“O Livro de Boba Fett” – Uma série repleta de efeitos e lutas primordiais, mas com uma narrativa caótica e infundada

image host

Quando Boba Fett apareceu pela primeira vez no especial especial de Star Wars Episode IV: A New Hope (1977), os fãs da saga de George Lucas já se encantaram pelo personagem, por ele não ter um lado específico, e pouco comentar sobre seu passado, além é claro, de seu traje ultra espacial, com sua mochila a jato e suas armas de ataque contra seus inimigos. Após essa aparição, o personagem já ganhou novos ares na franquia, se tornando vilão e anti-herói, além de ser um dos antagonista em Star Wars Episode V: The Empire Strikes Back (1980), junto com Darth Vader.

A história de Boba Fett é basicamente sobre um caçador de recompensa, assim como seu pai, Jango Fett, que tornou-se o arqui-inimigo de Han Solo, em Star Wars: Episode II – Attack of the Clones (2002), depois de ser contratado pelo Império e por Jabba the Hutt para encontrar e capturar Solo e Chewbacca.

image host

O jovem Boba Fett foi criado por Jabba the Hutt, após a morte de seu pai, onde realizou distintos trabalhos de recompensa pela Galáxia, tornando-o um dos mais renomados caçadores desde então. Com sua armadura mandaloriana – assim como de seu pai -, que revigora após cada batalha, podendo proporcionar diversas habilidades, em busca de vingança pela morte de Jango.

image host

Recentemente, Fett reapareceu em The Mandalorian (2019), abrindo espaço para uma nova série da franquia Star Wars, falando um pouco sobre sua origem e essência, em The Book of Boba Fett (2022), lançada no streaming da Disney+, é um spin-off de The Mandalorian, mas que não foi tão bem recebido quão sua anterior.

image host

A série apresenta Temuera Morrison como o caçador de recompensa, e está ambientada algum tempo depois dos acontecimentos da segunda temporada de The Mandalorian, mas trazendo muitos flashbacks sobre a infância e trajetória de Fett e como ele conseguiu sobreviver à queda no poço do Sarlacc em O Retorno de Jedi, até seu retorno a Tatooine junto com Fennec Shand (Ming-Na Wen) para reivindicar o território que estava no poder de Jabba the Hutt e o do sindicato do crime.

image host

A premissa até estava indo num caminho plausível, porém na prática, trouxe confusão e uma mistura temporal indesejada, somada a uma fotografia desértica memorável, mas que no decorrer da trama, a linha do tempo entrelaça na narrativa e leva os personagens a uma época pós a vitória da Aliança Rebelde contra a Estrela da Morte, em Star Wars: Episode IV – A New Hope (1977), com Luke treinando Grogu- ou pelo menos tentando, fazer com que ele vire um Jedi, em sua escola Padawans, como se ele fosse eu primeiro aprendiz, ignorando o treinamento de Kylo Ren, em Star Wars: The Last Jedi (2017). Será que desconsideram, pois ele seguiu para o lado negro da força?

image host

Pois então, algumas peças não se encaixam e geram desconforto no contexto geral do enredo, deixando pontas soltas e uma expectativa frustrada para àqueles que esperavam ver uma genuína série sobre Boba Fett, falando com veracidade sobre o caçador de recompensas, dando mais fundamento para uma sequência de The Mandalorian, do que Fett em si, que acaba se tornando coadjuvante de seu próprio seriado.

image host

Todavia, os efeitos e as lutas são impecáveis, mostra com lógica e coerência a essência Star Wars, em levar ação e aventura para às telas, proporcionando emoções ímpares e reações surpreendentes, como todo fã da saga estima ao assistir algo relacionando a essa trama que há anos envolve e influencia uma geração de entusiastas intrêmulos e fiéis a franquia criada por George Lucas.

por Patrícia Visconti

2 comentários em ““O Livro de Boba Fett” – Uma série repleta de efeitos e lutas primordiais, mas com uma narrativa caótica e infundada”

  1. Nesse ponto da história Kylo Ren ainda nem nasceu ou ainda é um bebê. Não faz sentido falar dele agora. The Mandalorian e The Book of Boba Fett se passam pouquíssimo tempo depois da batalha de Endor, nem o local onde o Luke pretende começar a treinar novos Jedi tá pronto ainda.
    Acho que a série mostrou muito bem quem Boba Fett se tornou depois da trilogia clássica, se tornou alguém mais decente.
    Não teve confusão temporal nenhuma…

    Curtir

Deixe uma resposta para Angela Vermelho Sarraceni Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s