“Tentei não te Amar” – Uma história de amores e desencontros

Screenshot_2017-12-03-20-37-58-1.png

Imagina só, você acorda num dia sem a menor vontade de sair de casa, porém como toda pessoa responsável vai trabalhar, pois as contas não se pagam sozinhas, não chegou nem a metade do dia, e ele já está péssimo, tudo de ruim aconteceu, e ao mesmo tempo, você teve seu destino selado. Aconteceu isso no livro Tentei não te Amar, da autora Léia Fernandes.

O livro conta a história de Poline e OtávioPoline, uma mulher determinada, que sempre levou uma vida difícil, foi abandonada pelos seus pais, cresceu num orfanato e lá viveu ate seus 18 anos, ela sempre deu duro na vida, sempre teve que correr atrás, não tinha amigos, apenas colegas de trabalho, a única pessoa que tinha na vida era o seu noivo Maycon .

Certo dia saiu mais cedo do trabalho por não estar se sentindo bem, chegando em casa se deparou com seu noivo com outras – sim , outras – na cama. Poline se sentiu humilhada e ao fugir dessa situação é atropelada por Otávio, que a confunde com uma mulher a qual não tem o menor apresso.

Otávio é um rapaz bonito, dono de uma rede de hotéis, porém é muito arrogante, teve um passado dolorido, foi traído por sua namorada com uma pessoa que ele amava muito. Desde o ocorrido, Otávio decidiu tratar as mulheres como mercadoria não às levava a serio, era apenas prazer e só.

Otávio tratou muito mal Poline, porém se sentiu responsável por tê-la atropelado. Uns dias depois Otávio viu que ela não era a pessoa que ele achava que era então se sentiu mal por ter tratado Poline tão mal, tentou se desculpar, mas não sabia onde encontrá-la.

destino pregou uma peça, e Poline começou a trabalhar no hotel de Otávio, um sentimento muito forte tomou conta dos dois, e sem lutar contra se entregaram a essa paixão. Tudo parecia bem, até que alguém com um amor não correspondido por Otavio resolveu entrar em campo, e com jogo sujo lutar pelo que achava ser dela, Otávio.

A história é narrada  por  Poline e Otávio, um dando sequência ao outro, uma história leve, fácil e gostosa de ler.

Adorei cada capítulo do livro, a autora soube colocar leveza em momentos e sentimentos bem complexos.

Poline em muitos momentos nos representa, é aquela mulher que tomba e levanta, vive um dia de cada vez, não tem medo de começar do zero quantas vezes forem necessárias, os problemas estão ali, porém ela levanta vai a luta, não fica chorando em cima da cama.

Otávio teve seu Passado dolorido, isso fez o coração dele congelar, porém ele sabia valorizar as pessoas que o queriam bem, ele soube derreter o gelo em seu coração quando o amor bateu a porta. Poline e Otávio, duas pessoas machucadas, que não pensavam em viver um amor, e quando esse amor bateu a porta não tiveram medos, não tiveram dramas, apensa viveram intensamente,e souberam enfrentar o passado e perdoar até os erros mais díficies.

Uma trama envolvente, eu torci muito por Poli e Otávio, me sensibilizei com a Bondade de Poli, uma bondade pura de uma pessoa que teria muitos motivos para ser revoltada. Ri muito com Tali, senti vontade de apertar o Samuka , adorei as novas amigas de Poli. O principal tema abordado pela autora foi o perdão, a importância dele. Acho que todos deveriam ler!

Se eu indico? Lógico que sim!

Screenshot_2017-12-03-21-05-31-1.png

Instagram: @edileiafernandes
Facebook: facebook.com/leiafernandesautora
Amazon

Sinopse

Poline Lins morava com o noivo há exatos três anos e estava prestes a se casar. Seu destino se modifica quando passa mal e sai mais cedo do trabalho, mas, ao chegar à sua casa, pega o noivo na cama com outras pessoas.
Chocada e muito abalada, sai às pressas correndo pelas ruas e acaba sendo atropelada por Otávio.
Otávio Vasconcelos também foi traído no passado pela única mulher que deixou entrar em sua vida, acha que a solução para seus problemas é descontar em todas as outras mulheres tudo o que sofreu.
Não confia mais em mulher alguma, pois em seu coração não há mais espaço para o amor.
Ao socorrer Poline, confunde-a com outra mulher que conheceu em uma boate e fica intrigado com tamanha semelhança entre elas.
Será o amor capaz de unir dois corações quebrados?

Beijos Literários,
@betaliteraria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s