[Cantinho Literário] Moonstar e suas reflexões sobre o mundo ao seu redor

No último dia 17 de Setembro aconteceu em São Paulo o 29º Troféu HQMIX, a premiação que é considerada o Oscar dos quadrinhos nacional, de tão importante que é. Estávamos lá cobrindo o evento e ao término, já na saída da comedoria fomos nos despedir do JAL Lovetro, um dos curadores do prêmio e um grande propagador e influenciador das HQs nacional, desde que ao chegar junto ao JAL um rapaz, Akira Sanoki veio cumprimentá-lo também, e nesta conversa ele entregou algumas publicações de seu Coletivo, Estação 9, residente no Cariri, Ceará, dentre essas havia um quadrinho que nos chamou atenção pela simplicidade e objetividade, dentre essas era do artista cearense Henrique Moonstar, por coincidência leva seu próprio nome no título.

Moonstar” traz uma história da consciência falando consigo mesmo, uma história de uma pessoa só que mostra os incentivos e fracassos que qualquer pessoa passa num dia, ou até na vida, com referências da cena pop atual e também da política, posicionando o lado do autor e desenhista e mostrando de forma divertida e cômica tirinhas da rotina de Moonstar com seu próprio discernimento. Além dos desenhos simples, sincero e objetivo faz o leitor entrar naquele mundo e se identificar com a história; “são sobre reflexões minhas, o que penso a respeito do que está ao meu redor, também é um pouco pessoal“, completa Moonstar.

Henrique Moonstar tem 22 anos, mora em Juazeiro do Norte, Ceará, estuda Artes Visuais na Universidade Regional do Cariri – URCA, e está não foi sua primeira publicação lançada, pois além de “Moonstar” ele já publicou a história e quadrinhos “Juca e Juarez” que foi lançada na revista “Amores Plurais” da editora Marca de Fantasia. Mas, sua paixão por histórias em quadrinhos vem desde a infância, aonde ele sempre gostou de ler e desenhar, o que foi uma ponte para transformar essa paixão em profissão, e produzir suas próprias histórias, e as HQs foi onde ele buscou refúgio, já que une texto e imagem num único quadro.

Suas maiores influências é a cultura pop em geral, mas seu grande ídolo é o Mauricio de Sousa, já que ele (assim como muita gente) cresceu lendo suas histórias, além do mais ele também curte ler quadrinhos da Marvel e DC Comics, mas sua vibe favorita sempre foram os desenhos da Cartoon Network, e também porque eram mais fáceis de desenhar. E na literatura, Harry Potter e As Crônicas de Nárnia foram seus estímulos para criar suas próprias histórias, repletas de magia e aventura. Outro vício, mas no cinema que estimulou Moonstar são as animações do Studio Ghibli e após entrar na universidade ele conheceu as Graphic Novels e este tipo de leitura o cativou ainda mais em produzir e criar HQs, dentre as que ele mais gosta, Três Sombras, de Cyrill Pedrosa é sua favorita, pelo traço e a sensibilidade do roteiro.

Além de “Moonstar”, Henrique também escreve desenha as tirinhas do Peixe com um desejo secreto, que ele pretende lançar no próximo ano como uma HQ, Moonstar ainda está desenvolvendo o roteiro e a arte, enquanto publica histórias curtas e fechadas na revista Linha Alterativa do coletivo.

Para conhecer mais sobre o Henrique acesse:
Facebook | Instagram

E para saber mais sobre o Coletivo Estação 9:
Site | Facebook | Instagram

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s