A série de O Senhor dos Anéis será dirigida por J.A. Bayona e deve se passar na Segunda Era da Terra Média

5148691-jpg-r-640-360-f-jpg-q-x-xxyxx

Um das maiores obras do século 20 vai ganhar às telinhas. O Senhor dos Anéis, do brilhante escritor e filólogo J.R.R. Tolkien, pela Amazon em um contrato bilionário em cinco temporada baseadas na saga, prometendo ser a produção de maior requinte e prestígio, como comentada e listada por críticos e especialista de TV.

A obra que já ganhou adaptação no começo nos anos 2000 nos cinemas, dirigido por Peter Jackson, ainda tem uma fonte infindável de histórias e tramas colaterais a serem desenvolvidas, que podem ser levadas à TV numa adaptação rica e abrangente e sofisticada para os fãs saga.

aragorn1-e1526570647288-750x380

A trama deve ser adaptada em episódios recorrentes anteriores de A Sociedade do Anel, como afirmou a Amazon no início de 2019, mas que não há descarte de um remake do longa lançado em 2002. No entanto, a maior aposta até o momento é que a série contará a história do jovem Aragorn – personagem representado na vida adulta por Viggo Mortensen -, filho de Arathorn II e Gilraen, que perdeu o pai aos dois anos de idade e após isso, foi criado em segredo em Valfenda, para evitar a perseguição de Sauron por ser o último herdeiro de Isildur.

Segundo um comunicado oficial sobre a trama e roteirização, ela deve mesmo ser “ambientada na Terra-Média, a adaptação televisiva explorará novas tramas antecedendo A Sociedade do Anel, de J.R.R. Tolkien“.

Senhor-dos-aneis

O seriado já tem alguns nomes envolvidos nele, tais como JD Payne e Patrick McKay como roteiristas, e ambos também escreveram o roteiro de Star Trek: Sem Fronteiras. A Amazon ainda pretende trabalhar um um grande equipe focada nas histórias de Tolkien, e os dois devem assumir encargo de showrunners, mas nada confirmado até o momento.

A dupla compartilhou um comunicado sobre a oportunidade em reviver o universo tão amplo e distinto criado por Tolkien para a TV.

O rico mundo que J.R.R. Tolkien criou é cheio de majestade e coração, sabedoria e complexidade. Nós estamos absolutamente empolgados por fazermos essa parceria com a Amazon para trazer tudo isso à vida novamente. Nós nos sentimos como Frodo, se preparando para sair do Condado, com uma grande responsabilidade aos nossos cuidados – este é o começo da maior aventura de nossas vidas”.

eT5GFcT

Além disso, outro nome anunciado recentemente, foi para a direção do seriado, que ficou com Juan Antonio (J.A.) Bayona como diretor responsável para dirigir os dois primeiros episódios.

Bayona que comandou os filmes Jurassic World: Reino Ameaçado e O Impossível, agora segue os passos de Peter Jackson, que não estará evolvido nesta nova adaptação das obras do escritor.

O diretor conta que “Tolkien criou uma das histórias mais extraordinárias e inspiradoras de todos os tempos, como um fã de longa data, é uma honra e alegria juntar-me a essa equipe. Não vejo a hora de levar o público ao mundo da Terra-Média e mostrar as maravilhas da Segunda Era, com uma história inédita“.

E por falar em assumir seus postos de origem, é bem improvável que os atores regressem aos seus papéis do cinema, é mais possível que a Amazon desvencilhe a imagem da série dos filmes, para buscar um novo êxito e público.

Os atores Sean Astin e Andy Serkis, que interpretaram Sam e Gollum, respectivamente, já notificaram que não pretendem atuar na série. Enquanto Ian McKellen, o Gandalf,se mostrou interessado em interpretar o mago mais uma vez. Todavia, ele ainda não recebeu nenhuma proposta sobre isso.

1975558995-ian-mckellen-brinca-sobre-brasileira-que-rezava-para-elfo-de-o-senhor-dos-aneis

Já Viggo Mortessen, interprete de Aragorn apenas deu alguns conselhos para o próximo ator a interpretar o herdeiro de Isildur; “Diria não apenas para ler os livros cuidadosamente, mas também ler algumas das sagas nórdicas. Você terá algumas pistas de onde Tolkien tirou suas informações. Como Sigurdo, o matador de dragões e a Saga dos Volsungos“.

Para a produção da série a Amazon deve investir cerca de US$ 1 bilhão, que estará todo em cargo da Aamzon,já que o filho do criador da franquia, Christopher Tolkien disse que não fará mais supervisão do patrimônio do pai, então o canal tem total liberdade para adaptar as obras. O Senhor dos Anéis na Amazon está contada para ter cinco temporadas de conteúdo, que deve estrear entre 2020 e 2021.

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s