THE PLOT AGAINST AMERICA: UMA SÉRIE SOBRE 1940, MAS QUE PODERIA SER A SOCIEDADE EM 2020

the-plot-against-america

Baseado no livro Complô contra a América de Philip Roth, lançado em 2004, a série The Plot Against America chega na segunda feira, 16 de março, no canal HBO e no HBO GO.

O elenco conta com nomes como Winona Ryder (Stranger Things, Edward Mãos de Tesoura), Azhy Robertson (História de um Casamento), John Turturro ( The Night of, Transformers), Morgan Spector (Boardwalk Empire), David Krumholtz (The Deuce) e Zoe Kazan (The Deuce). A criação ficou por conta de David Simon e Ed Burns (A Escuta).

A trama contará a história alternativa de como os fatos que fizeram dos Estados Unidos a grande potência que é hoje. O ponto de vista utilizado na série, é de uma família de judeus que acompanha as eleições, a ascensão de um candidato xenófobo na concorrência a presidência, e as consequências. É importante lembrar que enquanto a narrativa se passa na América do Norte, na Europa o fascismo e nazismo se consolida e a guerra acontecendo.

O primeiro episódio traz o clima de pré-eleição de 1940. De um lado temos Franklin Roosevelt concorrendo a seu segundo mandato, e do outro, Charles Lindbergh, famoso herói aviador, disputando pela primeira vez a presidência, traz consigo o discurso de manter os Estados Unidos fora da guerra.

theplotagainstamerica-tommylightfootgarrett-hbo-limitedseries-highlighthollywood

Para aqueles que não conhecem o livro fica a dica para segurar a ansiedade até a estreia da série, ele é cativante e atual.

A narração é feita pelo próprio Philip Roth, que é um dos personagens principais da história, junto com sua família, pais e irmão. Philip narra os acontecimentos e discursos das disputas eleitorais e o desenrolar após a vitória de Charles Lindbergh. Lindbergh é um xenófobo, que faz um acordo de paz com a Alemanha de Hitler, que em suas falas coloca a culpa da guerra nos ombros dos judeus, dissemina ódio e preconceito. Com o tempo, Philip, sua família e amigos da comunidade judia passam a ser insultados, expulsos de lugares que costumavam frequentar e a passar por uma reeducação para aprenderem a ser americanos.

Por Gisele Augusto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s