[Caixa de Som] Juliana Kehl traz o tradicional e contemporâneo numa mesma harmonia

15822834_1571070192919774_3344685673854832600_n

Aperta o ‘start’ para o ano começar e trazer muitas novidades que a tripulação vai se amarrar!

Mais um ano começa e nós sempre procuramos trazer o que há de novo e com qualidade para a nossa tripulação, independente da área de sua preferência.

Nesta quarta-feira vamos falar da paulistana, Juliana Kehl, 39, que lançará o novo álbum da sua carreira no próximo dia 20 de Janeiro, no Sesc Pompeia em São Paulo.

Foto por: Jonas Tucci
Foto por: Jonas Tucci

Juliana que traz a essência da pop music em suas canções, sintonizando o tradicional e o contemporâneo juntos e somando um som novo e único, com uma voz rouca e doce, interpreta cada composição, a grande maioria produzidas pela própria artista, traz uma nova faceta, considerada uma das revelações mais excepcionais da nova safra da MPB.

Estudou canto lírico e depois popular, com 18 anos foi selecionada para cantar num coro de câmara numa apresentação no Carnegie Hall, em Nova Iorque. Musicalizou dois poemas de sua irmã – a psicanalista Maria Rita Kehl – para seu álbum de estreia.

10394486_871782289515238_3364272588465662434_nCom uma visão contemporânea e moderna, Juliana não deixa sua origens tradicionais fugirem do seu estilo e mantêm ambos em plena sintonia, levando o acústico e as batidas eletrônicas em pleno equilíbrio, fazendo um ritmo peculiar e ímpar.

Cantando com emoção e comoção embala cada canção apresentada, aonde a cantora se entrega com prazer e dedica-se de corpo e alma a cada uma delas, junto com os músicos que a acompanha.

15940595_1577757702251023_7022948949336178431_nNeste novo projeto de Juliana enfatiza seu âmago e particularidade, mostrando sua verdadeira essência, caracterizando o trabalho da musicista e evidencia seus talentos como compositora e interprete, em um disco transposto por temáticas de emancipação emocional da mulher.

São onze faixas, oito delas compostas pela cantora, incluindo parcerias com Marcelo Jeneci, “Sete Salomés”; Maria Rita Kehl (psicanalista, escritora e irmã de Juliana), “Sagitário”; e Serena Assumpção, na faixa-título. Thiago Pethit brilha em dueto com Juliana na única faixa em inglês do disco, “Red Number”, de autoria da cantora.

O álbum conta ainda com inspiradas versões de outros autores, como “Ladainha” de Alice Ruiz, Alzira Espíndola e Estrela Ruiz Leminski; “Anoiteceu”, de Zé PI, Mauricio Fleury, Leo Cavalcanti e Tatá Aeroplano, esta com participação de Zé Pi e violoncelo de Bruno Serroni; e “Desterro”, de Reginaldo Rossi.

1625576_825163734177094_1054482568_n

O álbum “Lua Full” chega as principais plataformas digital no dia 13 de janeiro e contará com um evento especial no Sesc Pompeia, na capital paulista, no dia 20.

Assista abaixo o primeiro videoclipe do novo álbum de Juliana Kehl:

Para conhecer mais do trabalho da artista acesse:

Site | Facebook | Twitter | Youtube | Instagram

Por: Patrícia Visconti

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s