CCXP 2018: Um Artist’s Alley recheado de lançamentos imperdíveis

ccxp-artists-alley-1140x480
Vamos a saga dos lançamentos na CCXP 2018, recebemos muitos releases, mas como somos só em duas, então tivemos que selecionar quem pautaríamos aqui no site e também, lá no Instagram, além daqueles que já havíamos falando e re-compartilhamos os textos divulgando as mesas dos artistas que estarão no Artists Alley lançando suas obras. Mas, vamos ao que interessa pois têm muitos lançamentos bons, com grandes autores e em diversos estilos.

46151671-1845021005624213-2824189065841082368-n

Como a HQ Meninos e Dragões, em que a Marsupial Editora lançará uma nova versão totalmente reformulada, esse álbum ganhou o Prêmio Angelo Agostini de melhor lançamento de 2013 e foi criada por Lucio Luiz e Flavio Soares. Uma história divertida de um grupo de amigos que vivem no Reino Odilon, uma terra medieval onde cavaleiros, dragões e fadas, convivem com videogames, skate, futebol e outras “modernidades”.

46070563-2003371156376501-8428824123844591616-nNeste álbum da HQ conta com as cores do grande Omar Viñole, trazendo uma história completa “O grande caçador”, que conta como os amigos Rodrigo, Tobias e princesa Amanda conheceram o dragão bebê Foguinho, mostrando suas aventuras (e trapalhadas) para protegê-lo de um caçador de dragões que esconde um grande segredo.

Para garantir essa lançamento dos autores Lucio e Flavio totalmente reformulado é só passar na mesa G39, que eles estarão lá divulgando e assinando para toda galera que os visitarem na CCXP 2018 e adquirirem a obra Meninos e Dragões.

Daniel-e-sua-cria-o-O-AmanhecerO próximo lançamento é de novo super-herói brasileiro iniciando a Era Heroíca no Brasil, quem curte esse gênero de quadrinhos e literatura já viu por aí nas redes sociais, alguns teasers, fotos e coisas afins desse novo herói, Amanhecer, o primeiro personagem do Time da Luz que está nas bancas e livrarias de todo o país desde a segunda quinzena de novembro, já sendo uma marco na história em quadrinhos de super-heróis brasileiros.

Um estilo que sempre sofreu resistência e sofria para entrar nesse mercado editorial, mas que hoje em dia, essa realidade é outra e está lado a lado com revistas de grandes nomes internacionais como Super-Homem e Capitão América, o personagem que carrega as cores do Brasil está fazendo sucesso nas comicshops em todo o Brasil.

Lado-a-LadoO Projeto Time da Luz nº1 apresenta a origem do Amanhecer e Time da Luz nº2 a origem do A.R.A.R.A tem a produção executiva de Dantes Shiffini e conta participação de um time de artistas convocados por Daniel Vardi.

Criado pelo próprio Vardi há 25 anos, essa obra vem ganhando destaque e ajuste com o passar dos anos, ganhando até as cores verde e amarela, desde sua primeira aparição no Fanzine Embrião, em 1993 e teve sua estréia na “Primeira Convenção Nacional de Histórias em Quadrinhos Independentes” na Gibiteca Muncipal Henfil, organizado por Klink Junior.

O Amanhecer estará no Artists Alley da CCXP 2018 com o Time da Luz, além das edições regulares que estarão por R$6,90, lançará a exclusiva “White Cover “ R$ 9,00 – capa branca que o fã pode pedir para artistas desenharem seu personagem favorito mas a tiragem é limitada a 2.000 exemplares. Daniel estará no Artists Alley na mesa C34, lançando o Projeto Time da Luz nº1, com a HQ do Amanhecer e Time da Luz nº2 a origem do A.R.A.R.A.

PS3-fotos2A colorista renomada Cris Peter estará lançando o terceiro volume da série Patas Sujas, que teve inicio em 2015 e é uma história em quadrinhos sobre amizade e auto descoberta, inspirada na música Dirty Paws da banda Of Monsters and Men. A história tem o roteiro de Peter e Érica Awano é encarregada da arte.

Uma história que se passa em um mundo fantástico coberto por neve e conta os eventos que acontecem na vida de Na’az Ni, uma recém exilada que é resgatada por um povo excluído. Em meio a eles, ela conhece Meem, a fera que futuramente será conhecida como Patas Sujas. Neste terceiro volume terá testemunhos de Na’az Ni e Zam, o Rei da Colméia, finalmente se cruzando quando o Rei Zangão e sua milícia se deparam com a aldeia dos excluídos.

Mambembe-capaAlém do Patas Sujas, Cris Peter também estará lançando Mambembe, roteirizado e colorido pela própria Cris e desenhado pela Ariane Rauber. Uma história de uma menina que sofre problemas com seus pais em casa e em seus momentos de fuga, a garota sai caminhando pela cidade, ouvindo música, em que ela acaba encontrando criaturas diferentes de qualquer animal.

Nesses encontros a meninas fará ela encontrar um circo de excluídos da sociedade, onde ela aprenderá a questionar sua relação com seus pais e a sociedade que vive.

Para adquirir esses novos lançamentos da Cris Peter, é só encontra-la pelo Artists Alley na mesa C39-40 e garantir seu exemplar assinado de Patas Sujas (R$ 20,00) e Mambembe (R$ 30,00).

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s