Arnaldo Brandão lança “A Falange do Cavalo Branco”, uma canção de devoção e paz à São Jorge

armandobrandao_2.jpg
Foto por Ezio Philot

O músico, instrumentista e compositor Arnaldo Brandão acaba de lançar seu novo videoclipe, em homenagem ao Santo Guerreiro, São Jorge, que neste dia 23 de abril é celebrado a reconstrução da igreja em Lida (Israel), na qual se encontram suas relíquias. E para comemorar essa data, Brandão lançou “A Falange do Cavalo Branco“.

O single do cantor faz parte de seu terceiro álbum de inéditas, “Brandão Psicopop“, lançado em 2019, e o videoclipe traz participações especiais do poeta Tavinho Paes e de Bianca Jhordão e Rodrigo Brandão, da banda Leela. Além do Theo Brandão, neto do Arnaldo, filho de Bianca e Rodrigo.

Fiz esta música com Tavinho Paes depois que ele inventou o refrão num evento de poesia pra cantar pro Jorge Benjor no dia de São Jorge. Na festa SobradoRock, compusemos o restante da canção pro santo de quem somos filhos, chamado de Oxossi na Bahia e de Ogum no Rio de Janeiro“, diz Arnaldo.

O artista ainda conta que “a imagem do soldado romano a cavalo matando o dragão surgiu no catolicismo da Idade Média e foi adotada no Brasil pelos devotos de religiões africanas que eram criminalizados pela inquisição colonial, desprezados no Império, considerados um atraso cultural na República, perseguidos pelo Estado Novo e, agora, amaldiçoados pelos neo-pentecostais“.

armandobrandao_4.jpg
Foto por Ezio Philot

A direção do videoclipe ficou por conta de Bianca Jhordão e Silvia Gangemi, com gravações realizadas em um sítio na região serrana do Rio de Janeiro, visando justamente a ideia para enaltecer a natureza e união entre as pessoas. Mostrando muitas cores e cenas em câmera lenta, para exaltar tais ações apresentadas do vídeo que casam perfeitamente com a canção.

A Falange do Cavalo Branco” é uma música composta por Armando junto com Tavinho, e visa enaltecer o santo guerreiro e também trata-se de um oração em pedido de paz em forma de canção.

 

Arnaldo Brandão já têm uma bagagem bem extensa em sua carreira, aonde começou fazendo parte de uma das primeiras bandas de rock do Brasil na década de 1960, com a banda A Bolha. Ele também acompanhou artistas no palco como Gal Gosta, Raul Seixas, Luiz Melodia, Jorge Mautner, Jorge Benjor, Gonzaguinha, Doces Bárbaros, entre outros. Além de criar e compôr junto com Caetano Veloso, Vinícius Cantuária, Cláudio Zolli e Paulo Zdan. Brandão ainda compôs com Cazuza a música “O Tempo Não Pára”, de 1988, e com Lobão e Tavinho Paes, “Rádio Blá”, de 1987.

armandobrandao.jpg
Foto por Ezio Philot

Em carreira solo lançou os discos inéditos “Brandão e o Plano D” (2000), “Amnésia Programada” (2010) e agora,
“Brandão Psicopop” (2019).

Para saber mais sobre os projetos e a carreira de Arnaldo Brandão acesse: Instagram | Youtube | Facebook

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s