabine da Pipoca] Jack Sparrow se despede, mas Piratas do Caribe da indícios de continuidade na trama

Tenho que admitir, que assistir Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar não estava na minha lista de filmes este ano, talvez na minha percepção os dois últimos filmes da franquia não me agradaram muito bem, então estava um pouco desconfiada sobre esse quinto longa. Porém, ao conferir me surpreendi completamente. Ok, não está perfeito, mas posso dizer que está legal!

Jack Sparrow continua o mesmo fanfarrão dos filmes anteriores, sempre com sua garrafa de rum e sua maneira atrapalhada de ser pirata e conquistar o coração de todos, afinal é o Johnny Deep, quem não se apaixona por aquela carinha?

E por falar em carinha marcante, há uma participação especial, o músico Paul McCartney aparece como o Tio Jack, um velho pirata, tio de Jack Sparrow que assim como o próprio sobrinho adora uma confusão e é um fanfarrão, e faz de tudo para livrar sua cara, mas sempre acaba se metendo em confusão.

Mas, deixando as opiniões de lado, posso dizer que “Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar” está repleto de aventuras e ação, passando por uma onda de má sorte de Sparrow e fazem marinheiros fantasmas assassinos – liderados pelo temível Capitão Salazar – adormeceram, e o que faz esse mal ser eliminado é o tridente de Poseidon, porém ele terá que contar com a ajuda, como da astrônoma Carina Smyth, (uma das melhores atuações – na minha opinião – no filme, desde a performance, a atitude e a confiança em buscar seu objetivo, sem deixar se levar pelas distrações) que busca encontrar sua história e acaba descobrindo muito mais do que buscava e também, Henry, um jovem e teimoso marinheiro britânico que necessita encontrar o tridente, para salvar seu pai e reunir sua família novamente. Além do mais, há também, o velho capitão Barbossa, que em seu velho e pequeno navio Dying Gull sai em busca do artefato.

“PIRATES OF THE CARIBBEAN: DEAD MEN TELL NO TALES” – The villainous Captain Salazar (Javier Bardem) pursues Jack Sparrow (Johnny Depp) as he searches for the trident used by Poseidon – Ph: Film Frame ©Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

Então, essa tripulação – com piratas fracassados e de perdedores – sai em busca do objeto marítimo perdido, todavia Sparrow busca encontrar não apenas o tridente, mas salvar a si mesmo e se livrar deste azar que o persegue, e os inimigos farão de tudo para derrotá-los e se livrarem das sombras fantasmagórica que vivem atualmente, e poder assim não só conquistar e assustar embaixo do mar, mas dominar o mundo fora dele também.

Carina Smyth (Kaya Scodelario) und Henry (Brenton Thwaites)

Um filme que mostra a mulher de uma forma distinta dos outros da franquia, pois a mostra como a cabeça da equipe, aquela que tem a ideia e desenvolve os planos, mesmo que os homens digam que não, ela traz uma diferença a trama, dando mais poder e força na concepção da história.

“Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar” chega aos cinemas nesta quinta-feira, dia 25 maio e conta com um elenco formidável, até mesmo o roteiro, após a confusão que rendeu em Terry Rossio e Johnny Deep, após o ator rejeitar a versão da história do autor, em por uma mulher como vilã no longa.

“PIRATES OF THE CARIBBEAN: DEAD MEN TELL NO TALES”..The villainous Captain Salazar (Javier Bardem) pursues Jack Sparrow (Johnny Depp) as he searches for the trident used by Poseidon..Ph: Film Frame..©Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

E quando forem ao cinema, não esqueçam de ficar até o final dos créditos, pois há uma cena pós-crédito que talvez remeta a uma suposta continuação da saga dos Piratas do Caribe.

 

PIRATAS DO CARIBE: A VINGANÇA DE SALAZAR

Gênero: Aventura e Ação
Classificação: 14 anos
Data de Lançamento: 25 de Maio de 2017
Duração: 129 minutos
Elenco: Johnny Depp, Javier Bardem, Brenton Thwaites, Kevin R. McNally, Kaya Scodelario, Golshifteh Farahani, Stephen Graham, Orlando Bloom, David Wenham e Geoffrey Rush.
Diretores: Joachim Rønning e Espen Sandberg
Produtor: Jerry Bruckheimer
Produtores Executivos: Mike Stenson, Chad Oman, Joe Caracciolo, Jr., Terry Rossio, Brigham Taylor
Escrito por: Jeff Nathanson (os créditos não estão finalizados).

Por Patrícia Visconti

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s