Novo single de Emicida traz rimas e vitórias individuais que não teme encarar seus críticos

41973985_1993558144035181_6466086058835574784_n
Hoje é dia de música, e falar desse artista aqui em nossa embarcação é sempre uma honra, que é o grande rapper Emicida, que lançou nesta terça-feira (18) o novo single “Inácio da Catingueira”,  produzido pela Laboratório Fantasma Produções, já disponível no canal do YouTube do artista e também em todas as plataformas de streaming.

Nessa canção Emicida expressa como ninguém sua verborragia lírica que vem com foco disparando contra quem quer mais barulho sem sentido do que ideias trocadas em prol da evolução. “A estética escolhida para este clipe está ligada diretamente ao personagem ‘Inácio da Catingueira’, que foi um escravo e por cantar Cordel usamos a xilogravura como estética geral, ambos fazer parte do mesmo universo, sendo a xilogravura usada na parte da literatura de Cordel. O clipe tem um formato de lyric vídeo”, disse o diretor do clipe André Maciel.

Hoje em dia os espaços que o rapper e a Laboratório Fantasma têm alcançado no mercado e no imaginário brasileiro segue sendo uma afronta sem precedentes, mas mantendo o foco na grandeza da história que está sendo construído e na importância dela para o presente e o futuro, sempre foram características do Emicida, porém em tempos de fake news é importante colocar os pingos nos ‘is’ e separar o joio do trigo.

Com os avanços tecnológicos todo mundo se informa principalmente pelas redes sociais, já que é um dos meios mais velozes para ingerir informações, porém nossa sociedade parece ainda seguir a passos lentos, pois as pessoas estão utilizando do espaço para focar em comentários negativos, brigas e debates sem sentido, bem diferente do que ela deveria ser utilizada para idealizar troca de informações, ideias, sonhos e até seus problemas procurando acolhimento, a internet seria um lugar que tinha tudo para ser pacífico, mas infelizmente não é bem assim.

Emicida_In_cio_da_Catingueira_single

Antes das redes sociais existir, em uma época em que o povo negro  apenas levava vantagem quando conseguia dar nó em pingo d’água, eis que viveu Inácio da Catingueira. Uns dizem que existiu, outros que é só lenda, mas sabemos que era um escravo que travou uma peleja com Romano Caluete, pequeno proprietário rural da Paraíba, ali por volta de 1870. Poeta, Catingueira debateu ideias por oito dias a fio e nisso ganhou sua liberdade no papo, mostrando toda a sua habilidade de argumentação.

Com o Emicida não foi diferente, para quem conhece sua história, sabe que ele veio de condições adversas e por meio da sua maestria com as palavras venceu discussões, Rinha de MCs, Batalha da Santa Cruz e a famosa Liga dos MC`s. A palavra, em ambos os casos, foi a responsável pela libertação.

Foram muitas tentativas de distorcer algumas das maiores conquistas da cultura hip-hop brasileira alcançadas pelo Zica da Rima e seu time, partem de mentes viciadas em aceitar pessoas de pele escura somente em lugares subalternos, a intenção desta distorção passa claramente o recado “volte para o seu lugar”.

Assista o clipe de “Inácio da Catingueira”, do rapper Emicida:

 

Emicida na internet:

Site | Twitter | Facebook | Instagram

Por Priscila Visconti
(Resistência e poder é o lema do Emicida e também o nosso, por isso é sempre uma honra falar desse grande artista aqui na nossa embarcação);

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s