H.P. Lovecraft – O mestre revolucionário da arte literária do horror do século XX

Sem-t-tulo

Com o Halloween chegando, que neste ano de 2019 acontece na próxima quarta-feira (31), nós deixamos a pauta dessa semana cair, provavelmente nas próximas semanas ela deve aparecer por aqui, mas em celebrações a festividade de terror e horror, que atualmente é celebrada quase no mundo inteiro, vamos fazer uma grande homenagem ao grande mestre do terror literário, o grande H.P. Lovecraft, um dos mais fantásticos das obras de horror e ficção cósmica. Enredos marcados sempre pelo simbolismo e muitas vezes por seus constantes pesadelos, Lovecraft foi um leitor de uma atmosfera tenebrosa, cujo o desfecho é sempre surpreendente.

200px-Howard-Phillips-LovecraftO autor norte-americano da Província de Rhode Island, nasceu no dia 20 de agosto de 1890, Howard Phillips Lovecraft, mais conhecido por H. P. Lovecraft, foi um escritor que revolucionou o gênero de terror, atribuindo diversos elementos fantásticos de outros gêneros como da fantasia e ficção científica. Ele foi o criador do famoso Cthulhu e de toda uma mitologia, de uma verdadeira cosmologia, de um ‘universo paralelo’ cuja originalidade e poder imaginativo seduzem sucessivas gerações de leitores em todo o mundo, assim se expandindo irresistivelmente pela cultura contemporânea, a começar da cultura pop.

HP-Lovecraft-par-Dominique-Signoret

Cthulhu Mythos e o grimório fictício conhecido como Necronomicon — supostamente vinculado a John Dee, astrônomo e ocultista britânico do século XVI — através do qual os seres humanos em suas histórias se comunicam com o panteão de entidades criadas pelo autor.

Sem-t-tulo-1Lovecraft era assumidamente conservador e anglófilo, o que pode ser observado em seu poema An American To Mother England, publicado em janeiro de 1916. Seu estilo literário emprega arcaísmos, vocabulário e ortografia marcadamente britânicos, fato que contribui para aumentar a atmosfera de suas histórias, como no conto O Caso de Charles Dexter Ward, que contêm referências a personagens que viveram antes da independência das Treze Colónias, bem como a estabelecimentos comerciais existentes entre os séculos XVII e XVIII.

letter3

O escritor norte-americano chamava seus princípios literários de “Cosmicismo” ou “Horror Cósmico”, pelo qual a vida é incompreensível ao ser humano e o universo é infinitamente hostil aos seus interesses. Suas obras expressam uma profunda indiferença às crenças e atividades humanas, assim como uma atitude profundamente pessimista e cínica, muitas vezes desafiando os valores do Iluminismo, do Romantismo, do Cristianismo e do Humanismo. Os protagonistas de Lovecraft eram o oposto dos tradicionais por momentaneamente anteverem o horror da última realidade e do abismo.

Illustration-by-neriak-deviant-ART

Seus trabalhos foram diretamente inspirados por seus constantes pesadelos, o que contribuiu para a criação de uma obra marcada pelo subconsciente e pelo simbolismo, e suas maiores influências foram Edgar Allan Poe, por quem Lovecraft nutria profunda afeição, e Lord Dunsany, cujas narrativas de fantasia inspiraram suas histórias em Terras de Sonho.

Azathoth-the-blind-idiot-god-Plano-Cr-tico-Azathot-Lovecraft

Suas obras literárias não tem meio-termo, voltando exclusivamente para o horror, tendo como finalidade perturbar o leitor, o atraindo para toda a atmosfera, o clima daquilo que lê. Muitas vezes, ele parte de uma situação, à primeira vista, banal para, paulatinamente, revelar o horror por trás dela.

Sem-t-tulo-2
Um dos ingredientes da fórmula lovecraftniana para seduzir o leitor é o uso da primeira pessoa, a maior parte de seus contos, como um de suas famosos obras “O Chamado de Cthulhu”, “Um Sussurro nas Trevas”, “A Cor que Caiu do Céu”, “Sombras Perdidas no Tempo” e “Nas Montanhas da Loucura”, são narrados em primeira pessoa. Mas a grande maioria de suas histórias mostram a sua paixão por gatos, no que levou a criar a fictícia cidade de Ulthar. Esta última é mencionada na história “Em Sonhos, à Procura da Desconhecida Kadath”.

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s