Redaptação do romance “Rebecca – A Mulher Inesquecível” traz uma versão romântica e sutil da obra original

Rebecca

Às vezes a ideia de perfeição, plenitude e feliz, não passa de uma faixada para esconder a realidade que têm por trás da promíscua verdade da vida. Porém, as aparências precisam ser mantidas e descritas do que há quando ninguém está por perto também, pelo status, dinheiro e poder.

Como no longa do diretor Ben Wheatley Rebecca – A Mulher Inesquecível, em que traz em sua trama a vida de um jovem e humilde mulher recém-casada, a nova Sra. de Winter, que luta com todas suas forças para se livrar da sombra da ex-esposa – Rebecca de Winter – de seu marido, Maxim de Winter.

201021-rebecca-netflix-lilly-james-armie-hammer-ac-536p-fb1da194d0a5c5cfca3f8eca8bb7821f-fit-760w

Rebecca era uma mulher perfeita demais e adorada por todos, mas o que ninguém sabia que atrás daquela perfeição exuberante havia um mistério, que a levou a tirar a própria vida e a perturbar a cabeça e a paz de Maxim, fazendo-o acreditar em uma culpa que nunca existiu, mas por amá-la demasiadamente, ele acabou carregando e colocando sua ex em um altar de ilusão e mentiras, com traições, farsas e insinceridades, criando uma objeção distante e dessemelhante àquela na qual vivem com veracidade.

Lily-James-Rebecca-Netflix

O filme de Wheatley é uma adaptação do romance homônimo de Daphne du Maurier, de 1938, porém este trata-se um readaptação, já que em 1940, Alfred Hitchcock levou pela primeira vez a obra às telonas, mostrando toda intensidade e suspense ímapr do diretor, fazendo com que levase o Oscar de Melhor Filme, além de 11 outras indicações à premiação.

unnamed

Em comparação ao filme do Hitchcock com este remake de Wheatley, a nova versão traz algo mais sútil e romântico, mostrando um pouco mais da bela fotografia ao redor da grande mansão de Manderley, seu aquele suspense singular da adaptação de 80 anos atrás, dando uma leveza e perspicácia a trama, todavia, não deixa de ter sua forma peculiar e parâmetros condizentes a obra original, trazendo muitas surpresas, paixões e ódio no decorrer da narrativa.

rebecca

A produção foi dirigida por Wheatley e com roteiro de Jane Goldman, Joe Shrapnel e Anna Waterhouse. Estrelado por Lily James, Armie Hammer, Kristin Scott Thomas, Tom Goodman-Hill, Keeley Hawes, Sam Riley e Ann Dowd, a readaptação encontra-se disponível no catálogo de streaming da Netflix.

 

Nota: ⭐️ ⭐️ ⭐️

Por Patrícia Visconti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s