A intolerância e o machismo ainda se acentua e fortifica no mundo dos games

digital-art-artwork-video-games-d-va-overwatch-wallpaper-preview

Algo que já estamos fartas de falar, discutir e debater por aqui, mas parece que cada dia um novo caso aparece e atormenta a vida e a rotina das mulheres gamers e produtoras de conteúdo game pelo mundo a fora. Trata-se do machismo desenfreado, que permanece vivo e forte na sociedade.

Nas últimas semanas, a apresentadora e streamer Cris Nikolaus, sofreu um abuso enquanto realizava uma transmissão em uma plataforma digital, com comentários machistas, misóginos e repugnantes, que a deixaram desconfortável com tamanha ofensa descrita a sua pessoa.

cris-live

No entanto, ela não cruzou os braços, e tomou as medidas cabíveis contra essa afronta, apesar que de princípio suas denúncias foram ignoradas pela plataforma, apesar de muitos seguidores de Cris estarem a apoiando nesta causa, mas posteriormente, ela entrou em contato novamente com a rede, e eles a desculpou, mas que não poderiam fazer nada, pois tratava-se de um “erro humano”, sem qualquer solução para o corrido com um suporte específico sobre essas ocorrência. Todavia, apesar de ter se passado semanas, Cris ainda vem sofrendo abusos e recebendo mensagens repulsivas de outros usuários.

Agora diga-me, por quê casos assim ainda são tão comuns quão imaginamos? Até quando mulheres ainda conviverão com esse preconceito sexista, e vamos poder viver em paz e harmonia, num mesmo ambiente com eles, sem ser desrespeitadas ou ridicularizadas, apenas por ser mulher? E o suporte das empresas em relação a acontecimentos assim, por quê é tão difícil um denúncia exata, além de um pedido de desculpas?

gamer-girls-night-in

O mundo precisa evoluir, as pessoas precisam aprender a respeitar.e saber que hoje em dia no universo dos games quase 70% são mulheres, entre os jogadores brasileiros atualmente já somam mais de 53% no país. Além disso, o consumo desta mídia entre as garotas ultrapassa ao dos homens, por isso, não podemos aceitar tais ofensas caladas, quando somos a maioria, temos que nos unir e mostrar quão fortes e lutamos para chegar até aqui.

Rco-Ymt-C-400x400

As mulheres não precisam se segregam, mas sim, de respeito e igualdade entre os homens, e não de comentários vulgares e machistas, para enlatecer a fragilidade tóxica da masculidade deles, de uma intolerância exacerbada cisma em bater a porta e destacar as diferenças.

Por Patrícia Visconti

Uma consideração sobre “A intolerância e o machismo ainda se acentua e fortifica no mundo dos games”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s