Depois do sucesso de O Conto da Aia, Margaret Atwood acaba de lançar Os Testamentos pela Editora Rocco

os-testamentos-de-margaret-atwood-plano-critico

O Conto da Aia”, a autora de 80 anos Margaret Atwood lançou recentemente, no começo do mês de novembro seu trabalho que dá sequência a saga de Gilead, “Os Testamentos”, é a continuação de O Conto da Aia, pois depois que a porta da van foi fechada não sabia como seria o futuro de Offred pela frente, se ela seria livre, presa ou morta.

1494603374-701338-1494609282-noticia-normal-recorte1

Mas em “Os Testamentos”, Atwood retoma essa história 15 anos depois que Offred seguiu em direção ao desconhecido a partir dos surpreendentes testamentos de três narradoras femininas de Gilead: tia Lydia, Agnes e Daisy. O motivo que a autora começou a escrever essa obra começou após o final de O Conto da Aia, que estava aberto e ambíguo, e com um clima político atual mais próximo da trama, ela já imaginou um enredo de décadas atrás, mesmo não duvidando, Atwood duvidou do elemento crucial da hsitória que é a República de Gilead e seus Estados Unidos teocrático, ditatorial e distópico, com um caráter bem menos nobre, mas não menos válido, aos propósitos da autora, ainda que ela nunca vá reconhecer isso.

Os Testamentos já está à venda em todas as livrarias e também pela Editora Rocco, empresa responsável pelos livros de Margaret aqui no Brasil. O Conto da Aia é uma obra-prima distópica, considerado um clássico de nossos tempos, sendo vencedor do Booker Prize 2019, escrito pela autora canadense de Ottawa, Margaret Atwood, uma das escritoras mais admiradas mundialmente, ela já recebeu diversos prêmios, como o Man Booker Prize de 2000 por O Assassino cego, Chevalier de l’Ordre dês Arts e dês Lettres e o Príncipe de Astúrias de 2008 pelo conjunto de sua obra, entre outros. Seus livros foram traduzidos para mais de trinta idiomas.

25337605

Atwood foi professora universitária de Literatura Inglesa em várias universidades canadenses e ela é uma das autoras que mais publicou poesia, prosa e não ficção, foram 35 no total, entre elas – O conto da aia, Dançarinas, Lesão corporal, Madame Oráculo, Olho de gato, A vida antes do homem, Vulgo Grace, O assassino cego, Oryx & Crake, Negociando com os mortos, A tenda e Buscas curiosas, todos publicados no Brasil.

25337602Agora ela acaba de lançar seu novo trabalho Os Testamentos, que são os segredos dispersos e há muito enterrados, capazes de unir essas três mulheres, fazendo com que elas encarem quem realmente são e decidam até onde podem ir em busca do que acreditam. São os testamentos de duas jovens, que fazem parte da primeira geração a chegar à idade adulta nessa nova ordem mundial, são entrelaçados por uma terceira voz: o revelador manuscrito de uma das executoras do regime, uma mulher que exerce sua autoridade implacável por meio do acúmulo e da manipulação de segredos de Estado que podem ameaçar todas as estruturas do poder.

 

Por Priscila Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s