Arquivo da tag: cantora

[Caixa de Som] Michelle Abu traz toda sua “baianidade” ao rock nacional

11009985_719096818209773_4008913832912394691_n

Completando 20 anos de carreira, a cantora e percussionista Michele Abu lança seu primeira compacto, “#1”, lançado no final do ano de 2014.

Michele é uma multi-instrumentista, Abu traz uma apresentação diversificada, transitando facilmente por diferentes estilos musicas, indo da música popular ao rock, até mesmo ritmos regionais e de raiz, mostrando sua verdadeira essência e suingue à sua obra.

10671204_630139440438845_9218619571217873069_nBaiana de Salvador, Michele se apresentou com sua primeira banda DendêCumJah, tocando de rock a reggae. Depois ela ingressou na percussão do grupo feminino Didá, e passou a tocar com diversos artistas da Bahia, como Margareth Menezes, Naná de Vasconcelos, Roberto Mendes, Silvia Patrícia, Alex Mesquita, além de viajar em turnê com o Circo Picolino por dois meses pela França, como baterista, em 2001.

Além do mais, a cantora já atuou com diversos ícones da música popular brasileira, como Lobão, Elza Soares, Baby do Brasil, Aldo Brizzi (ITA) e mais recentemente com Arnaldo Antunes, Edgar Scandurra e Toumani Diabaté, em turnê com o trabalho A Curva da Cintura.

10671250_630140883772034_3538917857655016420_n

Uma intérprete irreverente e cheia de atitude, que domina o palco e mostra o que sabe fazer de melhor, que é cantar e fazer música de qualidade, nunca perdendo sua origem, mas sempre inovando no ritmo e na sonoridade.

A cantora inicia seus primeiros shows da carreira solo no mês de Março. E o repertório, como não poderia deixar de ser, apresenta toda sua vertente roqueira, sem perder o pulso ou a baianidade. E as primeiras paradas a receberem o show são Araçatuba, no dia 07/03, e o SESC Pinheiros, em São Paulo, no dia 11/03.

Para conhecer mais sobre a Michelle, acesse o site oficial da cantora, sua página no Facebook e também, pode conferir seus videoclipes e singles através de seu canal no Youtube.

SERVIÇO

Michelle Abu @Araçatuba
Local: SESC Araçatuba
End: Praça João Pessoa (Araçatuba – SP)*
Data: 07/03/2015 (sábado)
Horário: às 20h30
Ingressos: Evento gratuito
*Em caso de mau tempo o show pode ser transferido para o Teatro Municipal Castro Alves (Rua Duque de Caxias, 29 em Araçatuba), às 21h, com ingressos limitados a serem retirados a partir das 19h30 na portaria do teatro.

Michelle Abu @SESC PINHEIROS
Local: Auditório do SESC Pinheiros (3o andar)
End: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros/ SP.
Data: 11/03/2015 (quarta-feira)
Horário: às 20h30
Ingressos: R$ 25,00(inteira) / R$ 12,50 (meia) / R$ 7,50 (credencial plena)
*Não será permitida a entrada de menores de 10 anos.

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Lau Ramos traz a efervescência à MPB

10887492_697340740384405_394705895895999807_o

Sabe aquela voz que você escuta e marca seu dia, e você fica cantarolando todo ele aquela canção, mesmo escutando apenas uma vez aquela canção? Pois bem, esse é o que o som da cantora e compositora Lauane Ramos, ou simplesmente a Lau apresenta ao cantar.

10928835_695214987263647_526984045268711238_nUm som que permeia pela MPB, Folk e Rock Blues, transcendendo todas as passagens da emoção, envolvendo os ouvintes pela essência urbana, intima e única. Diferente do que as rádios repercutem hoje em dia, onde as músicas são monossílabas e sem sentimento mútuo, apenas para vender e se aparecer.

Atualmente, Lau está se preparando para gravar seu primeiro compacto autoral, onde a artista irá mesclar diferentes sons, ao seu estilo favorito, o Rock n’ Roll.

Mas, enquanto não lança o primeiro projeto de Lau, confira um single “Rosto da Onda”, que a cantora disponibilizou em suas redes na web, para promover e compartilhar um pouco de seu trabalho musical.

10945653_702973939821085_2922979039340545154_n

Ouça abaixo:


Para conhecer mais sobre o trabalho de Lau, acesse suas redes e veja a efervescência da nova música popular brasileira.

Facebook | Twitter | Instagram | Youtube | SoundCloud

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Priscilla Alcântara canta na alma dos puros de coração

1975074_818805024851763_5533374822290088742_n

Vocês devem conhecer a Priscilla Alcântara apresentadora, quando ela ainda criança apresentava o Bom Dia e Cia ao lado do Yudi Tamashiro. Todavia, aquela garotinha cresceu, mas sua paixão pela arte e pela música não.

Cantora desde que se entende por gente, Priscilla conciliava sua carreira como apresentadora, estudante e apresentações musicais.

10710501_794696467262619_8798531314744793992_oHoje, com 18 anos e recém formada do colégio, a artista lançou dois singles neste ano, “Onde Ele Vai Eu Vou Atrás” e o grande sucesso “Espírito Santo”. E o próximo álbum ela pretende lançar em breve.

Seu primeiro álbum saiu quando a garota tinha apenas 10 anos, ao lado de Yudi Tamashiro, o CD “Os Pequenos Rebeldes”, com regravações de músicas do grupo RBD, sendo parceria do SBT e da EMI. Dois anos (2008) depois, ela gravou seu primeiro CD solo, “Inicio”.

Desde então, ela se engajou e mergulhou de cabeça do mundo da música e lançou seu segundo disco em 2010. Intitulado “Meu sonho de criança”, pela Line Records e atualmente Priscilla está em turnê com o seu terceiro compacto, “Pra Não Me Perder”, lançado pela Atrio Records com a produção de Wesley Ros.10687102_814640748601524_6264381243844711052_n

Priscilla participou da trilha oficial do remake da novela Carrossel em 2013, cantando junto com seu ex-parceiro de programa, a música de abertura e também regravou a musica “Ciranda da Bailarina”.

Uma cantora com anseios e propósitos sólidos de que não está neste mundo apenas a passeio, mas sim para compartilhar seu som puro, jovem e renascente, perante a um mundo de cópias e plágios, a originalidade na produção vale mais do que qualquer modinha tocada nas rádios.

10461935_813601905372075_1944560241155449886_n

Confira um pouco desta jovem cantora, que suaviza com suas canções e encanta com sua voz forte e potente:

Para conhecer mais sobre o trabalho musical desta jovem cantora, acesse site oficial, ou então suas redes sociais, onde ela mesma compartilha um pouco da sua rotina e também de sua agenda.

Facebook | Twitter | Instagram

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Natália Matos: A nova faceta da música paraense

Foto por: José de Holanda
Foto por: José de Holanda

Ela nasceu em Belém, e foi lá que descobriu que queria trabalhar e viver de música para sua vida toda. Natália Matos, é cantora e compositora, e veio de uma família musical, além de ser uma admiradora da música brasileira.

Foto por: Aluisio Almeida
Foto por: Aluisio Almeida

Estudou piano na Escola de Música da UFPA e mais tarde canto popular na ULM, em São Paulo, onde também se graduou em Arquitetura e Urbanismo, no Mackenzie.

Com uma voz doce e sutil, a artista canta o amor, o cotidiano, relacionamentos e a felicidade. Com muitas influências paraenses, Natália já mostrou que não está neste mundo para brincar.

A cantora já participou em diversos festivais e ao lado de grandes nomes da música brasileira. Entre eles o Festival Recbeat ao lado de Mestre Vieira; no projeto Música na estrada pelo interior do Pará; no espetáculo Terruá Pará 2013; a gravação do programa Cantoras do Brasil, do Canal Brasil, e a realização do seu primeiro CD através do Natura Musical, com produção de Guilherme Kastrup e participações de Zeca Baleiro, Felipe Cordeiro, Kiko Dinucci e outros.

Foto por: José de Holanda
Foto por: José de Holanda

No início de 2014 a cantora lançou seu primeiro álbum, gravado na capital paulista, o disco trás uma sonoridade nova, traçando caminhos diferentes das atuais produções da cena musical paraense, Natália aposta no reforço de uma brasilidade através da combinação de origens distintas.

O repertório Natália apresenta canções próprias, de uma leva de compositores do Pará – como Felipe Cordeiro, Dona Onete, Ronaldo Silva, Iva Rothe, Almirzinho Gabriel – e ainda dos paulistanos Kiko Dinucci e Rômulo Fróes.

1561106_808211269195596_102919615_n

Uma revelação à música brasileira, e uma nova roupagem a música paraense, afinal lá não existe só Calypso e o tecnobrega, há cultura e diversidade também.

Para conhecer mais sobre o trabalho desta revelação da música brasileira, acesse o site oficial dela ou então, a siga em suas redes sociais.

Twitter | Facebook | Instagram | SoundCloud | Youtube

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Giulia Soncini: Um anjo encanta a música brasileira

10480181_334737786675395_4632609856905738421_n

Já que nesta semana é especial dia das crianças aqui em nossa embarcação, então nada mais justo do que falar nesta princesa ruiva de olhos verdes, que até seu nome já remete a realeza, Giulia Soncini.

10373719_341950685954105_5659782783181748772_nGiulia mal começou a falar, e já cantava para seus pais e familiares, além de encantar com seu charme e carisma, e sua voz doce e sutil, que esplandece ternura a qualquer ouvinte que a escute. Difícil não ouvi-la e se emocionar.

Com apenas 10 anos, a cantora já deixou muita plateia boquiaberta, quando ela chegou à semi-final do programa Ídolos Kids em 2013, exibido pela TV Record.

Giulia nasceu em Florianópolis, onde reside até hoje com seus pais, grandes incentivadores de sua carre529380_248791565270018_998816157_nira. Começou cantando na igreja, mas seu êxito era tão extrema que logo começou a se apresentar em festas e eventos pela região.
Fã de música pop, a garota ainda arrasa em composições eruditas, fazendo com que o público se emocione e peça bis a cada performance de Soncini.

No começo deste ano Giulia representou o Brasil através da sua voz, ao cantar o Hino Nacional em um evento realizado em homenagem ao ator e ex governador da Califórnia, Arnold Schwarzen1526487_270965439719297_2146350074_negger, que esteve no Rio de Janeiro na última semana participando da feira fitness internacional , a “Arnold Classic Brasil 2014”. Além da participação do programa Máquina da Fama do SBT, onde a cantora interpretou a canção “Over the Rainbow”.

Mas, sem mais delongas e vamos ao que interessa, conferindo o talento nato dessa pequena catarinense, que tem voz e cara de anjo.

E agora, alguém duvida que essa garota ainda vai brilhar em muitos palcos no mundo inteiro?

Para conhecer mais sobre a Giulia, acesse suas redes abaixo e fiquem ligados nas novidades sobre essa nova estrela da música pop nacional.

SITE | TWITTER | FACEBOOK | INSTAGRAMYOUTUBE

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Catarina Dee Jah traz toda brasilidade e originalidade às suas pick-ups

catarina.jpg

A pernambucana de Olinda, Catarina Dee Jah, é DJ, cantora e produtora musical, que apesar de nunca ter pensado em cantar, é hoje uma das maiores revelações da música de Pernambuco.

72605_424705960943753_1406346268_nA artista sempre atenta ao que acontecia no mundo da música, vivia a vasculhar os sebos em Recife, procurando novos sons, que foi de grande valia para criar seu acervo musical, qual ajudaria a iniciar sua carreira como DJ.

Catarina traz um trabalho autoral, que mescla ritmos populares regionais e mundiais, entre eles estão coco/ragga, cumbia/brega, xote/reggae, brega, etc.

Com letras inspiradas no cotidiano de uma grande cidade e de relações pessoais, como dramas amoroso, fenômenos culturais de verão e mulheres inconformadas, trazendo à suas canções um pouco de lirismo, ironia e sarcasmo.

No palco Dee Jah se solta por completo, ela dança, debocha, fala o que lhe vem à cabeça, sem meias palavras ou hipocrisia. Bastante expressiva, cativa seu público pela sinceridade e suas expressões exageradas.

O primeiro álbum da Catarina, “Mulher Cromaqui”, traz canções espontâneas e selvagens, com letras com remetem a amores, desamores, relacionamentos e desmistificação o clichê agregado a mulher perante a sociedade.

971221_469943879753294_910430433_n

Confira abaixo um pouco do som de Catarina Deejaah:

E para baixar gratuitamente o álbum da cantora e DJ, basta acessar o site oficial dela e fazer o download do mesmo.

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Marina Wisnik: A artista dos palíndromos

10153030_669067139825447_3939520934615036433_n
Foto de: Danilo Rosa Carneiro

Marina Wisnik, cantora, compositora, atriz e arte-educadora. A música sempre fez parte de sua vida, mas a escrita é sua paixão sem extinção.

Aos 13 anos começou a fazer palíndromos (frases que, ao lidas também de trás para frente, conservam o mesmo significado). O primeiro criado por Marina foi: LÁ VOU EU EM MEU EU OVAL!

396497_282339605164871_796397486_n
Arquivo pessoal

Ainda na adolescência, aos 15, ingressou na Cia de Teatro Uzina Uzona, onde atuou na peça “Bacantes!”, no Teatro Oficina, com direção de Zé Celso Martinez Corrêa.

Formada em Letras, pela Universidade de São Paulo (USP), trabalhou como arte-educadora em projetos associados à literatura e outras linguagens, foi nesta época que Marina publicou seu primeiro livro de palíndromos “SÓS”, pela Editora Oficina Raquel.

Os anos passaram, e a música voltou à sua vida, aos 27, ela começou a criar melodias, harmonias e letras, organizando assim seus pensamentos e sua forma de expressar, nascendo seu primeiro álbum, intitulado “Na rua agora”.

1012372_513238175408345_1792328409_n
Foto de: Diego Ciarlariello

Após amadurecimentos e parcerias com grandes da música popular brasileira, como Marcelo Jeneci, Jonas Tatit e Eric Rahal e entre outros, a cantora começou a realizar shows intimistas em São Paulo, e para entrar no estúdio e gravar seu primeiro compacto foi um pulo, com produção do próprio Jeneci e junto com Yuri Kalil. Em 2012, “Na rua agora”, estava pronto para agregar aos ouvidos dos bons ouvintes, sendo bem recebido pelas críticas dos grandes veículos,de São Paulo e do Brasil, e também pelo público em geral.

marina wisnik_site agosto 2013 (3)
Foto de: João Livra

Sua voz soprano, mas com leves toques de grave traz a leveza da canção e eleva o ouvinte a outra dimensão, fazendo com que a letra adequar a linguagem rotineira da vida de qualquer individuo, pois são letras intimistas, mas ao mesmo tempo é influencia à todos ouvintes que possuem a mente aberta, mas antes de tudo a alma e coração.
Além do mais, Marina ministra oficinas de criação poética em lugares como Centro Cultural São Paulo, Casa do Saber, entre outros. Publicou em 2013 a segunda edição do seu livro de palíndromos, SÓS. O livro-objeto, composto por 28 lâminas de palíndromos serigrafados em diferentes papéis, foi lançado pela Editora Livra.

Conheça um pouco mais desta cantora, com voz de diva e alma de artista, acesse o site oficial da Marina e ouça um pouco de seu trabalho. Abaixo, escute a música “Elevado”, primeiro single do último álbum da cantora ‘Váz’, lançado em maio deste ano.

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Bruna Moraes traz juventude e frescor a MPB

1782100_696870153697674_493004425_n

Ela tem apenas 18 anos, e já é considerada a cantora revelação contemporânea para 2014.

A paulistana Bruna Moraes é cantora e compositora concluiu seu primeiro álbum autoral, intitulado “Olho de Dentro” no passado.

O álbum contou com a produção musical de Pedro Baldanza, experiente contrabaixista que já tocou com grandes artistas da MPB como Elis Regina, Ney Matogrosso, Zizi Possi e Sá & Guarabira.1157447_684890964895593_1743458648_n

Sua música traz brasilidade popular descrita nas canções, embasado com uma voz doce e sutil, que remete a menina, que ela é, mas com firmeza e personalidade de quem sabe o que quer. Além de mesclar poesia em suas músicas.

A artista começou sua carreira ainda criança, aos 11 anos, com 14, já compunha as próprias canções e aos 18, lançou seu primeiro compacto autoral, com predominância em composições próprias, como “Zoio de Fora” e “Iansã”, uma homenagem a Chico Buarque, uma de suas grandes influências, com a regravação de “Sem Fantasia”, e fecha com uma música inédita do compositor Taiguara, “Levante do Borel”.

Uma artista que propaga a arte em várias nuances, mas sempre focada e determinada em seus objetivos, uma novidade na música popular brasileira, que traz todo o frescor e essência moderna, mas não esquecendo de sua origem e influências.

Ouça abaixo um dos singles compostos pela Bruna “Zóia de Foia”:



Mais info: Site | Blog | Facebook | Twitter | Instagram | Deezer

Por: Patrícia Visconti

[Caixa de Som] Carol Pereyr: Voz sútil e alma de poeta

1939945_520640381390312_1740908107_n

Baiana de voz meiga, doce e angelical e filha do poeta Roberval Pereyr, a cantora e compositora Carol Pereyr propaga seu nome em carreira solo, com a turnê “Saudades do Brasil”.

Começou sua carreira profissional aos 17 anos, em parceria com Márcio Pazin, cantor e compositor cantarinense, e essa parceria aconteceu de forma natural, quando eles musicavam e interpretavam os poemas que Carol escrevia, além de releituras de grandes compositores. Juntos gravaram dois álbuns, entre eles “Mirante” (2006) e “Morada” (2011), que são uma junção de música e poesia, interagindo as artes e mostrando quão ambas podem caminhar dando o mesmo passo nesta jornada musical, enriquecendo e reinventando novas formas de apresentar a música popular brasileira.

Cantora premiada já participou de diversos programas, concursos e festivais, qual obteve êxito na maioria ganhando grande parte deles, ou chegando a finalista das competições.

Uma artista nata, com alma de poeta, que apenas visa propagar seu ofício dentre a essa imensidão que já existe neste mundo, unificando-as todas em apenas uma única arte. Conheça mais sobre essa cantora sútil e doce, que contagia e emociona à todos que o escuta.

carolp

Mais informações: Site | Facebook | SoundCloud

Assista Carol cantando um de seus singles, “Vapor Barato”:

Por: Patrícia Visconti