[Cabine da Pipoca] #StarWarsDay -“May the force be with you”

Hoje 4 de maio se comemora entre os fãs da cultura Pop o dia de Star Wars.

Por quê 4 de maio?

Devido à famosa frase: “May the force be with you” os fãs costumavam fazer trocadilhos dizendo “May the fourth be with you” em português: “Que o 4 de maio esteja com você”. A data se tornou tão famosa que a própria Lucasfilms – que pertence agora a Disney – possui um hotsite especial em sua página exclusiva para conteúdos relacionados ao Star Wars Day.

A Origem Da Franquia:

Para entendermos a origem da franquia é necessário compreendermos a história do homem responsável por ela o amado e igualmente odiado, George Lucas.

Nasceu em 14 de maio de 1944 o cineasta George Lucas que viria a ser mundialmente conhecido por suas franquias: Star Wars e Indiana Jones. Apaixonado por automóveis tinha como sonho ser piloto de corrida, porém esse sonho foi deixado de lado após um acidente que mudou a vida de George Lucas. Ele estava correndo para casa após ter passado o dia anterior escrevendo seu TCC (trabalho de conclusão de curso) quando ele estava quase entrando na garagem um carro em alta velocidade atingiu seu carro e então ele acreditou que esse acidente significava que essa profissão não era para ele. Sendo assim ele decidiu ir para ciências sócias, porém isso não durou muito, e mais tarde George decidiu estudar cinema.

George Lucas estudou na University Of Southern California, e lá conheceu Francis Ford Coppola e logo se tornaram amigos. Ele produzia curtas-metragens chegando até a ganhar prêmios, mas também trabalhou como estagiário na Warner Brothers e com ajuda do amigo Coppola convenceu o estúdio a transformar seu curta THX em um longa-metragem porém o estúdio odiou o resultado exigindo que o dinheiro investido fosse devolvido.

Por pouco a tão aclamada comédia “Loucura de Verão” não ocorreu. Por duas vezes George tentou vender o roteiro do filme, porém nenhum estúdio queria até que a Universal decidiu que realizaria o projeto caso ele anexasse um bom nome ao filme.

Coppola que tinha acabado de fazer “O Poderoso Chefão” estendeu a mão ao amigo e embarcou a bordo, graças ao sucesso de bilheteria George pode em fim trabalhar em seu projeto mais ambicioso a ópera espacial Star Wars.

Com um roteiro extremamente grande cerca de 6 horas de filme. Já tendo em mente o “não” dos estúdios ele decidiu dividir o filme em três episódios, mas mesmo com a divisão a venda do filme foi difícil já que o gênero ficção científica era considerado um dos piores gêneros da época e para as crianças que seriam o principal público alvo não despertavam o menor interesse e muito menos aos executivos de Hollywood.

George chegou a contar sua idéia para 20 de seus amigos de confiança, sendo eles Martin Scorsese, Brian De Palma e Steven Spielberg, mas todos eles com exceção de Steven Spielberg não gostaram da ideia.

Brian de Palma perguntou: “Que merda é essa de força?”.
Mesmo com as criticas ele não desistiu!

Os estúdios Warner e Universal recusaram o filme logo de cara e a Fox também iria recusá-lo se não fosse pelo chefe de recursos criativos da empresa Alan Ladd Jr que se apaixonou pela visão de George Lucas e pelas ilustrações de John Barry.

O estúdio decidiu investir no filme com um orçamento de oito milhões de dólares (porém esse orçamento foi extrapolado fazendo a Fox quase pedir o dinheiro, o custo de produção do filme final foi de 13 milhões de dólares) e os termos do acordo davam a George Lucas os direitos para uma sequência e a propriedade de todo merchandising que poderia vir a partir de sua criação.

Em meio a Tempestades de Areia, calor insuportável, cenários e figurinos que não funcionavam direito, atrasos nas filmagens, estouros de orçamento e etc…

Em 25 de maio de 1977 estreava Star Wars (o filme ainda não possuía o subtítulo ‘Uma Nova Esperança’) em apenas 32 cinemas dos Estados Unidos.

George Lucas apenas descobriu o sucesso que havia sido Star Wars apenas duas semanas depois quando recebeu um telefone avisando sobre fãs que fizeram filas em quarteirões para ver Star Wars, e assim tinha início uma das sagas mais lucrativas de todos os tempos. O longa “Star Wars: Uma Nova Esperança” arrecadou cerca de 775 milhões de dólares!!!

A importância de Star Wars para a Cultura Pop:

Star Wars além de ter construído um verdadeiro império bilionário é um dos principais elementos para a base da Cultura Pop, me arrisco a dizer que até deu um novo significado a Cultura Pop. Mas afinal, qual a importância de uns “robozinhos”, “jedis”, ”siths” e essas “espadinhas”…

  • Star Wars junto de O Tubarão criou conceitos que redefiniram a sétima arte com produções que se voltavam para o entretenimento e não apenas para a arte.
  • Houve também o início dos “fãs de produtos” a partir da licença de Merchandaisig se teve a criação de Action Figures, camisetas, livros, pelúcias e diversos itens derivados da saga que não eram considerados valiosos para a indústria da época.
  • As histórias com sequências como trilogias se tornaram popular graças a saga Star Wars.
  • Surgiu também uma nova maneira como as pessoas se relacionavam com o entretenimento podemos dizer que graças a Star Wars ocorreram as filas em quarteirões as verdadeiras loucuras de fãs.

O Futuro Da Franquia:

Após a venda da Lucasfilm para a Disney pela bagatela de 4.06 bilhões de dólares. Tendo início assim a nova fase da franquia marcada pelo lançamento de Star Wars: O despertar da força para alegrar os corações dos fãs que estavam que ansiavam por mais filmes da saga. (Filmes sem Jar Jar obviamente!)
Com o sucesso de Star Wars VII a Disney já confirmou filmes da franquia até 2019.

Em 2016 a Disney estreou o primeiro longa-metragem derivado de “Star Wars: Rogue One” uma história Star Wars.

Mas a franquia não se limita apenas a filmes tendo jogos como Star Wars Battlefront (2015), animações como: Star Wars Rebels, Star Wars: Droids, Star Wars: The Clone Wars, livros, quadrinhos e etc.

A Disney planeja construir um parque temático de Star Wars que está previsto para ser inaugurado em 2019. O parque se situará em: Anaheim (costa oeste) como uma espécie de extensão da Disneylândia e outro situado em Orlando (sudoeste), como extensão da Disney Hollywood Studios.

Por: Pedro Henrique Duarte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s