[Cantinho Literário] A História fantástica de Coraline, de Neil Gaiman

Na última semana andando pelas livrarias da vida, e dei de cara com Coraline, eu sabemos que não é um lançamento tão atual, mas é sempre bom falar de boas histórias e bons autores, essa obra de fantástica de terror, do autor Neil Gaiman, publicado em 2002 pela Bloomsbury, no Reino Unido e pela Harper Collins nos Estados Unidos.

Neil é um autor já conhecido por escrever contos, romances, roteiros radicados e desenhar banda desenhada, a mais conhecida é Sandman, que tem como personagem principais Sandman, uma personificação antropomórfica do Sonho, também é conhecido como Morpheus, numa referência à mitologia grega e seus irmãos, Morte, Destino, Delírio, Desejo, Desespero e Destruição.

A história de Coraline começa quando ela e seus pais se mudam para o novo apartamento perto da floresta, então seus pais que estão sempre ocupados com o trabalho e não dá muita atenção a menina, por causa disso Coraline se sente isolada e sai para explorar o mundo, e nesta exploração a garota encontra com os habitantes da nova casa para onde se mudou, são duas senhoras aposentadas e um senhor que treina ratos.

Mas, enquanto Coraline explora a casa, ela encontra uma porta trancada, cuja a entrada está bloqueada por tijolos, a menina vai passar por uma grande aventura na história, que já ganhou muitos prêmios como o Hugo e Nebula Awards, como melhor novela de 2003 e o Bram Stoker Award de melhor trabalho de novos escritores de 2002, além de ser comparada com Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll, pelo surrealismo e sua trama baseada na realidade alternativa.

Neil Gaiman é um dos autores mais renomados da atualidade, não só na literatura fantástica, mas também nos quadrinhos, no mundo cinematográfico e também como roteirista de minisséries para televisão, como a animação Beowulf, na qual ele foi co-roteirista, além do longa de Stardust, uma de suas mais aclamadas obras, realizada ao lado de Charles Vess.

Sinopse
Quando volta para seu apartamento no mundo real, Coraline descobre que seus pais sumiram. Ao ver que seus pais não voltam no dia seguinte, Coraline, descobre que foram sequestrados pela Outra Mãe e resolve voltar ao outro mundo para resgatá-los. Ao retornar ao outro mundo, Coraline se depara de novo com a Outra Mãe a quem recusa dar amor e a aceitar seus presentes. Furiosa com essas atitudes, a Outra Mãe prende Coraline num armário atrás do espelho como punição. Lá, ela encontra as almas de três outras crianças de diferentes eras, as quais também foram aprisionadas pela Outra Mãe e morreram comidas por elas.

Quando consegue sair do quarto, Coraline desafia sua Outra Mãe a jogar um jogo onde teria que achar as almas das outras crianças e seus verdadeiros pais. Coraline consegue achar as almas das outras crianças e escapa de volta para seu mundo, onde encontra seus pais verdadeiros sãos e salvos.

No dia seguinte, Coraline descobre que sua tarefa ainda não foi completada. A mão da Outra Mãe que tinha sido machucada e perdida durante a fuga de Coraline, tenta roubar a chave da porta para que a Outra Mãe possa obter sua vingança. Porém, Coraline consegue atrair a mão para um poço que havia nas redondezas da propriedade e a faz cair dentro do poço junto com a chave que abre a porta dos dois mundos. Dessa forma, Coraline consegue se livrar dos perigos que a Outra Mãe causava ao seu mundo.

Por Priscila Visconti

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s