[Cantinho Literário] William Shakespeare – O poeta da tragicomédia

William Shakespeare

Nessa semana aqui no Cantinho Literário, abrimos para os leitores, que nos deram ideias e sugestões sobre algumas obras e autores, que mais ou menos, cerca de duas ou três semanas, vamos usar essas ideias da nossa tripulação, pois foram bastante legais e nos ajudou a iluminar nossas cabecinhas lerdinhas e cansadas.

Nessas semana vamos usar a ideia da tripulante Isabele Teixeira, lá de Manaus, estado do Amazonas, que nos deu a sugestão de Hamlet, então pegamos essa ideia e transformamos em um especial sobre William Shakespeare. Um grande escritor, dramaturgo e poeta, não só para a Inglaterra, mas para todo o mundo o mundo, já que sua obra ainda vive em todo canto do planeta, basta ir à alguma biblioteca ou livraria e buscar por Shakespeare, que lá estará alguma obra do escritor.

hamlet-william-shakespeare-2-728

William Shakespeare era um poeta inglês, de Stratford-upon-Avon, nascido em 23 de abril de 1564, que se cansou um tanto jovem, apenas com 18 anos, com a jovem inglesa Anne Hathaway, no qual deve três filhos, a primogênita Susana e os gêmeos Hamnet e Judith.

Entre os anos de 1585 e 1592 Shakespeare começou a ter êxito em sua carreira como ator, escritor como um dos proprietários da companhia de teatro que se chamava Lord Chamberlain’s Men, mais tarde mudou de nome e passou a se chamar King’s Men. Porém, grande parte de suas obras com sucesso, foram escrita entre 1590 e 1613.

As primeiras peças que ele escreveu foram as comédias, que era baseadas em eventos e personagens históricos, o fazendo a levar ao ápice da sofisticação e do talento artístico até o século 16, depois dessa fase mais na comédia, Shakespeare parte para a tragédia, em que inclui títulos como Hamlet, Rei Lear e Macbeth, consideradas
algumas das obras bastante importante na língua inglesa.

25

Já na fase final de sua carreira, sua obra era classificada como tragicomédia ou romances, foi uma fase na qual ele colaborou com outros dramaturgos. Várias peças foram publicadas em edições com variados graus de qualidade e precisão, durante sua vida.

No ano de 1623, John Heminges and Henry Condell, dois atores e antigos amigos de Shakespeare, publicaram o chamado First Folio, uma coletânea de suas obras dramáticas que incluía todas as peças (com a exceção de duas) reconhecidas atualmente como sendo de sua autoria.

As obras de William Shakespeare aclama genialidade, vitorianos e romantismo, ou como George Bernard Shaw reverenciava chamando de “bardolatria”, e também foi adota e redescoberta repetidamente por vários momentos dos anos, em diversos contextos culturais, políticos e em todo o mundo.

Shakespeare_grave_-Stratford-upon-Avon_-3June2007

Desde a sua morte, em 23 de abril de 1616, aos 51 anos, na cidade onde nasceu em Stratford-upon-Avon, na Inglaterra William Shakespeare é contemplado e lido em todo o mundo, pois suas obras foram traduzidas para vários idiomas, principalmente em português, em que podemos buscar em bibliotecas, livrarias, ou até mesmo na internet.

Por isso quem curte literatura inglesa e não conhece muito da obra do poeta, vai gostar suas obras, já que ela passeia por diversos gêneros, como a tragédia, o drama, comédia, o romance e claro poemas, afinal Shakespeare era um ótimo poeta.

Confira abaixo algumas das principais obras de William Shakespeare:

Comédias

Sonho de uma Noite de Verão
O Mercador de Veneza
A Comédia dos Erros
Os Dois Cavalheiros de Verona
Muito Barulho por Nada
Noite de Reis
Medida por Medida
Conto do Inverno
Cimbelino
A Megera Domada
A Tempestade
Como Gostais
Tudo Bem quando Termina Bem
As Alegres Comadres de Windsor
Trabalhos de Amores Perdidos
Péricles, Príncipe de Tiro

Tragédias

Tito Andrônico
Romeu e Julieta
Júlio César
Macbeth
Antônio e Cleópatra
Coriolano
Timão de Atenas
Rei Lear
Otelo, o Mouro de Veneza
Hamlet
Tróilo e Créssida
A Tempestade

Dramas históricos

Rei João
Ricardo II
Ricardo III
Henrique IV, Parte 1
Henrique IV, Parte 2
Henrique V
Henrique VI, Parte 1
Henrique VI, Parte 2
Henrique VI, Parte 3
Henrique VIII
Eduardo III

frase-eu-aprendi-que-tudo-o-que-precisamos-e-de-uma-mao-para-segurar-e-um-coracao-para-nos-entender-william-shakespeare-115591

Por Priscila Visconti
(PS: Se ligam que na próxima semana, tem mais dicas literárias, com ajuda da nossa tripulação)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s