TERRA-MÉDIA: SOMBRAS DA GUERRA

Nenhum jogo consegue ser absolutamente perfeito em todos os âmbitos do qual se propõe, contendo falhas, seja de roteiro, trama, visualmente ou de jogabilidade, e as poucas falhas de Sombras da Guerra estão bem expostas no roteiro por vezes confuso e no excesso de coisas para se administrar mas em momento algum isso atrapalha a jogabilidade como um todo.

O problema é que há informações demais e a margem de aprendizado é um pouco longa, confusa e a trama toma liberdades poéticas em relação a obra original de Tolkien dos quais fãs mais ardorosos ficaram ofendidos, como Laracna se tornando uma mulher relativamente calma e um tanto gótica. Mas qualquer falha é compensada com o sistema Nemesis que é o coração do jogo junto com os orcs, que te rouba da trama principal somente para caçar, dominar orcs e fortalezas.

Com esse sistema a forma como você luta ou se esquiva é aprendida pelos orcs e isso é usado contra você, por vezes me encontrei com orcs que me mataram e dias depois andando pelo mapa indo cumprir algum objetivo dei de cara com eles e fizeram questão de jogar em minha cara a humilhação que passei em suas mãos, que sua morte não é nada em comparação as vezes das quais fui morto.

Nesse sistema você pode dominá-los, caça-los, eles iriam falar sobre você, seus feitos, iram lutar entre si, seja por suprimentos ou por território, iram trair uns aos outros, ficar de lados opostos, interagir, lutar e esfregar na sua cara caso morra pelas mãos deles e domar dragões e outros animais do jogo acrescentam a jogabilidade e a ação, habilidades que podem ser aprendidas na árvore do jogador, que é extensa, onde você também pode marcar chefes, administrar fortalezas a serem conquistadas, melhorar, comprar e vender itens.

A trama pode não estar totalmente conectada com a obra de Tolkien mas a ambientação é ótima, a riqueza de detalhes é gigante, seja visualmente ou na personalidade dos orcs, que são diferentes entre si, com detalhes e falas únicas, seja de capitães ou orcs comuns, é interessante você se esconder em uma moita e ficar ouvindo orcs conversar em frente a uma fogueira ou trabalhando, eles contam sobre o que acontece dentro do universo do jogo e sobre os personagens.

Um jogo completo, complexo, que peca somente em deixar o jogador confuso com dezenas e dezenas de coisas a se fazer mas compensa tudo isso em batalhas épicas em que você simplesmente as vezes não pode chegar e querer matar todo mundo com sua espada, exigindo atenção em suas batalhas.

Nota: 10/10

 

Por Michael David

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s