STJ aprova a utilização do nome da Legião Urbana à Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos

8f202f3993ab44059d5ba68421c60c84

Após o embate de Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá contra o filho ex-líder da Legião Urbana, Giuliano Manfredini, o Supremo Tribunal de Justiça autorizou que a dupla contonue utilizando o nome da banda, segundo o Conjur, o resultado se deu após o desempate do ministro Marco Buzzi, concluindo em três votos a dois, favorecendo a Bonfá e Villa-Lobos em manter a essência de origem do grupo.

Além disso, a quarta turma negou provimento ao recurso especial ajuizado pela empresa Legião Urbana Produções Artísticas, de propriedade do filho do vocalista e fundador da banda, Renato Russo, pois eles alegam que trata-se da titular da marca, que pelo artigo 129 da LPI teria exclusividade de seu uso.

Agora, os músicos poderão voltar a se apresentar como Legião Urbana, apesar da legalização ainda ser exclusiva da empresa de Manfredini, o que impede Bonfá e Villa-Lobos em explorar por completo a marca, mantendo a reputação do mesmo e utilizando seu prejudicá-la.

O baterista, Marcelo Bonfá havia comentado alguns meses atrás, que não pretende se usurpar da marca Legião Urbana, mas sim fazer uma comemoração digna a altura das três décadas do primeiro álbum do grupo.

por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s