33ª Bienal São Paulo enfatiza novas experiências entre artistas e visitantes

bienal
Nesta sexta-feira (07) começou na Bienal do Ibirapuera, a 33ª Bienal de Arte de São Paulo, com o tema “Afinidades afetivas“, e vai até dia 09 de Dezembro.

A Bienal 33 busca visar um modelo alternativo de temáticas distintas, dando ênfase ao olhar dos artistas sobre seus próprios contextos criativos, selecionando projeto individuais selecionados por Gabriel Pérez-Barreiro, que irão compôr a mostra este ano, reunindo 12 projetos e sete coletivas organizadas por artistas-curadores.

O tema foi inspirado pelo Afinidades eletivas (1809), de Johann Wolfgang von Goethe, e pela tese “Da natureza afetiva da forma na obra de arte” (1949), de Mário Pedrosa, e serve como direcionamento para a exposição, mas também caracteriza a forma de criar vínculos e afinidades artísticas e culturais entre os artistas envolvidos e o público visitante. Criando um ambiente de relação e comunicação norteadas pela curadoria da Bienal 33, ditando verdades e fragmentando informações, fazendo com que os visitantes se interaja na obra e reflita sobre ela.

Dentre as obras apresentadas estão de Alejandro Cesarco (Montevidéu, Uruguai, 1975); Antonio Ballester Moreno (Madri, Espanha, 1977); Claudia Fontes (Buenos Aires, Argentina, 1964); Mamma Andersson (Luleå, Suécia, 1962); Sofia Borges (Ribeirão Preto, Brasil, 1984); Waltercio Caldas (Rio de Janeiro, Brasil, 1946) e Wura-Natasha Ogunji (St. Louis, EUA, 1970). Além dos projetos comissionados de oito artistas (Alejandro Corujeira, Bruno Moreschi, Denise Milan, Luiza Crosman, Maria Laet, Nelson Felix, Tamar Guimarães, Vânia Mignone), uma série icônica de Siron Franco e homenagens a três artistas falecidos: o guatemalteco Aníbal López, o paraguaio Feliciano Centurión e a brasileira Lucia Nogueira.

mario_mendes_sp_arte_20170407_002
Foto por Renato S. Cerqueira (Futura Press/Folhapress)

A 33ª Bienal ainda traz sua publicação educativa, desenvolvida pela equipe da Fundação Bienal com consultoria de Lilian L’Abbate Kelian e Helena Freire Weffort, sob o título “Convite à Atenção”, a proposta visa trazer diferentes atividades realizadas individualmente ou e grupos, para que os visitantes vivenciem a arte.

O artista-curador Antonio Ballester Moreno levará um conjunto de experiências quais o uso não será restrito à Bienal 33, mas a diversas obras e contextos. Uma versão imprensa será entregue aos alunos que visitarem a mostra, mas o público em geral pode acessar a versão online no site oficial ou no aplicativo do evento. E também, antes e durante toda a Bienal o público poderá participar e se interagir em propostas dinâmicas propostas no material apresentado pela curadoria, em prol para ampliar e fortalecer as relações em seu entorno.

Um evento para toda a família, para difundir e fomentar novas formas artísticas no Brasil e no mundo, saindo dos parâmetros dos museus e adentrando às galerias e estúdios de diversos artistas de renomes e independentes nacionais e internacionais.

SERVIÇO

33ª Bienal de São Paulo – ​Afinidades afetivas
Data: 7 de setembro a 9 de dezembro de 2018
Horários:
Ter, qua, sex, dom e feriados: 9h – 19h (entrada até 18h)
Qui, sáb: 9h – 22h (entrada até 21h)
Fechado às segundas
Local: Pavilhão Ciccillo Matarazzo, Parque Ibirapuera
End: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque Ibirapuera/ SP.
Entrada: GRÁTIS
Mais info: Site | Facebook | Twitter | Instagram

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s